Garanta 40% de desconto
⚠ Alerta de Balanço! Quais ações estão prontas para disparar?
Veja as ações no nosso radar ProPicks. Essas estratégias subiram 19,7% desde o início do ano.
Não perca a lista completa

Brasil faz parceria com coalizão climática para impulsionar crescimento sustentável

Publicado 26.02.2024, 20:57
Atualizado 26.02.2024, 21:00
© Reuters. Imagem aérea de área desmatada da floresta amazônica no Estado do Pará
21/01/2023
REUTERS/Ueslei Marcelino

Por Jake Spring e Simon Jessop

SÃO PAULO (Reuters) - O Brasil anunciou uma parceria com a maior coalizão climática financeira do mundo nesta segunda-feira a fim de impulsionar o financiamento em energia limpa e os esforços para restaurar a natureza, como o reflorestamento da floresta amazônica.

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) se unirá à Glasgow Financial Alliance for Net Zero (GFANZ) -- uma coalizão global de gestoras de ativos, bancos e seguradoras -- para mobilizar financiamento público e privado.

A parceria ecoa algumas iniciativas existentes para ajudar países, como um programa de 20 bilhões de dólares na Indonésia para eliminar gradualmente o carvão, embora o anúncio do Brasil não venha acompanhado de compromissos de investimentos bilionários.

O presidente do BNDES, Aloizio Mercadante, se recusou a divulgar um valor esperado para o investimento ou cronograma para seu lançamento, mas disse a repórteres que o governo irá agir com "urgência".

O anúncio ocorre em meio à tentativa de o presidente Luiz Inácio Lula da Silva assumir, nos próximos dois anos, papel central na liderança dos esforços climáticos globais, ao receber no país o grupo das maiores economias, G20, este ano e a cúpula climática da ONU (COP30) em 2025.

O copresidente da GFANZ, Mark Carney, ex-presidente do banco central da Inglaterra, comparou o programa a uma versão "mais ampla" dos esforços de financiamento da Just Energy Transition Partnership (JETP) para eliminar de forma gradual o carvão no Vietnã, Indonésia e África do Sul. A JETP é apoiada pelos Estados Unidos e outras nações ricas com financiamento público e privado, incluindo bancos de desenvolvimento multilaterais.

© Reuters. Imagem aérea de área desmatada da floresta amazônica no Estado do Pará
21/01/2023
REUTERS/Ueslei Marcelino

"Isso é muito mais amplo em toda a economia, ao contrário de apenas energia, e está avançando, em vez de lidar com ativos ociosos", disse Carney nos bastidores de um evento de finanças verdes em São Paulo.

Carney e Mercadante disseram que a plataforma de investimento será usada para expandir o já vasto setor de energia renovável do Brasil e projetos como o "Arco do Reflorestamento" que visa restaurar 60 mil quilômetros quadrados de floresta amazônica degradada ou destruída.

(Reportagem de Jake Spring em São Paulo e Simon Jessop em Londres)

Últimos comentários

Bla bla bla. Apenas confete, de efetivo nada
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.