Últimas Notícias
Fecha
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Atualize já

BC já torrou US$ 23,4 bi para deter dólar

Moedas 29.10.2020 08:32
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. BC já torrou US$ 23,4 bi para deter dólar

A forte pressão de alta do dólar em relação ao real na manhã de quarta-feira, 28, fez o Banco Central entrar no mercado para segurar a moeda americana. O BC convocou leilão de venda de dólares das reservas internacionais e negociou com o mercado financeiro um total de US$ 1,042 bilhão. Com a operação, a moeda americana, que se aproximou dos R$ 5,80 antes das 10 horas, acabou recuando para a faixa dos R$ 5,73, e fechou o dia a R$ 5,7619.

Desde que a pandemia se intensificou, entre o fim de fevereiro e o início de março, o BC vem promovendo operações de venda de dólares no mercado financeiro para conter o avanço da moeda americana. A intenção não é necessariamente fazer a cotação cair, mas sim evitar que ela dispare rapidamente, o que poderia desestruturar os negócios. O efeito é paliativo.

De março até agora a instituição já vendeu um total de US$ 23,451 bilhões das reservas internacionais. Apenas em março - no auge das preocupações com a pandemia -, a instituição negociou com o mercado US$ 10,674 bilhões. Apesar do número alto, especialistas não consideram isso preocupante, já que o nível das reservas está em US$ 356,6 bilhões.

Mas a venda de dólar à vista não é a única ferramenta do BC para segurar o câmbio (ler mais no quadro abaixo). Nos últimos meses, a autarquia também promoveu operações de linha - venda de dólares com compromisso de recompra no futuro - e leilões de swap.

O swap é um tipo de contrato cambial que, ao ser negociado no mercado, tem um efeito equivalente à venda de dólares no mercado futuro da moeda americana. Na prática, é uma forma de o BC vender dólares, mas sem ter de mexer nas reservas internacionais - o seguro do País contra crises.

Na manhã de ontem, o BC negociou US$ 600 milhões por meio de swaps cambiais, mas a operação não chegou a ser uma novidade. Previsto desde terça-feira, o leilão de swaps serviu para o BC renovar contratos, de posse do mercado financeiro, que estão para vencer no início de dezembro. Com isso, a autarquia evita uma pressão adicional de alta do dólar ante o real.

Resposta

A atuação do BC ontem foi uma resposta à alta firme do dólar ante o real, mas também em relação a outras divisas de países emergentes ou exportadores de commodities (produtos básicos). Desde cedo, os mercados globais mostravam pessimismo em relação ao enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. A segunda onda da covid-19 na Europa, que atinge países como a França, e os dados de contaminação nos EUA são fatores que ameaçam a retomada econômica global.

No Brasil, a maior dúvida ainda é se o governo de Jair Bolsonaro conseguirá controlar o rombo fiscal. O receio é de que, no limite, o País não consiga equilibrar suas contas e se torne insolvente nos próximos anos. Essa preocupação acabou por fazer o dólar subir mais ante o real, na comparação com o visto em relação a outras moedas. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

BC já torrou US$ 23,4 bi para deter dólar
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (15)
Denis Buselatto
Denis Buselatto 30.10.2020 19:10
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Torrou? Que título estúpido. BC vendeu contratos de swap cambial, baixando o dólar, e colocando o lucro em caixa.
Sidnei Horst
Sidnei Horst 29.10.2020 13:32
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Pros que acham que esta tudo bem, ha uma materia no proprio app explicando os serios equivocos do BC, que nao quer assumir a Lambanca, entao ta ne, se acham que esta tudo bem, sigam nessa e votem no Bozo novamente! vai ser lindo
Ricardo P Silveira
Ricardo P Silveira 29.10.2020 12:06
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ainda bem que o Bolsonaro recebeu essa "herança maldita" de US$ 380 bilhões da Dilma para ele poder torrar.
Clóvis José Perinazzo
Clóvis José Perinazzo 29.10.2020 11:39
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
PT não fez nada certo, FMI parece melhor do que ter reservas, que pelo andar da carruagem não vai durar até 2022, aí só FMI pra socorrer.
Mamoru Uehara
Mamoru Uehara 29.10.2020 9:50
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
se tivesse freado antes quem sabe não estaria tão alto.
elton szweryda santos
elton szweryda santos 29.10.2020 9:29
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
torrou amendoins? esses dolares voltam... saem de novo, voltam...
Diego Uta
Diego Uta 29.10.2020 9:27
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Torrou? Redacoes bostas
Coraline Staker
Coraline Staker 29.10.2020 9:22
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A materia diz que o BC gastou US$ 23 bilhões de Março deste ano até agora mais que ainda não é preocupante porque tem saldo de US$ 350 bilhões A pergunta que não quer calar os Governos de esquerda não tinham quebrado o País ?
Fabio Piloto
Fabio Piloto 29.10.2020 9:22
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Explodiram a dívida pública, arrobaram as estatais, saqueram o BNDES, e deixaram 12 milhões de desempregados, só para lembrar.
Gabriel Souza
Gabriel Souza 29.10.2020 9:22
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
So lembrando que a esquerda não guardou esse dinheiro por live e espontanêa vontade, esse procedimento esta previsto em lei e não é de hoje
mario ferreira
mario ferreira 29.10.2020 9:22
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Logo se percebe quando alguem nada entende de economia e vem fazer fazer politica nesse forum procure saber a que preco ou custo essa reserva foi feita.
Coraline Staker
Coraline Staker 29.10.2020 9:22
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Até aonde eu sei a famosa caixa preta do BNDS foi aberta gastaram 42 milhões em auditoria e não acharam nada
Ricardo P Silveira
Ricardo P Silveira 29.10.2020 9:22
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Se o BNDES tivesse sido "saqueado", não teria R$ 100 bilhões em caixa para financiar mais de 300 mil empresas nesse APOIO EMERGENCIAL em plena pandemia.
Glauco Mendes
Glauco Mendes 29.10.2020 9:19
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
E ontem foi um frouxo mantendo as taxas de juros em patamar eleitoreiro.O controle do câmbio precisa vir com medidas mais claras e diretas, e não falsas barreiras com oferta de moeda e discursos sem efeito.
Alessandro Dias
Alessandro Dias 29.10.2020 9:15
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Lendo os comentários, me surpreendo como o BC prefere pagar economistas caros a vir pra cá ler as dicas.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Nossos Aplicativos
DownloadApp store
Investing.com
© 2007-2022 Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
  • Faça seu cadastro GRÁTIS e obtenha:
  • Alertas em tempo real
  • Carteira com recursos avançados
  • Gráficos personalizados
  • Aplicativo totalmente sincronizado
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail