Últimas Notícias
0

Por que a empresa chinesa Huawei Technologies é controversa?

Tecnologia06.12.2018 16:05
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Agentes de segurança vigiam portão do complexo do escritório da Huawei em Pequim

Por Jonathan Weber

(Reuters) - A prisão no Canadá de Meng Wanzhou, vice-presidente financeira da chinesa Huawei Technologies e filha do presidente-executivo e fundador da empresa, sacudiu a comunidade empresarial mundial nesta quinta-feira e gerou temores de que a trégua na guerra comercial entre Estados Unidos e China pode chegar a um fim rápido.

A prisão de Meng ocorreu por ordem das autoridades dos Estados Unidos e está ligada a uma investigação sobre supostas violações das sanções comerciais dos EUA, disse à Reuters uma pessoa a par do assunto. O Ministério das Relações Exteriores da China disse que nem os Estados Unidos nem o Canadá explicaram as razões da prisão.

O que é a Huawei?

A Huawei, fundada em 1987 pelo ex-oficial militar Ren Zhengfei, é a maior fornecedora mundial de equipamentos de rede de telecomunicações e a segunda maior fabricante de smartphones do mundo, com uma receita de cerca de 92 bilhões de dólares no ano passado. Ao contrário de outras grandes empresas chinesas de tecnologia, ela faz grande parte de seus negócios com o exterior e é líder de mercado em muitos países da Europa, Ásia e África.

A empresa, que emprega 180 mil pessoas, permanece de capital fechado e se descreve como de propriedade dos empregados, embora sua estrutura de propriedade seja desconhecida.

Como a empresa se tornou tão bem sucedida?

A Huawei foi uma fornecedora pioneira de equipamentos de telecomunicações em um momento em que a China estava investindo muito para atualizar suas redes, importando grande parte de seus equipamentos. A Huawei começou a competir internacionalmente nos anos 90 e era conhecida por reduzir drasticamente os preços em relação aos rivais.

Os concorrentes classificaram a Huawei como uma fornecedora de equipamentos copiados, e empresas como a Cisco Systems e a Motorola entraram com processos por supostos roubos de segredos comerciais.

Mas a Huawei investiu pesado em pesquisa e desenvolvimento e agora é considerada uma líder global em tecnologias de rede de telecomunicações e smartphones de ponta. Em contraste, seus principais rivais ocidentais, Nokia e Ericsson, têm enfrentado problemas financeiros nos últimos anos.

A Huawei hoje continua expandindo para novas áreas, incluindo desenvolvimento de chips, inteligência artificial e computação em nuvem.

Por que alguns governos baniram os equipamentos da Huawei?

Agências de inteligência dos EUA alegam que a Huawei está ligada ao governo da China e que seus equipamentos podem ter sido projetados para permitir o acesso de espiões do governo chinês. Nenhuma evidência foi apresentada publicamente e a empresa negou repetidamente as alegações.

Mas as suspeitas persistem. A preocupação agora se concentra na implantação de redes móveis de quinta geração (5G), onde a Huawei está na vanguarda. Uma nova lei na China, exigindo que qualquer empresa doméstica ajude o governo quando solicitado, também alimentou preocupação.

O governo norte-americano tomou uma série de medidas para impedir o acesso da empresa aos mercados dos EUA, incluindo a proibição de compras governamentais de equipamento da Huawei e a negação de ajuda do governo a qualquer operadora que use equipamentos da Huawei.

As principais operadoras norte-americanas Verizon Communications e AT&T romperam acordos para distribuir os smartphones Huawei no início deste ano.

A maioria dos países, até mesmo aliados próximos dos EUA, como Canadá, Reino Unido e Alemanha, não fizeram nenhum movimento contra a Huawei, alegando que eles têm procedimentos suficientes para testar a segurança dos equipamentos. Mas a Austrália e a Nova Zelândia proibiram recentemente a Huawei de construir redes 5G e há indícios de que outros países, incluindo a Alemanha, estão revisitando a questão.

A prisão de Meng Wanzhou está relacionada a essas preocupações de segurança?

Autoridades norte-americanas não revelaram as circunstâncias da prisão de Meng, mas uma fonte a par do assunto disse à Reuters que a prisão está relacionada a violações das sanções comerciais dos Estados Unidos. A Reuters publicou uma investigação há quase seis anos sobre os laços da executiva e da Huawei com uma empresa chamada Skycom, que tentou vender equipamentos de informática da Hewlett-Packard para uma operadora de telefonia móvel iraniana, em contravenção a essas sanções.

Alguma outra empresa chinesa também foi acusada de violação das sanções contra o Irã?

A ZTE, rival menor da Huawei, se declarou culpada no ano passado por conspirar para burlar o embargo ao vender equipamentos norte-americanos para o Irã. No início deste ano, o Departamento de Comércio norte-americano disse que a ZTE violou o acordo e proibiu a empresa de comprar qualquer componente dos EUA - uma medida que interrompeu muitas operações da ZTE.

Um novo acordo foi alcançado e a proibição foi suspensa a pedido do presidente dos EUA, Donald Trump, uma suposta concessão ao presidente chinês, Xi Jinping, que surpreendeu e enfureceu outros no governo dos EUA.

Essas questões estão relacionadas à guerra comercial EUA-China?

As investigações de sanções precederam em muito a guerra comercial. Mas o momento da prisão de Meng complica o cenário, no momento em que os presidentes Trump e Xi chegaram a uma trégua temporária da guerra comercial. Os mercados financeiros recuaram com as notícias da detenção, por temerem que isso possa prejudicar a trégua. No entanto, não há provas de que seja uma provocação deliberada dos EUA, e não apenas uma infeliz coincidência.

O que pode acontecer com a Huawei agora?

Proibir a empresa de comprar componentes nos EUA, como ocorreu temporariamente com a ZTE, seria devastador para a Huawei, mas não há razão no momento sugerir que isso possa acontecer. Se o caso levar os principais países europeus a se voltar contra a empresa, isso poderá causar impacto de longo prazo em seu crescimento e influência.

Ainda assim, o status da Huawei como líder da indústria de alta tecnologia da China, num momento em que o país está correndo para alcançar os EUA em áreas complexas como o desenvolvimento de chips, significa que certamente a empresa continuará sendo uma força poderosa nos próximos anos.

(Por Jonathan Weber)((Tradução Redação São Paulo; +55 11 56447509))REUTERS TH RBS

Por que a empresa chinesa Huawei Technologies é controversa?
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias ou ataques pessoais dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários
Phillipe Oliveira
Phillipe Oliveira 09.12.2018 10:02
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Sobre a Huawei ter que colaborar com o governo, não me parece diferente de outros países. No Brasil empresas são orientadas pela justiça a colaborar quando necessário. Nos EUA não tenho duvidas que eles tem também um papel junto ao governo...No final me parece que os EUA não querem perder sua hegemonia como principal economia e força a todos os parceiros a criarem embargos contra rivais que ameacem sua influência no mundo..Esse caso mostra que os EUA vendem liberalismo para o mundo emergente, mas não praticam para não perder sua posição de xerifes do globo.
Responder
1 0
Cristiano Favatto
CRFavatto 07.12.2018 7:50
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Matéria bastante completa. Parabéns Reuters. Agora sobre o tema. É questionadora a opinião levantada considerando a tese de que as informações trafegam nas antenas de celular possam ser acessadas pela Huawei. Nada garante de que realmente possam haver nestes equipamentos a possibilidade de que a fabricante consiga interceptar a informação trafegada. Quem garante (...)?
Responder
3 4
Cristiano Favatto
CRFavatto 07.12.2018 7:50
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Matéria bastante completa. Parabéns Reuters. Agora sobre o tema. É questionadora a opinião levantada considerando a tese de que as informações trafegam nas antenas de celular possam ser acessadas pela Huawei. Nada garante de que realmente possam haver nestes equipamentos a possibilidade de que a fabricante consiga interceptar a informação trafegada. Quem garante (...)?
Responder
1 1
Jean Marcelo
Jean Marcelo 07.12.2018 0:36
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Entao prende o Mark Z. Ele roubou dados de milhoes e todos sabem disso
Responder
3 1
Augusto Damé
Augusto Damé 06.12.2018 22:49
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Os EUA parecem esquecer do escândalo com a NSA. Eles sabem do perigo do roubo de informações já que eles mesmo são pioneiros no ramo
Responder
3 1
evandro antunes
evandro antunes 06.12.2018 22:49
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
NSA usava falhas de segurança pra Explorar e obter informação, inclusive não conseguiram acessar a Apple, e a Apple se recusou a fornecer ferramentas para tal... Nesse caso é diferente pois a China forçou a Huawei a cooperar com o governo, é isso que os EUA estão alegando
Responder
1 0
evandro antunes
evandro antunes 06.12.2018 22:49
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
NSA usava falhas de segurança pra Explorar e obter informação, inclusive não conseguiram acessar a Apple, e a Apple se recusou a fornecer ferramentas para tal... Nesse caso é diferente pois a China forçou a Huawei a cooperar com o governo, é isso que os EUA estão alegando
Responder
1 0
André Luis Vefago Serafim
André Luis Vefago Serafim 06.12.2018 19:29
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
foda essa reportagem, parabéns ao jornalista
Responder
12 0
Kleyton Paulino
Kleyton Paulino 06.12.2018 19:17
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Responder
0 0
BullGreen Green
BullGreen 06.12.2018 19:13
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Reportagem que dá gosto de ler. Teor eloquente. show de bola
Responder
7 0
Joao de
Joao de 06.12.2018 18:56
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O louco atuou de novo,
Responder
1 0
Maurilio Barcelos
Maurilio Barcelos 06.12.2018 18:37
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Excelente report !!
Responder
6 0
Janilton SSA
Janilton SSA 06.12.2018 18:32
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Show de informação!!!
Responder
4 0
Janilton SSA
Janilton SSA 06.12.2018 18:31
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Valeu
Responder
1 0
João Vitor Holowka da Rosa
João Vitor Holowka da Rosa 06.12.2018 18:30
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Atualmente os equipamentos Huawei, tecnicamente, não deixam nada a desejar em relação a seus concorrentes. Tão bons quanto e muito mais baratos. Isso incomoda.De toda forma, quando o assunto é privacidade não dá pra colocar a mão no fogo por ninguém.
Responder
8 0
Leo Nonato
Leo_Nonato 06.12.2018 17:55
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Belissimo artigo. Esclarecedor.
Responder
7 0
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Registrar-se com Google
ou
Registrar-se com o e-mail