Últimas Notícias
Investing Pro 0
OFERTA Cyber Monday: Até -54% no InvestingPro+ GARANTA A OFERTA

Últimas Notícias

Mercados têm queda em meio a protestos na China contra retrições por Covid

Investiria R$ 1 bi em um Imóvel de Região com Vacância Alta, mas com Dividendo?

Por Marx GonçalvesETFs e Fundos04.03.2021 16:48
br.investing.com/analysis/investiria-r-1-bi-em-um-imovel-de-regiao-com-vacancia-alta-mas-com-dividendo-200440476
Investiria R$ 1 bi em um Imóvel de Região com Vacância Alta, mas com Dividendo?
Por Marx Gonçalves   |  04.03.2021 16:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
 
JSRE11
0,00%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
KNRI11
+0,05%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 

No último mês, vimos uma transação histórica no mercado imobiliário de São Paulo, quando um consórcio formado por três Fundos Imobiliários comprou duas torres do complexo Rochaverá pelo valor de 1,25 bilhão de reais.

O grupo de investidores é formado por um fundo do Safra (JSRE11) e do BTG Pactual (fundo exclusivo), que ficaram com 40 por cento do empreendimento cada, além de um FII da gestora Kinea (KNRI11), que arrematou os outros 20 por cento do imóvel.

O movimento impressionou o mercado pelos valores envolvidos na operação, em vista do momento de ainda grandes incertezas a respeito do futuro dos escritórios com a adoção do home office pelas empresas.

Afinal, será que a aquisição foi positiva para os cotistas desses fundos? E quais são os pontos de atenção que o investidor deve ter em relação à transação?

Os Imóveis

O Rochaverá Corporate Towers é um complexo formado por quatro torres corporativas de alto padrão (classe AAA, Buildings) localizado às margens da Avenida Chucri Zaidan, na zona sul de São Paulo.

As torres adquiridas na transação (Marble e Ebony) são as maiores do empreendimento, com uma área locável equivalente a 28,4 mil metros quadrados cada.

O imóvel
O imóvel

A localização do imóvel é muito boa, tendo em vista que ele está ao lado de dois shoppings (Morumbi e Market Place), além de se encontrar a poucos metros da futura Linha 17 Ouro, da CPTM.

Afinal, como você bem sabe, o fácil acesso e a boa infraestrutura no entorno de um imóvel comercial são tão importantes quanto o seu padrão construtivo.

Fonte: Safra
Fonte: Safra

A sua localização privilegiada, somada à crescente escassez de espaços nas regiões mais consolidadas da cidade, como o caso da Av. Paulista e da Faria Lima, vem colocando a região da Chucri Zaidan como uma das principais alternativas para o mercado de imóveis corporativos de São Paulo.

Não por outro motivo, temos visto importantes entregas de imóveis de ótima qualidade na região ao longo dos últimos tempos.

A questão é que a demanda das empresas por esses espaços ainda não está absorvendo a entrega dos novos estoques no mesmo ritmo, o que acaba por elevar a quantidade de espaços vagos na região.

Essa tendência, somada à entrega de espaços pelas empresas devido à pandemia, tem elevado a vacância da Chucri Zaidan para um patamar próximo a 24 por cento no último ano, quando consideramos imóveis com padrão construtivo similar ao do Rochaverá.

Fonte: Buildings (Elaborado pela Nord Research)
Fonte: Buildings (Elaborado pela Nord Research)

 

E não para por aí...

Como está prevista para este ano a entrega de mais 100 mil m² do complexo “Parque da cidade”, localizado próximo ao Rochaverá, podemos ver a vacância da região se elevar ainda mais nos próximos trimestres.

Mas o que tudo isso tem a ver com os investidores dos fundos que participaram da aquisição?

A Operação

Dos 1,25 bilhão de reais pagos pela aquisição, 100 milhões de reais serão destinados a uma conta separada com o objetivo de garantir uma renda mínima de 7,25 por cento ao ano pelo prazo mínimo de três anos, mas que poderão ser estendidos em até 10 anos.

Com isso, a compra foi feita a um Cap Rate (renda anual de um imóvel dividida pelo valor de mercado do mesmo) aparente de 7,25 por cento ao ano.

No entanto, aqui cabem duas observações importantes.

A primeira é que esse nível de Cap Rate poderia sugerir uma aquisição muito barata para um imóvel corporativo de alto padrão situado em São Paulo, o que seria muito positivo para os investidores se confirmado.

No entanto, a Renda Mínima Garantida (RMG) de 100 milhões de reais está implícita no preço pago pelos ativos, afinal, “não há almoço grátis” no mercado.

Assim, ao levá-la em consideração, o Cap Rate “real” da operação gira em torno de 5,5 por cento, mostrando que, na verdade, o valor pago pelo consórcio está mais em linha com o praticado na região atualmente.

O segundo ponto importante diz respeito à capacidade de os dois imóveis conseguirem manter as suas rendas no mesmo patamar após o término da RMG.

Para entregar um Cap Rate de 7,25 por cento ao ano de forma perene, as duas torres do Rochaverá precisam estar 100 por cento locadas a um preço em torno de 140 reais o m².

Acontece que o preço médio pedido na região da Chucri Zaidan está atualmente em torno de 105 reais o m², conforme apresentado no gráfico anterior.

Portanto, há um longo caminho para que o valor do aluguel por m² da região chegue no mesmo nível do proporcionado pela RMG.

Caso o valor médio do aluguel do imóvel não chegue próximo a esse valor após o término da RMG, os imóveis passarão a entregar uma renda inferior à atual para os fundos que o adquiriram, resultando em um menor rendimento aos cotistas.

Cuidado com as RMGs

Isso significa que a compra das duas torres do Rochaverá foi negativa para os cotistas do JSRE11, KNRI11 e do fundo exclusivo do BTG?

Não vejo a conclusão dessa forma.

Entendo que os gestores desses fundos esperam um cenário de médio prazo mais favorável para o mercado corporativo da Chucri Zaidan, com um nível de vacância mais baixo e preço médio dos aluguéis mais elevado que o atual.

Nesse sentido, o mecanismo de RMG pelo prazo mínimo de 3 anos dá aos fundos e seus cotistas uma maior previsibilidade no recebimento de renda dos imóveis enquanto o mercado da região se ajusta à sua nova realidade.  

Ainda assim, é importante que o investidor tenha em mente algumas lições importantes que podemos tirar da transação.

A primeira é que o comprador do imóvel paga pela RMG que a operação vai lhe proporcionar, afinal, não há almoço grátis no mercado.

A segunda observação é que, passado o prazo ou exaurido o valor destinado à RMG para complemento de renda do investidor, não há garantias de que o imóvel seguirá proporcionando o mesmo patamar de renda de até então.

A sua nova renda dependerá dos eventuais efeitos colaterais da pandemia sobre os escritórios, do cenário econômico e da dinâmica do mercado daquela região.

Abraços e até a próxima!

Investiria R$ 1 bi em um Imóvel de Região com Vacância Alta, mas com Dividendo?
 

Artigos Relacionados

Investiria R$ 1 bi em um Imóvel de Região com Vacância Alta, mas com Dividendo?

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (3)
Eduardo Finamore
Eduardo Finamore 04.04.2021 9:33
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Boa propaganda...
Martynez Bueno
Martynez 04.03.2021 18:52
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Eu nunca compraria um imóvel! Colocaria esse 1Bi todo em ações. Somente as empresas crescem, os imóveis permanecem do mesmo tamanho, e um dia, será demolido.
Telonio Monque
Telonio 04.03.2021 18:52
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Pense no fundo imobiliário como uma empresa cuja atividade é alugar imóveis.
Italo Barros
Italo Barros 04.03.2021 17:35
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Muito obrigado pela análise. Realmente boa e que ajuda bastante a clarear e entender a dinâmica e os impactos, positivos e negativos, que envolvem as tomadas de decisão e estratégias dos fundos.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail