Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Vários membros do Fed veem possível necessidade de redução mais acelerada de estímulos e alta antecipada nos juros

Dados Econômicos24.11.2021 17:00
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Prédio do Federal Reserve, banco central dos EUA, em Washington 22/08/2018 REUTERS/Chris Wattie

Por Lindsay Dunsmuir

(Reuters) - Vários formuladores de política monetária do banco central norte-americano disseram que estariam abertos a acelerar a conclusão de seu programa de compra de títulos se a inflação alta se mantivesse e também a agir mais rapidamente para aumentar as taxas de juros, mostrou a ata da última reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed).

"Vários participantes observaram que o Comitê deve estar preparado para ajustar o ritmo de compras de ativos e aumentar o intervalo da meta para a taxa de juros mais cedo do que os participantes atualmente antecipam se a inflação continuar a rodar acima dos níveis consistentes com os objetivos do Comitê", disse o Fed na ata da reunião de política monetária ocorrida em 2 e 3 de novembro.

Os membros do Fed decidiram por unanimidade naquela reunião começar a reduzir os 120 bilhões de dólares em compras mensais pelo banco central de títulos do Tesouro e de títulos lastreados em hipotecas, um programa introduzido no início de 2020 para ajudar a sustentar a economia durante a pandemia de Covid-19.

No ritmo original, as compras de ativos seriam reduzidas completamente até o próximo mês de junho. Porém, há apelos crescentes por parte de alguns formuladores de política monetária para acelerar esse cronograma, por causa das elevadas leituras de inflação e de geração mais forte de empregos desde a reunião. Eles defendem que isso daria ao Fed maior flexibilidade para aumentar sua taxa de juros de referência ante o nível atual, próximo a zero, no início ano que vem, se necessário.

Todos os sinais apontam que a aceleração da redução das compras de títulos agora é algo a ser debatido na próxima reunião do Fed, em 14 e 15 de dezembro.

Dados econômicos divulgados nesta quarta-feira mostraram que o número de norte-americanos que entraram com novos pedidos de seguro-desemprego caiu na semana passada para o nível mais baixo desde 1969, enquanto a medida preferencial do Fed para inflação continuou em outubro a rodar em patamar mais de duas vezes acima da meta de média flexível de 2% do banco central.

A presidente do Fed de San Francisco, Mary Daly, uma das mais cautelosas autoridades da instituição, também disse nesta quarta-feira estar aberta a uma redução mais rápida do programa de compra de títulos se os dados de empregos e inflação permanecerem estáveis ​​e que ela enxergaria o comitê de política monetária do Fed (Fomc, na sigla em inglês) aumentando as taxas de juros uma ou duas vezes no próximo ano.

A inflação em outubro aumentou em seu ritmo anual mais rápido em 31 anos, o que testou a suposição de trabalho do Fed para a maior parte do ano de que o surto inflacionário induzido pela pandemia seria temporário, já que os gargalos de oferta diminuíram e a demanda passou de bens para serviços.

Algumas outras autoridades disseram recentemente que também estão mais confortáveis agora ​​com um aumento da taxa de juros mais cedo no ano que vem do que o previsto anteriormente, observando que o ritmo atual de abertura de postos de trabalho colocaria o Fed no caminho de ficar perto ou cumprir sua meta de pleno emprego até meados de 2022.

Vários membros do Fed veem possível necessidade de redução mais acelerada de estímulos e alta antecipada nos juros
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (6)
Cesar Capri
Cesar Capri 25.11.2021 0:21
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Que economia estrondosamente forte. 5 mil dólares de auxilio, 400 milhões de habitantes e o efeito colateral é 0,5% de aumento de juros.
Fabio Piloto
Fabio Piloto 24.11.2021 22:46
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Vão aumentar de zero para 0,5% aa até 2023, meu Deus, vendam todas as ações!!!
Ricardo Nogueira
Ricardo Nogueira 24.11.2021 20:37
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
não acredito mais em nada. corrige 0,5% sobe 6%. mercado americano é só comprar.
Mamoru Uehara
Mamoru Uehara 24.11.2021 20:32
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
colocam o terror...ai como nao vai ter jeito de subir juros e cortar as compras cai um dia e depois só sobe. igual aqui pec bozo nao ia desistir ai falaram que é melhor a pec do que outra coisa. so pra subir e descer.
Daniel Junior
Daniel Junior 24.11.2021 16:58
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ridículo. Notícia negativa e o mercado americano sobe????
Luiz Rafael Cavalheiro
Luiz Rafael Cavalheiro 24.11.2021 16:58
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Daniel, apesar das taxas de juros subirem por lá,provavelmenre as taxas de 10 anos continuarão negativas, tal taxa é a principal no que tange a valuation de empresas, a principio o impacto n seja tao negativo,talvez seja esse o motivo da continua alta dos indicadores por lá.
Alberto Júnior
Alberto Júnior 24.11.2021 16:41
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Se aumentar a taxa nos EUA … B3 ja era !!
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail