Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Lira diz estar comprometido com solidez fiscal e pede união dos Poderes

Economia22.10.2021 17:50
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. 14/09/2021 REUTERS/Adriano Machado

Por Maria Carolina Marcello

BRASÍLIA (Reuters) - Em meio a rumores de pressão política contra o ministro da Economia Paulo Guedes, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), afirmou nesta sexta-feira que há compromisso com a solidez fiscal do país e aproveitou para defender que haja união entre os Poderes da República.

Pouco antes, o ministro da Economia fazia pronunciamento ao lado do presidente Jair Bolsonaro. Na ocasião, Guedes garantiu que permaneceria à frente da pasta e negou que as medidas anunciadas para absorver o Auxílio Brasil e uma ajuda aos caminhoneiros sejam um descompromisso com a responsabilidade fiscal.

"Estamos comprometidos com a solidez fiscal do país. É um pilar importante de nossa democracia. Dados os fatos dos últimos dias, temos convicção de que precisamos da união de todos Poderes para solucionarmos mais este impasse. Inflação, câmbio e juros afetam diretamente a vida da população", publicou o presidente da Câmara em seu perfil no Twitter após o pronunciamento de Guedes e de Bolsonaro.

Lira foi um dos patrocinadores da alternativa encontrada na PEC dos Precatórios para abrir espaço fiscal de mais de 80 bilhões de reais, de forma a garantir, até dezembro de 2022, o auxílio de 400 reais médios desejado por Bolsonaro.

Para alargar essa margem fiscal, foi inserida na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios uma mudança na janela de correção do teto de gastos pelo IPCA, em alteração que abrirá, se aprovada, um espaço para novos gastos de 83 bilhões de reais no Orçamento do ano que vem.

A correção dos gastos pela regra do teto passa a ocorrer, segundo o texto da PEC, pelo IPCA de janeiro a dezembro do ano anterior, e não mais pelos 12 meses até junho do ano anterior, mecanismo atualmente vigente.

Aprovada em comissão especial da Câmara na véspera, a PEC antecipa uma mudança na regra do teto de gastos que, pela Constituição, só poderia ser feita em 2026. A solução, costurada pela ala política do governo, fará com que a margem para acomodar novos gastos em 2022, ano de eleições, seja muito superior a outras alternativas já consideradas.

A PEC ainda precisa passar por dois turnos de votação no plenário da Câmara, onde precisa obter ao menos 308 votos favoráveis e depois ainda será analisada pelo Senado.

Lira diz estar comprometido com solidez fiscal e pede união dos Poderes
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (5)
Maury Martins
Maury Martins 24.10.2021 20:14
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Votem em quem conhece economia e tem um programa de governo, chega de estagiários!
Daniel Freiberger
Daniel Freiberger 24.10.2021 10:24
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Moro 2022
Mant Neuman
BombeiroAristide 23.10.2021 9:14
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Congresso da Rachadinha , como sempre, colaborando com a destruição do país em nome da reeleição da bandidagem corrupta do centrão.
Francisco Aguiar
Francisco Aguiar 23.10.2021 8:59
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
*Brasil resistindo e suplantando completamente a pandemia, ao desespero das tetas vazias, ao desespero da esquerda-canhota derretendo a olhos vistos, ao desespero da imprensa maldita que não recebe mais PROPINA! O presidente BOLSONARO olhando firmemente, de verdade, para classe pobre, para a massa desvalida com um auxílio de 400,00 que fica e ficará todo, todinho, aqui no nosso BRASIL, dentro de nossas fronteiras, na nossa economia ao invés de ser literalmente doado, como fizeram os corruptos e ladrões petistas e comunas que DOARAM todo o nosso dinheiro, SOMAS E CENTENAS DE BILHÕES DE REAIS para CUBA, para VENEZUELA, e para BOLÍVIA, para os amigos do tal maldito FORO de SP. Em 2022 vamos tirar TODOS os pache cuzinhos, nonhos, alcolumbres da politica. COM BILHÕES de investimento, em 2022, vamos avançar AINDA MAIS em nosso Brasil. Parabéns Guedes por não se acovardar como os ratos que zarparam. VIVA O PRESIDENTE DA REPÚBLICA BOLSONARO!*🇧🇷🇧🇷
Milton Heyde de Macedo
Milton Heyde de Macedo 23.10.2021 4:03
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
LIRA CORRUPTO. NÃO TEM PREOCUPAÇÃO NENHIMA COM A INFLAÇÃO E A POBREZA
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail