Últimas Notícias
Investing Pro 0
❤️ Ajude as vítimas do terremoto na Síria e na Turquia Doar

Temporada de Balanços: Não Subestime a Reversão à Média

Por Larissa QuaresmaResumo do Mercado16.08.2022 14:12
br.investing.com/analysis/temporada-de-balancos-nao-subestime-a-reversao-a-media-200451418
Temporada de Balanços: Não Subestime a Reversão à Média
Por Larissa Quaresma   |  16.08.2022 14:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
 
ARZZ3
+1,09%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
BBAS3
+2,37%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
ITUB4
+8,27%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
VALE3
+0,34%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
GUAR3
-0,22%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
NU
+2,04%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 

 

O último dos resultados do 2T22 foi divulgado ontem, e, com isso, fechamos a temporada de balanços, a última antes das eleições. Usarei esse espaço, então, para fazer um balanço geral dos números.

Dentre vários temas presentes nessa temporada, um chamou atenção: uma espécie de inversão de performance. “Darlings” decepcionaram, e patinhos feios surpreenderam. Quase uma reversão à média.

Caso o leitor tivesse ido junto com o consenso antes de os números saírem, no good news. Só há upside relevante quando você pensa diferente – e certo.

Houve alguns exemplos interessantes disso.

Commodities x domésticos

• Empresas de commodities, exceto as de óleo & gás, ultrapassaram seus picos de resultado, começando a desacelerar na margem. Vide Vale (BVMF:VALE3).

• Varejistas aceleraram o crescimento, especialmente as de bens discricionários e não duráveis. Vide Riachuelo (BVMF:GUAR3) e Arezzo (BVMF:ARZZ3).

Depois que as commodities e a energia elétrica fizeram seus ralis, agora foi a vez de outras categorias de consumo subirem; notadamente, o vestuário. No caso das varejistas de moda, diria que pelo menos metade das altas de receita tenha vindo de aumento de preço, de modo geral. Que seja; isso significa que as empresas de moda estão encontrando demanda suficiente para repassar a pressão inflacionária que recebem nos custos.

Inclusive, a inflação de julho corrobora com a continuidade dessa dinâmica: vestuário é a segunda categoria que mais subiu dentro do IPCA.

Isso não significa que é para sair comprando qualquer varejista de moda. As generalizações, por mais que eu esteja fazendo algumas aqui, são perigosas, em especial no caso da escolha de ações. É importante separar o joio do trigo.

Fintechs x bancões

• A inadimplência está corroendo o lucro das fintechs – essa aqui foi bola cantada. Vide Inter (BVMF:INBR31) (NASDAQ:INTR) e Nubank (BVMF:NUBR33) (NYSE:NU).

• O Banco do Brasil (BVMF:BBAS3) emergiu das cinzas para entregar um retorno sobre patrimônio líquido maior que o de Itaú (BVMF:ITUB4). Confesso que nem eu esperava por essa, mesmo apostando grande no banco estatal.

O pano de fundo desse tema foi o aumento da inadimplência no crédito à pessoa física, algo que aconteceu no sistema financeiro como um todo.

As fintechs focadas nesse público, como é justamente o caso de Inter e Nu, acabam sentindo mais. Inter viu seu índice de empréstimos atrasados há mais de 90 dias subir 0,9 ponto percentual, na comparação anual.

O caso de Nu foi ainda um pouco pior: o mesmo indicador piorou 1,1 ponto percentual anualmente. Contudo, uma mudança na metodologia de cálculo acabou enviesando esse número para melhor. A companhia passou a reconhecer que os empréstimos pessoais atrasados há mais de 120 nunca serão pagos – até o resultado anterior, a companhia considerava 360 dias. Com isso, os índices de inadimplência apresentados ao mercado foram “limpados”. Na metodologia antiga, a piora anual teria sido de 2,5 pontos percentuais.

Na outra ponta do espectro, os bancões, que já viveram diversas crises no Brasil e fora dele, também viram a inadimplência à pessoa física crescer, mas de forma mais controlada. Ainda, para os bancos com a carteira de crédito mais conservadora, com menos foco na pessoa física e maior em empresas, o impacto foi menor ainda. Esse é justamente o caso de Banco do Brasil, que tem boa parte do crédito direcionado para produtores rurais.

O banco estatal controlou bem o aumento da inadimplência: +0,2 ponto percentual anualmente. Além disso, avançou nos spreads e na eficiência operacional. O Banco do Brasil entregou não só o melhor retorno sobre patrimônio líquido da sua história (20,6%), mas em linha com o de Itaú (20,8%), que, aliás, também divulgou um ótimo resultado.

Com isso, as fintechs continuam caras, e os bancos, baratos. Nu negocia a 5x seu valor patrimonial, enquanto Brasil negocia a 0,8x. Nu deve pagar 0% de dividend yield nos próximos 12 meses, enquanto Banco do Brasil deve pagar 10%. A discrepância salta aos olhos.

Mais uma vez, a reversão à média fez seu trabalho nos mercados. Não a subestime.

Um abraço

 

Temporada de Balanços: Não Subestime a Reversão à Média
 

Artigos Relacionados

Temporada de Balanços: Não Subestime a Reversão à Média

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (7)
20.08.2022 9:25
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Gosto quando vc pronuncia Os Bancões na maior cara de pau, dando pra entender o motivo de querer o ex presidente Lula de volta, que os Bancões BB, Caixa realmente não tem que dar dinheiro nem vantagem para intuições financeira privada pra compensação de prejuízo mesmo não. igual na erra de Lula andavam a passada largaskkkkk.
Heberth Costa Silva
Heberth Costa Silva 20.08.2022 9:24
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
parabéns pelo artigo
Heberth Costa Silva
Heberth Costa Silva 20.08.2022 9:24
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
parabéns pelo artigo
Heberth Costa Silva
Heberth Costa Silva 20.08.2022 9:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
parabéns pelo artigo
jari castelo
jari castelo 20.08.2022 9:19
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
nem eu sei o qi dizer com essa .mais fiquei surpreso .
Wanderson Nogueira
Wanderson Nogueira 20.08.2022 9:03
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Joao Paulo Martins
Joao Paulo Martins 16.08.2022 18:57
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Belo artigo, obrigado pelas informações consolidadas dos diferentes setores!
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail