🔮 Melhor do que Buffett? Nosso Preço-Justo achou essa joia com +42% 5 meses antes deleLibere o preço-justo

Yellen diz que créditos fiscais para moradia propostos por Biden podem aumentar oferta

Publicado 08.03.2024, 13:28
Atualizado 08.03.2024, 13:31
© Reuters. Secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen
02/03/2024. REUTERS/Cristian Rudolffi

Por David Lawder e Susan Heavey

WASHINGTON (Reuters) - Os créditos tributários propostos pelo presidente norte-americano, Joe Biden, para determinados compradores e vendedores de imóveis residenciais podem ajudar a aumentar a oferta de moradias no país e tornar as casas mais acessíveis, disse a secretária do Tesouro, Janet Yellen, nesta sexta-feira.

Ela falou um dia depois de o presidente ter revelado a proposta em seu discurso anual sobre o Estado da União.

Yellen disse em uma entrevista à MSNBC que a prioridade econômica de Biden é ajudar os norte-americanos a lidarem com preços mais altos e custos de vida elevado, incluindo de habitação.

A Casa Branca disse que o crédito proposto forneceria aos compradores de casas de classe média e de primeira viagem um crédito fiscal anual de 5.000 dólares por ano durante dois anos - o equivalente a reduzir as taxas de juros em mais de 1,5 ponto percentual para uma moradia de preço médio.

Para incentivar mais proprietários a venderem suas "casas iniciais" a esses compradores, Biden está propondo um crédito fiscal de 10.000 dólares por um ano, que se aplicaria a casas abaixo do preço médio de suas áreas. Muitos desses compradores estão presos a taxas de hipoteca baixas, e o crédito tem como objetivo compensar os custos mais altos de hipoteca para uma "troca" ou casa menor.

De acordo com um informativo da Casa Branca, os créditos ajudarão cerca de 3,5 milhões de compradores de imóveis de primeira viagem e 3 milhões de vendedores. Com base nas taxas de crédito, isso custaria cerca de 65 bilhões de dólares em dois anos.

Mas esses créditos precisariam da aprovação do Congresso, que está lutando para aprovar o financiamento do governo deste ano em meio às exigências republicanas de cortes de gastos.

© Reuters. Secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen
02/03/2024. REUTERS/Cristian Rudolffi

Perguntada na MSNBC se os créditos poderiam superaquecer a economia, Yellen disse que Biden quer garantir que as famílias de classe média possam comprar casas.

"Ele também está propondo medidas para expandir a oferta de moradias", disse Yellen. "E acredito que elas serão muito úteis: investir na reforma de propriedades, expandir o crédito fiscal para moradias de baixa renda, que será útil para os norte-americanos lidarem com a escassez de moradias acessíveis."

Yellen também disse que não viu evidências de pressões salariais inflacionárias se formando nos dados de emprego desta sexta-feira. Ela acrescentou que os dados sinalizam um mercado de trabalho forte sem uma aceleração dos ganhos salariais.

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.