Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Atualize já

Leilões de energia existente contratam 137 MW médios; deságio é de 12,8% no A-1

Commodities 03.12.2021 12:15
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Torres de linha de transmissão de energia 7/11/2006 REUTERS/Pawel Kopczynski
 
CPFE3
-1,68%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
EQTL3
-1,05%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
EQMA3B
-0,03%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 

SÃO PAULO (Reuters) - Os leilões de energia existente A-1 e A-2 realizados nesta sexta-feira somaram uma contratação de 137 megawatts (MW) médios, segundo dados da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

O deságio médio do certame A-1 chegou a 12,81%, ao preço de 209,25 reais/MWh. Já o desconto médio do A-2 ficou praticamente nulo (0,02%), ao preço de 199,97 reais/MWh.

Os leilões de energia existente, dos tipos “A-1” e “A-2”, servem para que distribuidoras façam reposição de contratos no curto prazo.

O leilão A-2 de energia existente contratou 71 megawatts (MW) médios, ou 1.245 gigawatts-hora (GWh), ao preço médio de 199,97 reais/MWh.

Foram compradoras no certame as distribuidoras Cemar (SO:EQMA3B) (MA) e Celpa (PA), controladas pela Equatorial (SA:EQTL3), e a CPFL (SA:CPFE3) Jaguari, segundo a CCEE. A subsidiária da CPFL foi responsável por 37% do total de energia negociada no certame, enquanto Cemar e Celpa ficaram com pouco mais de 30% cada.

Do lado vendedor, foram vencedores empreendimentos das empresas Eletronorte, Kroma, Vivaz Energia e Maxima Energia localizados nos submercados Norte e Nordeste. O suprimento da energia inicia em 1º de janeiro de 2023 e termina em 31 de dezembro de 2024.

No total, o certame movimentou 249 milhões de reais em contratos na modalidade "por quantidade". Nesse produto, os custos decorrentes dos riscos hidrológicos serão integralmente assumidos pelos vendedores.

O certame também ofereceu contratação de energia "por disponibilidade", produto específico para termelétricas movidas a biomassa, carvão mineral nacional, gás natural e gás de processo. Porém não houve contratação nessa categoria.

Cemar e Celpa também compraram energia no certame A-1, realizado mais cedo. Ao todo, foram comercializados nesse leilão 66 megawatts (MW) médios, ou 1.156 gigawatts-hora (GWh), ao preço médio de 209,25 reais/MWh, deságio de 12,81%.

Venderam energia no leilão A-1 a Alupar (SA:ALUP11) e as comercializadoras Brasil, Copel (SA:CPLE6) e Safira. No total, o certame operacionalizado pela CCEE movimentou 241,96 milhões de reais em contratos por quantidade.

(Por Letícia Fucuchima)

Leilões de energia existente contratam 137 MW médios; deságio é de 12,8% no A-1
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (1)
Marinete Cardoso
Marinete Cardoso 03.12.2021 12:21
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
otimo tundo faze indiferença
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail