Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Setor Imobiliário: os Bons Tempos Estão de Volta

br.investing.com/analysis/setor-imobiliario-os-bons-tempos-estao-de-volta-200430836?utm_campaign=imobi_report__caixa_ipca__2008&utm_medium=email&utm_source=RD+Station
Setor Imobiliário: os Bons Tempos Estão de Volta
Por Eduardo Guimarães   |  13.08.2019 11:36
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

O índice IMOB acumulou valorização de 41,5% em 2019, desempenho bem superior ao Ibovespa no período, que obteve alta de 18,5%.

Entretanto, até o mês de maio, o IMOB acumulava alta de somente 10%, comparado à valorização de 8% do Ibov.

O índice imobiliário foi deslanchar apenas a partir de junho e deu uma lavada no principal índice de ações brasileiras: 28,75% IMOB versus 5,9% Ibov.

IMOB vs IBOV
IMOB vs IBOV

O que poderia explicar esse desempenho tão superior do IMOB? O meu palpite é a queda na taxa de juros e a recuperação do ciclo de negócios do setor imobiliário.

Composição do índice imobiliário (IMOB) da B3

O índice das ações das empresas do setor imobiliário é composto por 13 empresas: shopping centers (55% do total), incorporadoras imobiliárias (40%) e propriedades (5%).

São quatro empresas de shopping centers: Aliansce (SA:ALSO3), bralls (SA:BRML3), Iguatemi (SA:IGTA3) e Multiplan (SA:MULT3); duas de propriedades: BR Properties (SA:BRPR3) e Log Commercial Properties (SA:LOGG3); e sete construtoras: Cyrela (SA:CYRE3), Direcional (SA:DIRR3), Even (SA:EVEN3), Eztec (SA:EZTC3), Gafisa (SA:GFSA3), MRV (SA:MRVE3) e Tenda (SA:TEND3).

Importante observar que diversas empresas small caps do setor de construção civil, tais como JHSF (SA:JHSF3), Helbor (SA:HBOR3), Tecnisa (SA:TCSA3) e Trisul (SA:TRIS3), Lopes (SA:LPSB3) e Brasil Brokers (SA:BBRK3), ainda não têm suas ações integrando o índice imobiliário.

Taxa de juros em queda: música para ouvidos para o setor imobiliário

Existe uma correlação negativa muito forte entre o nível de taxa de juros (Selic) e o desempenho das ações do setor imobiliário na Bolsa. Em outras palavras: as ações do setor de construção civil tendem a ter bom desempenho quando a taxa de juros está em queda.

A taxa de juros Selic está no mais baixo nível da sua história (6% ao ano), com inflação sob controle (alta de 3,22% nos últimos 12 meses) e virada de ciclo econômico (crescimento esperado de PIB de 0,82% em 2019 e 2,1% em 2020).

Atualmente, o nível de confiança do consumidor está em alta, o que é positivo para a demanda por imóveis, uma vez que a decisão de comprar um apartamento ou um escritório tem horizonte de tempo no longo prazo.

Além disso, a demanda por imóveis depende bastante do nível de renda e do emprego, que vão levar mais tempo para se recuperar. São indicadores “atrasados” da economia que melhoram por último.

Ações do setor de construção civil: o beta mais alto da bolsa

O beta é uma medida de risco de determinada ação na bolsa de valores, que relaciona o retorno da ação com o retorno do Ibovespa, principal índice de ações da bolsa brasileira. Por exemplo: se o beta de determinada ação é 2, quer dizer que se o Ibovespa subir 2%, a ação deverá ter variação positiva de 4% (duas vezes o Ibovespa).

Historicamente, o segmento de construção civil sempre teve nível de risco mais alto, com beta entre 1,5 e 2,0 devido ao longo ciclo de negócios de incorporação imobiliária (5 a 6 anos desde a compra do terreno até a entrega das chaves do empreendimento).

Eu costumo dizer que, nesse setor, o beta das ações é 2 quando as ações estão em alta e 3 quando as ações estão em baixa.

Usando um exemplo prático: num dia bem positivo do Ibovespa, com alta entre +2% e +3%, as ações do setor de construção civil chegam a subir +5% a +6%. Por outro lado, num bem negativo na Bolsa, queda de -3% no Ibov, as ações das construtoras podem chegar a cair quase -10% no dia.

Beta alto quer dizer alta volatilidade no preço das ações

A volatilidade anualizada das ações das empresas do setor imobiliário/construção civil é alta: CYRE3 (32%), MRVE3 (33,8%), EZTC3 (31,5%), EVEN3 (36,1%), TEND3 (29,5%), JHSF3 (44,2%) e TCSA3 (58,5%), bem superior à volatilidade do Ibovespa de 19,2% ao ano e do IMOB (22,2%).

O mercado imobiliário de São Paulo

O volume de vendas de imóveis na região metropolitana de São Paulo teve crescimento de +19,5% nos últimos 12 meses encerrados em maio (32,6 mil unidades), com recuperação no volume de lançamentos no período que aumentaram +32% no período (30,7 mil unidades).

Média e alta renda vai ter melhor desempenho que baixa renda

Na construção civil, existem dois grupos distintos de empresas: segmento de baixa renda que depende mais do programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV): Tenda (SA:TEND3), MRV (SA:MRVE3) e Direcional (SA:DIRR3) e o segmento de média e alta renda: Cyrela (SA:CYRE3), Eztec (SA:EZTC3), Even (SA:EVEN3), Trisul (SA:TRIS3), Tecnisa (SA:TCSA3), Helbor (SA:HBOR3) e Gafisa (SA:GFSA3).

Acredito que o momento é muito mais favorável para o segmento de média e alta renda, com diminuição do nível de estoques, queda no cancelamento de vendas (distratos) e retomada nos lançamentos.

Existe crédito imobiliário suficiente para a média renda (poupança com saldo de R$ 802 bilhões em julho de 2019), mas no segmento de baixa renda (MCMV) os recursos podem ser mais limitados, ainda mais com a liberação dos recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

Catalisadores das ações do setor imobiliário

Na minha opinião as ações das construtoras mais voltadas ao segmento de média de renda deverão continuar a ter desempenho acima do Ibovespa em 2019 devido aos seguintes fatores: 1) queda na taxa de juros (Selic) para 5% ao ano; 2) recuperação do crescimento econômico, renda e emprego em 2020 e; 3) aumento da alocação em renda variável, fluxo de investidores para as ações do setor.

Em resumo: chegou a hora de correr mais risco investindo em setores e ações de empresas mais arriscadas, mas que podem proporcionar ótimos retornos.

Setor Imobiliário: os Bons Tempos Estão de Volta
 

Artigos Relacionados

Setor Imobiliário: os Bons Tempos Estão de Volta

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (8)
Ramses Castoldi
Ramses Castoldi 15.08.2019 19:09
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Tulipas a vista
Felipe Moreira
Felipe Moreira 14.08.2019 16:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
putz... cada uma .. o cara quer tomar mais risco enquanto os bancos do mundo inteiro estão fugindo do risco... ok.. vai lá!
gabriel gealh de campos
Jordann 13.08.2019 15:29
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
PTBL3   PTBL3   PTBL3    Eu sei, não está oficialmente no IMOB, porém no caso de aquecimento do setor imobiliário PTBL3 tem tudo para valorizar de forma exponencial.
Eduardo Guimaraes
Eduardo Guimaraes 13.08.2019 15:29
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Pode ser uma boa sim, mas a empresa se beneficia depois que os lançamentos da incorporadoras são construídos, está no meu radar, junto com Mills
Felipe Muniz
Felipe Muniz 13.08.2019 15:29
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Não sei se tem relevância, mas o fundo que estou, o Tarpon FIC FIA vem aumentando exposição em porto belo desde maio/2019! Eles tem lucro acumulado nos últimos 12 meses de 81%
mike mike
mike mike 13.08.2019 15:19
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
excelente...
mike mike
mike mike 13.08.2019 15:18
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
excelente...
Gabriel Duarte
Gabriel Duarte 13.08.2019 13:10
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mas será que aguenta quando vier uma queda geral dos preços das ações? IFIX parece fazer uma formação de topo. É até possível que seja só uma correção e que suba muito mais, mas não seria melhor fazer esse tipo de matéria lá em 2016, quando estava muito mais barato, com um possível prêmio maior?. . . Depois que dispara é fácil "dar call", mas geralmente dá errado.
Bruno Bree
Bruno Bree 13.08.2019 13:08
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Não acredito mesmo apresentando o beta maior. A Selic baixa ajuda na taxa dos financiamentos habitacionais, mas momento para os bancos são risco de calote. A maldita herança do Minha Casa minha vida mostra a quantidade absurda de imóveis financiados pela Caixa e sendo leiloados por falta de pagamento. A era das construtoras no médio prazo acabou. Sem falar que o Bolsonaro autorizou famílias pobres terem escrituras sem registro formal de todas os requisitos.
Alexandre Fritzen
Alexandre Fritzen 13.08.2019 13:08
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mas essas famílias já tem moradia.
Lister Laranjo
Lister Laranjo 13.08.2019 13:07
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Excelente análise Eduardo. Acredito que o IMOB tem muito a subir pelos proximos 3 anos.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail