Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Opep discute aumento da produção em meio a alta dos preços do petróleo

Ações04.10.2021 08:50
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Imagem em 3D de bomba de extração de petróleo tendo ao fundo logotipo da OPEP. 14/10/2020. REUTERS/Dado Ruvic

LONDRES (Reuters) - A Opep e aliados se reúnem nesta segunda-feira para debater qual deve ser a produção de petróleo, desde que as interrupções no fornecimento e a recuperação da demanda após a pandemia da Covid-19 elevarem o preço para mais de 80 dólares o barril.

A alta do preço do petróleo, o maior valor nos últimos três anos, foi exacerbada por um aumento ainda maior nos preços do gás, que dispararam 300% e chegaram a ser vendidos perto do equivalente a 200 dólares o barril devido à escassez de abastecimento e baixa produção de outros combustíveis.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo, e seus aliados liderados pela Rússia, grupo conhecido como Opep+, concordou em julho em elevar a produção em 400 mil barris por dia por mês até pelo menos abril de 2022 para repor gradualmente 5,8 milhões de barris por dia dos cortes existentes.

Quatro fontes da Opep+ disseram à Reuters na semana passada que os países produtores consideravam aumentar a produção mais do que previa o acordo, mas nenhuma delas deu detalhes sobre quanto mais ou quando a oferta aumentaria.

Novembro é o mês mais próximo em que um aumento pode vir, já que a última reunião da Opep+ decidiu volumes de outubro.

Os preços crescentes do petróleo, gás, carvão e energia estão alimentando pressões inflacionárias em todo o mundo e retardando a recuperação econômica.

Um assessor do presidente dos EUA, Joe Biden, se encontrou com o príncipe saudita Mohammed bin Salman na Arábia Saudita na semana passada para discutir a guerra no Iêmen, mas disse que o preço do petróleo também era "motivo de preocupação".

A produção russa de petróleo e gás aumentou para 10,72 milhões de barris por dia em setembro, o maior nível desde os 11,34 milhões de barris por dia bombeados em abril de 2020, mostraram dados no sábado.

(Escrito por Dmitry Zhdannikov)

((Tradução Redação São Paulo))

REUTERS AAP

Opep discute aumento da produção em meio a alta dos preços do petróleo
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (18)
Dirceu Machado
Dirceu Machado 04.10.2021 11:24
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
ANP autorizou o Porto Sudeste (PSVM11 - Mubadala & Trafigura) a operar graneis líquidos - Petróleo e derivados, na modalidade "Ship to Ship" atracado . Fato Relevante publicado 17/09/2021- diário oficial da União 16/09/2021.
Ruy Novaes
Ruy Novaes 04.10.2021 8:41
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
U$D 100 Brent
Geraldo Junior
Geraldo Junior 04.10.2021 7:53
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
É um absurdo em termo de dependência das nações por um combustível fóssil, que polui o ambiente e em disso controlarem o preço através de aumento ou diminuição da produção. A produção mundial certamente conseguiria em curto espaço de tempo dobrar a produção e com isso diminuir o valor para o consumidor final.Por outro lado as nações deveriam se mexer e implementar com maior rapidez veículos tanto automóveis comuns quanto caminhões movidos a eletricidade. Com isso iria diminuir a dependência do combustível fóssil e também ajudar na diminuição da emissão de CO2 que esses combustíveis emitem.
Ramon Vasconcelos
Ramon Vasconcelos 04.10.2021 7:53
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Iria diminuir o consumo de combustíveis pelos automóveis, mas iria aumentar e muito o consumo de energia. Com esse aumento, vc acha que o mundo possui uma matriz energética renovável grande o suficiente para absorver esse impacto sem problemas? Ou acha que as termelétricas vão entrar para cobrir o aumento na demanda de energia, e consequentemente aumentar o consumo de combustíveis fósseis, aumentando também o custo de energia para a população?
José Artur Medina
José Artur Medina 04.10.2021 7:53
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Já existem carros que retiram o hidrogênio da água e o utilizam como combustível. Poderíamos utilizar os esgotos como fonte de energia, o que não faltam são alternativas
Jose Roberto
Jose Roberto 04.10.2021 7:53
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Progressistas e seu eco paraíso imaginário. E de onde virá a energia que alimentará os carros e caminhões elétricos, cara palida? V. Sra. sabia que a produção de painéis solares e baterias de lítio produzem uma quantidade muito maior de poluentes que a queima de combustíveis fosseis? E sabia que em termos energéticos leva mais de 10 anos para compensar o CO2 emitido para produzir estes equipamentos? E é risível "as nações deveriam..." tudo via planejamento central estatal: Tutto nello Stato, niente al di fuori dello Stato, nulla contro lo Stato. E os "fascistas" são os outros.
José Artur Medina
José Artur Medina 04.10.2021 7:53
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Jose Roberto  , do hidrogênio retirado da água, se informe. Mitsubishi já tem um veículo pronto desde 2014, no interior de São Paulo tem um cara que transforma veículos. O risco do hidrogênio seria risco de explosão em caso de acidentes.
Jose Roberto
Jose Roberto 04.10.2021 7:53
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
José Artur Medina  José Artur, para retirar hidrogenio da agua, e produzir o seu super eco combustível, o processo se chama hidrólise e consome uma quantidade astronômica de energia. Ficamos do mesmo tamanho: de onde virá a energia que vai produzir o combustível? Essas "gambiarras" com reator dentro do cofre do motor já foram desmascaradas há tempos. A BMW tinha uma pesquisa séria na área e ABANDONOU, porque produzir hidrogenio consome mais energia fóssil que queimar o petroleo direto no motor do carro.
Alexandre Aleksander
Alexandre Aleksander 04.10.2021 7:17
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O modismo do padrao ESG progressista estao colapsando a energia no mundo, tornaram o petroleo uma energia ruim e agora ele esta sendo a salvacao para nao termos um grande apagao. Inglaterra carro eletrico na garagem e geradoras eolicas paradas sem vento….
RICARDO HEINECK
RICARDO HEINECK 03.10.2021 23:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
tem um cartel e todo mundo Acha normal esse controle de produção
Rodrigo Matos
Rodrigo Matos 03.10.2021 22:16
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
10 o litro em breve
Bryan Alves
Bryan Alves 03.10.2021 20:56
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
que adianta cair lá fora e aqui não refletir essa diferença
Mant Neuman
BombeiroAristide 03.10.2021 20:54
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O Jegues mentiu.... O dólar alto nao é bom para o Brasil, foi bom para valorizar em 50% os milhões que tem na offshore.... Um fenômeno de rendimentos, mesmo que tenha ajudado a explodir com a inflação brasileira.
José Artur Medina
José Artur Medina 03.10.2021 20:54
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Disse o homem que entende de economia mais que o "Jegues", muito embora o tal Jegues tenha tido sucesso onde tantos fracassaram, bastava ter chamado o "BombeiroAmigo" que nada de ruim aconteceria, bom dia
Mant Neuman
BombeiroAristide 03.10.2021 20:54
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Chola Medina, passador de pano para corrupto... Não consegue me dar 3 países descentes com taxa de inflação e desemprego melhores que o Brasil... Melhor ficar quieto.... Não vale Afeganistão, Venezuela, Sudão Argentina,...
José Artur Medina
José Artur Medina 03.10.2021 20:54
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mant Neuman  , Brasil está voando, veja os números da Argentina e de inúmeros outros países, somos o terceiro país a economia se recuperar e quarto em vacinados, sairemos fortalecidos da crise de saúde.
Mant Neuman
BombeiroAristide 03.10.2021 20:54
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
José Artur Medina  Ok, estamos melhores do que Argentina, Venezuela e Afeganistão... Parabéns ao Rei da Rachadinha, ele é um fenomeno!!!!
Bruno Ben
Bruno Ben 03.10.2021 20:37
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
ué, mas era culpa do "Bozo", não?
JOAO PAULO ANTUNES OLIVEIRA
JOAO PAULO ANTUNES OLIVEIRA 03.10.2021 20:37
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
No preço do dólar ele tem culpa também
Elisio Pedro
Elisio Pedro 03.10.2021 20:37
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
petróleo já estev a mais de U$ 120,00 e o preço dos combustíveis aqui era metade do que é hoje...se vc não sabe fazer conta, não vem querer defender esse presidento incompetente...
José Artur Medina
José Artur Medina 03.10.2021 20:37
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
JOAO PAULO ANTUNES OLIVEIRA  , verdade ficou difícil trocar seu IPhone , mas a questão é ou seu IPhone ou os 2 milhões de empregos que foram criados (faz um control c e control no INDX e veja o índice de industrializa, gráfico histórico , e acorda pra realidade que você insiste em negar.
Flavio Moura
Flavio Moura 03.10.2021 20:30
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
e ai aos que vão votar no PT acham que a gasolina vai baixar? Claro que vai eles baixaram para 3 reais o litro e custando 6 reais no mercado internacional a empresa vai quebrar ...pois serão menos 6 reais, 3 do deságio do preço e 3 que vc irá pagar pelo litro e o PT irá embolsar...sem falar que compraram outras refinarias secas como a de Passadena por 463 milhões de dolares sendo que valia 42 milhões de dolares, mesmo assim péssimo negócio, pois a refinaria é seca, lembrando que a crise hídrica tambem força o preço pois usamos o diesel para as termoelétricas...
Elisio Pedro
Elisio Pedro 03.10.2021 20:30
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Genial mesmo é parar de refinar petróleo, vendê-lo bruto e obrigar o país- hoje com uma das maiores reservas de petróleo do mundo-, ter que vender gasolina importada a preço internacional...Genial mesmo é fazer o país que até uns dias era autosuficiente me petróleo e derivados ter de importar 30% do que consome, diminuindo a produção das refinarias que ainda não vendeream...Genial mesmo é vender as refinarias brasileiras, que produzem bilhões de barris de petróleo, por ninharias que nem chegam perto do que foi investido...Daria pra comprar umas centenas de pasadenas e ainda ter lucro..
Jessica Freire
Jessica Freire 03.10.2021 20:20
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Europeus querem trabalhar 36 horas semanais, manter status de ricos e escravizar países pobres.
Elisio Pedro
Elisio Pedro 03.10.2021 20:20
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
países pobres merecem, colocando a raposa pra cuidar do galinheiro....claro que não conseguiam fazer isso quando tinha governo que pensava nos 220 milhões de brasileiros...mas aí fomos escutar os bilionários insatisfeitos que gastaram fortunas pra tirar o PT e promover as tais "manifestações espontâneas" que manipularam os brasileiros a achar que estava tudo ruim, e que agora é que está ficando bom...
Moacyr Salomão
Moacyr Salomão 03.10.2021 20:19
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Esse é um site para "especializados", cada comentário de doer. Seria interessante nessa democracia da opiniao a https://investing.com desenhar o q posta da Reuters.
Jessica Freire
Jessica Freire 03.10.2021 20:16
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Enquanto os desenvolvidos tentam barrar o crescimento das economias em desenvolvimento com falácias sobre aquecimento global, os mesmos hipócritas consomem a cada dia mais combustíveis fósseis. Ou seja, segundo os países desenvolvidos, países em desenvolvimento devem pagar a conta do aquecimento global, mas nós precisamos continuar poluindo pra manter a nossa supremacia.
Mostrar respostas anteriores (1)
Jessica Freire
Jessica Freire 03.10.2021 20:16
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Daniel Rolim  Está tão interligado que o agro brasileiro causa pânico nos principais países europeus, pois o agro brasileiro produz muito, com qualidade e barato, fato que, se não houver uma guerra de narrativas e sanções, causaria a quebra de todos os produtores europeus. Eles não querem quebrar as economias em desenvolvimento, eles querem que elas não se tornem maiores que os desenvolvidos. Na época da escravidão o interesse não era matar escravos, afinal eles dependiam dos escravos.
Daniel Rolim
Daniel Rolim 03.10.2021 20:16
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Jessica Freire  como você mesma disse, o agro brasileiro é uma potência, e certamente não necessita de uma maior quantidade de terras, proveniente da queimada de florestas, para manter sua posição, já que sua produtividade dá conta disso. E não precisa ser europeu, de esquerda ou marciano pra saber que o desmatamento indiscriminado prejudica não só a população em geral como a própria sustentabilidade do agronegócio.
Jessica Freire
Jessica Freire 03.10.2021 20:16
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Daniel Rolim  Quem está falando de queimada? Meu Deus, não tem como manter uma conversa normal com esse pessoal.
Daniel Rolim
Daniel Rolim 03.10.2021 20:16
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Jessica Freire  você mesma disse sobre as "falácias do aquecimento global". Com base nessa sua afirmação já dá pra saber em quem você votou e que manter conversa normal não deve ser o seu forte.
Elisio Pedro
Elisio Pedro 03.10.2021 20:16
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
os desenvolvidos não tentam "barrar o crescimento das economias em desenvolvimento com falácias sobre aquecimento global"..,.eles fazem isso manipulando o povo a tirar do poder quem está atrapalhando...assim foi a "primavera árabe" e os protestos contra os 0,20 centavos por aqui...ou agora que tudo está o triplo do preço e o gigante não acorda é coincidência? Caímos da sexta para a décima nona potência econômica, e a vida dos brasileiros só piora desde 2016...não basta ler fake new, tem que saber interpretar a realidade tbm...quem tem olhos para ver, veja o que estão fazendo com o país e com os direitos dos brasileiros desde que tiraram o PT do poder...depois de analisar, venha dar pitaco sobre o boicote dos desenvolvidos aos países que estão crescendo e atrapalhando...
Ezehalles Monteiro
Ezehalles Monteiro 03.10.2021 19:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
a verdade é que ninguém quer pagar energia cara. só aqui no brasil que o povo aceita isso caladin.
Sérgio Moura
Sérgio Moura 03.10.2021 19:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ninguém quer, cara. Só estão botando a culpa na pessoa errada
Carlos Martinho
Carlos Martinho 03.10.2021 19:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Vai lá fora…. paguei o equivalente a 11,00 reais o litro no mes passado
Elisio Pedro
Elisio Pedro 03.10.2021 19:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
talvez seja pq por aqui as hidrelétricas estavam trabalhando com comportas abertas, mesmo com crise hídrica anunciada há mais de um ano... Pq por aqui, as elétricas perceberam que ganham mais com energia dos usineiros (termelétricas) do que com energia mais barata...comparar preço da energia no Brasil com países da Europa é desconhecer comp´letamente a matriz energética do próprio país, e menos ainda dos "estrangeiros"....a burrice tem um passado glorioso e um futuro promissor!
Rosildo da Silva
Rosildo da Silva 03.10.2021 19:21
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Péssima notícia para o Bolso se Opep decidir pelo aumento da produção, assim os preços de combustíveis correm o risco de cair.
Paulo Henrique Borges Morais
Paulo Henrique Borges Morais 03.10.2021 19:21
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
sou investidor , mais esse pensamento e fracassado, agente não pode ganhar dinheiro na desgraça do trabalhador... melhor trocar a carteira de investimentos
Renan Fagundes
Renan Fagundes 03.10.2021 19:21
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
simples meu caro, é só entrar vendido.
Conceição Santos
Conceição Santos 03.10.2021 19:21
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Comeu merd*?
Luciano Gral
Luciano Gral 03.10.2021 18:51
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Quero saber quando é que vai baixar o preço da gasolina para nós consumidores, pois gasolina à R$ 7,29 o litro NINGUÉM MERECE !
Mostrar respostas anteriores (3)
Ronaldo Vieira
Ronaldo Vieira 03.10.2021 18:51
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O General da Petrobrás disse em artigo no Estadão, que a Petrobrás está saudável, paga bastante impostos e dividendos ao Governo federal. P.orra, quem paga tudo isso é o fé.rrado povo brasileiro, a Petrobrás apenas repassa o que tira do lombo do brasileiro. Uma vergonha.
Ronaldo Vieira
Ronaldo Vieira 03.10.2021 18:51
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
antonio tributino Sempre teve ICMS, e a gasolina era mais barata.
Flavio Moura
Flavio Moura 03.10.2021 18:51
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
vai dizer isso para os Talibãs da Opep, quem dita o preço são eles...se a dona Dilma e o PT nao tivesse comprado uma refinaria seca em Passadena EUA por 463 mi USD ...sendo que valia 42 mi ... poderiamos ter feito quantas refinarias aqui COM esse dinheiro superfaturado?
Carlos Martinho
Carlos Martinho 03.10.2021 18:51
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ronaldo Vieira verdade… mas tambem 25% de ICM sempre foi muito…
Elisio Pedro
Elisio Pedro 03.10.2021 18:51
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Só quando trocar o presidente
Mansur Staim
Mansur Staim 03.10.2021 18:50
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
tenho foto do gráfico com o valor do petróleo texas negativo, mundo doido hehehehehe hehehehehe
Felipe Gomes
Felipe Gomes 03.10.2021 17:42
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Engraçado que no começo da crise de 2020, Arábia Saudita e Rússia brigaram por petróleo e aumentaram produções, agora está todo mundo nessa palhaçada. aumenta a produção pra esse preço cair desgraça kkk
Leandro Martins
Leandro Martins 03.10.2021 17:42
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Sem nocao eles brigarem para quem vendem mais barato! Vamos juntar e gamhar dinheiro junto kkkkk
Elisio Pedro
Elisio Pedro 03.10.2021 17:42
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
petróleo já esteve a mais de 120 dólares e gasolina não era tão cara...tem que ser muito "inteligente" para acreditar e aceitar bovinamente as desculpas do governo e dessa mídia podre, que só é "lixo" quando interessa ao governo que seja...
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail