Últimas Notícias
Investing Pro 0
❤️ Ajude as vítimas do terremoto na Síria e na Turquia Doar

BC mantém Selic em 13,75% e reforça recados a Lula sobre preocupação com quadro fiscal

Moedas 07.12.2022 20:10
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. 22/03/2022 REUTERS/Adriano Machado

Por Bernardo Caram

BRASÍLIA (Reuters) - O Banco Central decidiu manter a Selic em 13,75% ao ano, pela terceira vez consecutiva, conforme decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) nesta quarta-feira, e deu recados ao governo eleito ao dizer que há elevada incerteza sobre o futuro do arcabouço fiscal do país e ressaltar que acompanhará com atenção o quadro das contas públicas.

"O Comitê acompanhará com especial atenção os desenvolvimentos futuros da política fiscal e, em particular, seus efeitos nos preços de ativos e expectativas de inflação, com potenciais impactos sobre a dinâmica da inflação prospectiva", informou o comunicado da reunião do Copom, a primeira após a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva nas eleições presidenciais.

Em uma das inovações em relação ao comunicado da reunião de outubro, o Copom adaptou o trecho que dizia que um dos itens de seu balanço de riscos a pressionar a inflação era a "incerteza sobre o futuro do arcabouço fiscal", passando a falar em "elevada incerteza" nessa área.

Também passou a dizer que a conjuntura "particularmente incerta no âmbito fiscal" requer serenidade na avaliação dos riscos para a inflação. Ainda assim, o BC manteve sua visão de que seus cenários para a inflação permanecem com fatores de risco em ambas as direções, de alta e de baixa.

CAUTELA

Apesar dos sinais enviados ao novo governo, o economista-chefe do Banco Original, Marco Caruso, viu uma posição de relativa cautela do BC no comunicado desta quarta.

"É um BC que ainda prefere dizer: olha, eu preciso de mais detalhes, com o que eu tenho até agora os respingos no meu modelo são pequenos, no balanço de riscos tem uma piora marginal mas insuficiente para eu pensar em mudar a minha estratégia", disse.

A manutenção da taxa básica, decidida de maneira unânime pela diretoria do BC, foi ao encontro da expectativa de analistas de mercado, de acordo com pesquisa Reuters, segundo a qual 31 dos 32 economistas consultados esperavam continuidade da Selic no mesmo nível.

Com a decisão, o BC manteve a taxa básica em um patamar 11,75 pontos acima da mínima histórica de 2% ao ano, atingida em meio à pandemia de Covid-19 e que vigorou até março do ano passado. A Selic segue no nível mais alto desde janeiro de 2017, quando também estava em 13,75% ao ano.

Desde a eleição de Lula, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, vem alertando reiteradamente, em eventos públicos, sobre riscos relacionados à expansão fiscal. Em suas falas, ele tem afirmado que é preciso conciliar gastos sociais com responsabilidade fiscal, ressaltando que o quadro das contas públicas interfere na ação do Banco Central.

"A política fiscal é um 'input' para nós. E se, através desse 'input', nós acreditarmos que a convergência (da inflação) que a gente havia planejado não será atingida, reagiremos", disse em novembro.

A equipe de Lula na transição de governo está negociando com o Congresso a aprovação de uma PEC que poderá permitir uma ampliação de gastos superior a 160 bilhões de reais em 2023 e 2024 --o texto ainda está em tramitação e pode ser alterado. O objetivo é bancar o Bolsa Família ampliado, recompor despesas de ministérios e ampliar investimentos públicos.

INFLAÇÃO MAIS ALTA

Sob impacto de cortes de tributação de combustíveis e outros serviços, o IPCA registrou três meses seguidos de deflação até setembro, mas voltou a subir em outubro, acumulando alta de 6,47% em 12 meses. O IPCA-15, que é considerado uma prévia da inflação e foi divulgado há duas semanas, mostrou que os preços subiram novamente em novembro com pressão de combustíveis e alimentos.

No comunicado desta quarta, o BC elevou suas projeções para a inflação no encerramento de 2022, 2023 e 2024.

A autoridade monetária informou que, em seu cenário de referência, as estimativas para a inflação estão em 6,0% para 2022 (contra 5,8% na reunião anterior), 5,0% em 2023 (contra 4,8% antes) e 3,0% em 2024 (ante 2,9%).

As metas para o IPCA estão definidas em 3,50% para este ano, 3,25% em 2023 e 3,00% em 2024, com margem de tolerância de 1,5 ponto para mais ou para menos nos três casos.

Para o economista do banco BV Carlos Lopes, o BC mostrou uma preocupação maior com o que vem acontecendo no âmbito fiscal e piorou suas projeções para a inflação, o que reforça a cautela da autoridade monetária.

"Hoje como cenário base a gente espera que a Selic permaneça em 13,75% até a segunda metade do ano que vem e termine o ano em 12%", disse.

Desde a reunião de outubro do Comitê, em meio aos debates do governo de transição, o mercado passou a piorar as expectativas para os preços até o próximo ano.

A expectativa para inflação em 2022, segundo o boletim Focus, subiu de 5,61% no fim de outubro para 5,92% nesta semana. Para 2023, a alta foi de 4,94% para 5,08%. No caso de 2024, a previsão foi mantida em 3,50%.

No comunicado, o BC afirmou que apesar da queda recente, "especialmente" em itens voláteis e afetados por medidas tributárias, a inflação ao consumidor continua elevada.

"As diversas medidas de inflação subjacente seguem acima do intervalo compatível com o cumprimento da meta para a inflação", afirmou.

Em relação à atividade econômica, o BC disse que o PIB do terceiro trimestre apontou crescimento mais moderado, com indicadores corroborando com cenário de desaceleração esperado pelo Copom.

O comunicado ainda afirmou que o ambiente externo segue adverso, com perspectiva de crescimento global abaixo do potencial no próximo ano, alta volatilidade nos ativos financeiros e ambiente inflacionário ainda pressionado. E acrescentou que o aumento de juros em países avançados e a maior sensibilidade dos mercados a fundamentos fiscais requerem maior cuidado por parte de países emergentes.

BC mantém Selic em 13,75% e reforça recados a Lula sobre preocupação com quadro fiscal
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (1)
Gabriel Papi
Gabriel Papi 08.12.2022 6:57
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Lula, ladrão (corrupto e quadrilheiro) roubou a eleição!
João Jorge
João Jorge 08.12.2022 6:57
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Bolsonaro: Não privatizou nada, deixou a TV Lula para seu criador, trabalhou pelo fim da lava jato colocando o petista Augusto Aras na PGR, colocou Cássio Nunes Marques para votar a favor do Lula conforme registros e atas do supremo .
João Jorge
João Jorge 08.12.2022 6:57
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Bolsonaro queria Lula porque acreditava ser fácil derrotar !!! chupou
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail