Garanta 40% de desconto
⚠ Alerta de Balanço! Quais ações estão prontas para disparar?
Veja as ações no nosso radar ProPicks. Essas estratégias subiram 19,7% desde o início do ano.
Não perca a lista completa

Volatilidade de Setembro Produziu Mais ETFs Perdedores do que Vencedores

Publicado 01.10.2021, 10:57
Atualizado 02.09.2020, 03:05

Historicamente, o mês de setembro representa um período difícil e volátil para os mercados acionários. Neste ano, não foi diferente. Hoje, vamos saber quais fundos com cotas negociadas em bolsa (ETFs) foram os claros vencedores e perdedores até agora em 2021.

Fornecemos seus retornos nos últimos nove meses, bem como seus resultados mais recentes para o mês de setembro. Vale notar que a nossa lista não é abrangente e não inclui ETFs alavancados ou inversos.

Vários desses fundos podem inspirar os leitores a montar carteiras de longo prazo diversificadas, dentro dos seus parâmetros de risco-retorno. Já cobrimos um grande número desses fundos anteriormente e pretendemos cobrir outros no futuro.

3 ETFs que seguem os 3 principais índices dos EUA

Antes de conhecermos quem teve os melhores desempenhos, vamos dar uma olhada nos fundos que dão exposição aos três índices mais seguidos dos EUA: Dow Jones, S&P 500 e NASDAQ Composto

Embora os preços desses três ETFs tenham caído neste mês, seus retornos até agora no ano foram robustos:

O SPDR® Dow Jones Industrial Average ETF Trust (NYSE:DIA), que rastreia o Dow Jones Industrial, recuou 3,2% em setembro, mas acumula alta de 12,6% no ano.

DIA semanal

O SPDR® S&P 500 (NYSE:SPY), que rastreia o índice S&P 500, desvalorizou-se 3,5% em setembro, mas acumula alta de 16,3% no ano.

SPY semanal

O Invesco QQQ Trust (NASDAQ:QQQ), que rastreia o índice Nasdaq 100, caiu 4,1% em setembro, mas acumula alta de 14,9% no ano.

QQQ semanal

Agora vamos dar uma olhada nos vencedores e perdedores de setembro.

25 vencedores

  • North Shore Global Uranium Mining ETF (NYSE:URNM): alta de 26,9% em setembro e 77,2% no ano.
  • United States Natural Gas Fund (NYSE:UNG): alta de 25,9% em setembro e 104,1% no ano.
  • Global X MSCI China Energy ETF (NYSE:CHIE): alta de 13,3% em setembro e 52,1% no ano.
  • Breakwave Dry Bulk Shipping ETF (NYSE:BDRY): alta de 25,9% em setembro e 362,9% no ano.
  • Global X Uranium ETF (NYSE:URA): alta de 19,5% em setembro e 53,8% no ano.
  • Invesco Dynamic Energy Exploration & Production ETF (NYSE:PXE): alta de 17,9% em setembro e 87,5% no ano.
  • Vanguard Energy Index Fund ETF Shares (NYSE:VDE): alta de 9,4% em setembro e 44,2% no ano.
  • iPath® Series B Bloomberg Copper Subindex Total Return ETN (NYSE:JJC): alta de 8,8% em setembro e 98,8% no ano.
  • VanEck Oil Services ETF (NYSE:OIH): alta de 7% em setembro e 29,4% no ano.
  • iPath® S&P GSCI® Total Return Index ETN (NYSE:GSP): alta de 6,8% em setembro e 47,7% no ano.
  • Franklin FTSE Russia ETF (NYSE:FLRU): alta de 6,2% em setembro e 32,1% no ano.
  • SPDR® S&P Oil & Gas Equipment & Services ETF (NYSE:XES): alta de 6,1% em setembro e 22,1% no ano.
  • iShares S&P GSCI Commodity-Indexed Trust (NYSE:GSG): alta de 4,3% em setembro e 35,7% no ano.
  • KraneShares Global Carbon ETF (NYSE:KRBN): alta de 3,2% em setembro e 67,3% no ano.
  • Columbia India Consumer ETF (NYSE:INCO): alta de 3% em setembro e 18,9% no ano.
  • iShares Bloomberg Roll Select Broad Commodity ETF (NYSE:CMDY): alta de 2,9% em setembro e 26,8% no ano.
  • iPath® Bloomberg Coffee Subindex Total Return(SM) ETN (NYSE:JO): alta de 2,7% em setembro e 42,5% no ano.
  • SPDR S&P® North American Natural Resources ETF (NYSE:NANR): alta de 2,5% em setembro e 20,7% no ano.
  • Invesco Dynamic Leisure and Entertainment ETF (NYSE:PEJ): alta de 2,9% em setembro e 27,2% no ano.
  • iShares Emerging Markets Infrastructure ETF (NASDAQ:EMIF): alta de 2,1% em setembro e 0,4% no ano.
  • KraneShares MSCI All China Health Care Index ETF (NYSE:KURE): alta de 1,9% em setembro e 6,2% no ano.
  • Invesco DB Base Metals Fund (NYSE:DBB): alta de 1,8% em setembro e 22,0% no ano.
  • SPDR® S&P Transportation ETF (NYSE:XTN): alta de 1,2% em setembro e 22,7% no ano.
  • iShares MSCI Saudi Arabia ETF (NYSE:KSA): alta de 1,1% em setembro e 32,9% no ano.
  • Defiance Next Gen SPAC Derived ETF (NYSE:SPAK): alta de 0,6% em setembro e 19,4% no ano.

40 perdedores

  • Aberdeen Standard Physical Palladium Shares ETF (NYSE:PALL): queda de 22,4% em setembro e 24,8% no ano.
  • iShares MSCI Brazil ETF (NYSE:EWZ): queda de 13,12% em setembro e 12,1% no ano.
  • US Global GO GOLD and Precious Metal Miners ETF (NYSE:GOAU): queda de 12,4% em setembro e 19,9% no ano.
  • Sprott Junior Gold Miners ETF (NYSE:SGDJ): queda de 12,3% em setembro e 26,7% no ano.
  • Global X Silver Miners ETF (NYSE:SIL): queda de 11,7% em setembro e 23,9% no ano.
  • Cannabis (NYSE:THCX): queda de 11,4% em setembro e 3,2% no ano.
  • iShares MSCI Turkey ETF (NASDAQ:TUR): queda de 11,4% em setembro e 20,1% no ano.
  • ARK Genomic Revolution ETF (NYSE:ARKG): queda de 11,3% em setembro e 19,4% no ano.
  • iShares Latin America 40 ETF (NYSE:ILF): queda de 10,7% em setembro e 8,5% no ano.
  • iShares MSCI Finland ETF (NYSE:EFNL): queda de 9,6% em setembro e 5,7% no ano.
  • Wells Fargo Utilities and High Income Fund (NYSE:ERH): queda de 9,5% em setembro e 5,0% no ano.
  • Franklin FTSE Hong Kong ETF (NYSE:FLHK): queda de 9,0% em setembro e 3,5% no ano.
  • Global X MSCI Nigeria ETF (NYSE:NGE): queda de 8,9% em setembro e 7,9% no ano.
  • Global X MSCI Pakistan ETF (NYSE:PAK): queda de 8,6% em setembro e 14,9% no ano.
  • ARK Innovation ETF (NYSE:ARKK): queda de 8,1% em setembro e 10,3% no ano.
  • Aberdeen Standard Physical Precious Metals Basket Shares ETF (NYSE:GLTR): queda de 7,8% em setembro e 14,0% no ano.
  • Renaissance International IPO ETF (NYSE:IPOS): queda de 7,3% em setembro e 17,9% no ano.
  • VanEck Steel ETF (NYSE:SLX): queda de 13,2% em setembro e 23,5% no ano.
  • iShares MSCI Global Metals & Mining Producers ETF (NYSE:PICK): queda de 11,8% em setembro e 9,7% no ano.
  • Amplify Transformational Data Sharing ETF (NYSE:BLOK): queda de 11,5% em setembro e 30,1% no ano.
  • Roundhill BITKRAFT Esports & Digital Entertainment ETF (NYSE:NERD): queda de 7,2% em setembro e 15,0% no ano.
  • First Trust International Equity Opportunities ETF (NASDAQ:FPXI): queda de 7,2% em setembro e 7,4% no ano.
  • iShares MSCI United Kingdom Small-Cap ETF (NYSE:EWUS): queda de 7,1% em setembro e 10,3% no ano.
  • First Trust NASDAQ® Clean Edge® Green Energy Index Fund (NASDAQ:QCLN)): queda de 7,1% em setembro e 11,4% no ano.
  • Global X Cybersecurity ETF (NASDAQ:BUG): queda de 6,9% em setembro e 7,7% no ano.
  • ARK Autonomous Technology & Robotics ETF (NYSE:ARKQ): queda de 6,1% em setembro e 3,1% no ano.
  • Goldman Sachs ActiveBeta® Europe Equity ETF (NYSE:GSEU): queda de 6,1% em setembro e 8,1% no ano.
  • O’Shares Europe Quality Dividend ETF (NYSE:OEUR): queda de 7,2% em setembro e 11,0% no ano.
  • Simplify Volt Cloud and Cybersecurity Disruption ETF (NYSE:VCLO): queda de 6,4% em setembro e 12,1% no ano.
  • WisdomTree Global ex-US Real Estate Fund (NYSE:DRW): queda de 6,2% em setembro e 2,9% no ano.
  • Global X MSCI China Information Technology ETF (NYSE:CHIK): queda de 6,0% em setembro e 6,8% no ano.
  • iShares US Technology ETF (NYSE:IYW): queda de 6,2% em setembro e 19,5% no ano.
  • Defiance 5G Next Gen Connectivity ETF (NYSE:FIVG): queda de 5,9% em setembro e 8,3% no ano.
  • Invesco DWA Technology Momentum ETF (NASDAQ:PTF): queda de 5,8% em setembro e 6,2% no ano.
  • Amplify International Online Retail ETF (NYSE:XBUY): queda de 5,8% em setembro e 12,2% no ano.
  • Janus Henderson Small Cap Growth Alpha ETF (NASDAQ:JSML): queda de 5,8% em setembro e 4,2% no ano.
  • Alpha Architect International Quantitative Momentum ETF (NYSE:IMOM): queda de 5.8% em setembro e 0.2% no ano.
  • Pacer Emerging Markets Cash Cows 100 ETF (NASDAQ:ECOW): queda de 3.6% em setembro e 6.1% no ano.
  • First Trust NASDAQ® Clean Edge® Smart Grid Infrastructure Index Fund (NASDAQ:GRID): queda de 5.6% em setembro e 15.9% no ano.
  • ProShares Pet Care (NYSE:PAWZ): queda de 5.5% em setembro e 8.9% no ano.

Últimos comentários

Curriculo e life stile invejaveis. Favor criar um inst)$gram
cadê o pessoalzinho colocando a culpa no Bolsonaro???? atrasaram????lerdos!!!!
Se eu tiver errado me corrijam, mas eu acho que as ETFs são feitas para investidores profissionais e qualificados ganharem operando vendido enquanto os operadores pequenos, como eu, só temos margens das corretoras para comprar e não para venda descoberta em ETF.
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.