Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Atualize já

Despesas pessoais aumentam em dezembro, núcleo do PCE avança

Dados Econômicos 30.01.2017 11:32
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Despesas pessoais nos EUA avançam 0,5% em dezembro, confirmando as previsões
 
EUR/USD
+0,09%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
GBP/USD
-0,47%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
USD/JPY
+0,08%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
XAU/USD
-0,03%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
DX
+0,20%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
Gold
+0,17%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 

Investing.com – As despesas do consumidor aumentaram de acordo com as previsões em dezembro, e o núcleo de preços de despesas de consumo pessoais (PCE, na sigla em inglês) também subiu conforme o esperado, mostraram os dados nesta segunda.

Em relatório, o Ministério do Comércio afirmou que as despesas pessoais aumentaram 0,5% em dezembro em comparação com o mês anterior, confirmando as estimativas e superando o crescimento de 0,2% em novembro.

A despesa do consumidor é a maior fonte de crescimento econômico nos EUA, representando dois terços da atividade econômica.

Já a renda pessoal avançou a um valor sazonalmente ajustado de 0,3% em dezembro, comparado com expectativas de avanço de 0,4%. Isso após um crescimento de 0,1% no mês anterior.

O consumo pessoal real avançou a um valor sazonalmente ajustado de 0,3% no mês passado, confirmando as expectativas e superando o avanço de 0,2% em novembro, que foi revisado de uma leitura inicial de 0,1%.

Enquanto isso, o índice de preços do núcleo do PCE cresceu 0,1% no mês passado, confirmando as previsões e superando o mês de novembro, em que permaneceu inalterado.

O índice de preços do núcleo do PCE cresceu a uma taxa anualizada de 1,7% em dezembro, em conformidade com as expectativas e com os números revisados do mês anterior (inicialmente 1,6%).

O Federal Reserve usa o núcleo do PCE como uma ferramenta para ajudar a determinar se é necessário aumentar ou diminuir as taxas de juros, no intuito de manter a inflação em 2% ou menos.

Imediatamente após o relatório, o euro foi negociado a US$ 1,0639, caindo a partir de cerca de US$ 1,0624 antes da divulgação dos dados, a libra, a US$ 1,2529, subindo de 1,2505 mais cedo, e o iene, a 114,35, partindo de 114,44 anteriormente.

O índice dólar americano, que acompanha a moeda em comparação com uma carteira das seis principais moedas, ficou em 100,82, frente a 100,97 antes do relatório.

Enquanto isso, o mercado de ações futuro americano seguia para um menor valor de abertura. O Dow futuro recuou 0,44%, o S&P 500 futuro registrou queda de 0,44%, e o Nasdaq 100 futuro encolheu 0,40%.

No mercado de commodities mundial, o ouro futuro operou a US$ 1.194,40 a onça troy, frente a US$ 1.193,55 antes dos dados, e o petróleo bruto foi negociado a US$ 53,18 o barril, partindo de US$ 53,13 anteriormente.

Despesas pessoais aumentam em dezembro, núcleo do PCE avança
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail