⌛ Perdeu a alta de 13% da ProPicks em maio? Assine agora e receba mais cedo as ações de Junho.Desbloquear ações

Calendário Econômico: IPCA-15, PIB e PCE nos EUA e dados de big techs e da Vale

Publicado 19.04.2024, 22:46
© Investing.com
US500
-
USD/BRL
-
ESM24
-
BVSP
-
iBOV
-
WINc2
-

Investing.com – As atenções dos investidores estarão direcionadas à temporada de balanços corporativos dos Estados Unidos na próxima semana, com relatórios de grandes companhias do setor de tecnologia, além da Vale (BVMF:VALE3), dando mais destaque aos dados do primeiro trimestre no Brasil. Além disso, economistas e analistas monitoram de perto o Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos do primeiro trimestre deste ano e índice de preços PCE de março, assim como o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) no Brasil, considerado a prévia da inflação oficial, além de decisões de política monetária na China e no Japão.

CONFIRA: Calendário Econômico do Investing.com

“Espera-se que a próxima semana seja movimentada, à medida que os investidores continuam a avaliar quanto ainda resta na recuperação inspirada na IA em Wall Street e quando o Fed começará a cortar as taxas de juros”, destaca Jesse Cohen, analista sênior do Investing.com.

Balanços Trimestrais

As big techs são destaque da semana, com divulgações, na terça, de dados da Tesla (NASDAQ:TSLA), além de Visa (NYSE:V), Pepsico (NASDAQ:PEP) e GM. O sentimento de sell-side é extremamente bearish para Tesla, segundo Cohen, diante de preocupações com o enfraquecimento da demanda por seus veículos elétricos e a crescente concorrência.

Na quarta, é a vez da Meta, IBM (NYSE:IBM), Boeing (NYSE:BA), Ford (NYSE:F), assim como a mineradora brasileira Vale. “As ações da META tiveram uma recuperação surpreendente nos últimos 12 meses e subiram impressionantes 130% nesse período, com os investidores encorajados pelas recentes iniciativas de IA, bem como pelas iniciativas agressivas de redução de custos implementadas pelo CEO Mark Zuckerberg”, detalha Cohen. Para a Vale, o Itaú BBA espera um Ebitda para US$ 3,6 bilhões, mas pondera que o número representa uma queda de 46% no trimestre.

Microsoft (NASDAQ:MSFT), Alphabet (NASDAQ:GOOGL) e Starbucks (NASDAQ:SBUX) reportam indicadores financeiros na quinta, enquanto as petroleiras Exxon Mobil (NYSE:XOM) e Chevron (NYSE:CVX) fecham a semana com dados na sexta. Os dados das big techs são críticos para a recuperação contínua do mercado de ações, de acordo com o analista do Investing.com.

Dados Econômicos

A China define sua taxa de referência para empréstimos no domingo, e o Japão apresenta na segunda dados que trazem mais detalhes sobre a performance econômica com os índices gerentes de compras (PMI). PMIs da Zona do Euro, Reino Unido e Estados Unidos saem na terça, enquanto a quarta será de confiança do consumidor no Brasil.

O Conselho Monetário Nacional (CMN) se reúne na quinta, mesmo dia em que serão reportados indicadores de receita tributária no Brasil. Ainda na quinta, o Japão divulga o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) e os EUA indicam a preliminar do Produto Interno Bruto (PIB) do primeiro trimestre e preços do PCE entre janeiro e março.

“Esperamos ver uma moderação na taxa de crescimento para cerca de 2,6% no primeiro trimestre de 2024, acima da previsão de consenso de 2,1%, mas ainda amplamente em linha com a tendência de crescimento”, aponta o ING em relatório.

Na sexta, destaque para decisão de juros japonesa, prévia da inflação no Brasil e índice de preços PCE de março (o preferido do Federal Reserve), além de indicadores de renda pessoal e gastos dos consumidores dos EUA.

Sobre o PCE nos EUA, a expectativa de consenso é de que o núcleo do índice suba 0,3% no mês, igual ao de fevereiro. A taxa anualizada tende a passar de 2,8% para 2,7%, conforme projeções de mercado.

O ING espera concorda com a expectativa de 0,3% em termos mensais, “o que é inferior ao IPC, mas ainda demasiado elevado para ser confortável, o que deverá confirmar as expectativas do mercado de que a primeira oportunidade para um corte na taxa de juro do Fed é setembro”, em sua visão.

**

Precisa de ajuda para navegar nos mercados? InvestingPro é para você!

Seja você busca conquistar orientações sobre investimentos ou procura por ferramentas que permitam escolher as ações corretas do Ibovespa ou dos mercados globais por conta própria, o InvestingPro tem algo a oferecer.

Você encontrará estratégias de IA, indicadores exclusivos, dados financeiros históricos, notícias profissionais e muitos outros serviços para sempre manter uma vantagem nos mercados e saber quais ações comprar e quais evitar.

E os leitores de nossos artigos têm por tempo limitado um desconto especial nas assinaturas Pro e Pro+ de 1 e 2 anos, graças ao código promocional INVESTIR a ser inserido na página de pagamento.

Inscreva-se agora! E não esqueça o código promocional "INVESTIR", válido para assinaturas Pro e Pro+ de 1 e 2 anos!

Recursos do InvestingPro - Use o cupom INVESTIR para um desconto adicional




Veja como aplicar o cupom no vídeo abaixo:

Últimos comentários

Carregando o próximo artigo...
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.