Garanta 40% de desconto
🚀 6 ações que subiram +25% no 1º tri selecionadas pela nossa IA. Quais ações vão subir no 2º tri?Não perca a lista completa

Futura decisão do STF sobre vínculo de motoristas e Uber servirá para outros casos, decide maioria

Publicado 28.02.2024, 17:52
Atualizado 28.02.2024, 17:55
© Reuters. Entregador do Uber Eats usa o celular em São Paulo
19/09/2018
REUTERS/Nacho Doce

Por Ricardo Brito

BRASÍLIA (Reuters) - O plenário virtual do Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria, nesta quarta-feira, para reconhecer que uma futura decisão da corte sobre se há vínculo empregatício entre os motoristas de Uber (NYSE:UBER) e a empresa vai servir de baliza para outros casos semelhantes.

Até o momento, seis dos 11 ministros do tribunal entenderam que esse processo terá a chamada repercussão geral: o relator Edson Fachin e os ministros Flávio Dino, Cármen Lúcia, Alexandre de Moraes, Luiz Fux e André Mendonça.

Fachin disse em seu voto que o Supremo deve dar uma "resposta uniformizadora e efetiva" à sociedade brasileira em relação ao assunto, destacando que tem havido "decisões divergentes" e que criam "inegável insegurança jurídica".

“Não se pode olvidar que há decisões divergentes proferidas pelo Judiciário brasileiro em relação à presente controvérsia, o que tem suscitado uma inegável insegurança jurídica", disse.

"A disparidade de posicionamentos, ao invés de proporcionar segurança e orientação, agravam as incertezas e dificultam a construção de um arcabouço jurídico estável e capaz de oferecer diretrizes unívocas para as cidadãs e cidadãos brasileiros”, emendou.

© Reuters. Entregador do Uber Eats usa o celular em São Paulo
19/09/2018
REUTERS/Nacho Doce

Quando um processo ganha repercussão geral, a causa terá amplo alcance e servirá de norte para a Justiça e terá implicações para casos parecidos. Podem ser afetados, além do Uber, aplicativos como Rappi, Loggi, 99, Zé Delivery e iFood, por exemplo.

Em manifestação ao Supremo de dezembro, a Procuradoria-Geral da República (PGR) disse que até maio do ano passado haviam sido propostas ao menos 17 mil ações na Justiça trabalhista com o objetivo de reconhecer vínculo entre os trabalhadores e as empresas de transporte de mercadorias ou de passageiros por meio de plataformas digitais.

O julgamento virtual está previsto para encerrar na sexta-feira. Por ora, não há ainda um prazo para que esse processo venha a ser julgado com repercussão geral.

Últimos comentários

Faz o seguinte, tem que ser igual marketplace, o cara abre um cnpj, cadastra sua empresa no aplicativo e usa os clientes da plataforma terceirizada. . pronto. Cada um com seus problemas e segue o jogo.
Resultado milhoes de desempregados !
não vai reconhecer vínculo. anote
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.