Últimas Notícias
Garanta 40% de desconto 0
🔎 Confira as ProTips completas de NVDA e descubra riscos e retornos DESCONTO de 40%

Dólar engata alta ante real após sinalizações do Fed sobre economia

Publicado 22.09.2020 09:15 Atualizado 22.09.2020 15:10
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. (Blank Headline Received)
 
USD/TRY
+0,32%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
USD/BRL
-0,92%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 

Por Luana Maria Benedito

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar passou a mostrar forte alta e voltou a se aproximar de 5,50 reais nesta terça-feira, acompanhando a aceleração dos ganhos da moeda norte-americana no exterior, depois que autoridades do Federal Reserve emitiram alertas sobre o futuro da inflação, dos juros e da recuperação econômica dos Estados Unidos.

Em declarações feitas mais cedo ao Congresso norte-americano, Jerome Powell, chair do Fed, disse que o caminho à frente na retomada da atividade da maior economia do mundo permanece incerto, apesar de uma "melhora acentuada" desde que a pandemia de coronavírus levou o país a uma recessão.

Ainda nesta terça-feira, Charles Evans, presidente do Federal Reserve de Chicago, reforçou a mensagem de Powell ao dizer que a economia corre risco de enfrentar uma recuperação mais longa e lenta caso o Congresso dos EUA não aprove um pacote fiscal para apoiar os norte-americanos desempregados e governos estaduais e locais.

Evans também chamou atenção dos mercados por comentários feitos sobre a inflação e os juros norte-americanos, dizendo que o Fed poderia elevar sua taxa básica antes que a alta dos preços alcance a meta do Fed, agora de uma média de 2%.

Na esteira das sinalizações do banco central norte-americano, o dólar à vista subia 1,43%, a 5,4773 reais na venda, por volta de 14h55.

Perto das 14h, a cotação bateu a máxima intradiária, de 5,4975 reais (+1,81%), bem distante da mínima de mais cedo, de 5,3839 reais (-0,30%), atingida ainda no meio da manhã.

O índice do dólar contra uma cesta de moedas fortes subia 0,43%, enquanto a maioria das moedas arriscadas pares do real --como peso mexicano, rand sul-africano, lira turca e dólar australiano-- engatava perdas.

"Percebemos o impacto das várias falas do banco central norte-americano, sinalizando que os juros podem subir antes da inflação chegar a 2% e insistindo na necessidade de medidas fiscais", explicou Lucas Carvalho, analista da Toro Investimentos.

A perspectiva de possível aumento dos juros pelo Fed --e consequente melhora na atratividade dos rendimentos nos Estados Unidos-- é vista pelos mercados como fator positivo para o dólar, que recentemente apresentou fraqueza generalizada depois que uma mudança no arcabouço de política monetária do Fed sugeriu que os juros por lá ficariam baixos por um período prolongado.

"Além disso", acrescentou Carvalho, "alguns receios ficam no radar, como a nova onda de contaminações por coronavírus e novas restrições que podem dificultar retomada econômica como um todo".

Sinais de estagnação nas negociações sobre um novo pacote de estímulo fiscal na maior economia do mundo, devido a impasses entre republicanos e democratas antes das eleições norte-americanas, também seguiam pesando sobre o sentimento.

A queda de 0,30% do dólar mais cedo foi associada à falta de surpresas na ata da última reunião de política monetária do Banco Central do Brasil.

O documento, divulgado pelo BC nesta terça-feria, indicou que as condições para sua sinalização de que a taxa Selic não deve subir seguem de pé e reforçou considerar adequado manter a chamada prescrição futura como instrumento de política monetária adicional.

Na semana passada, o BC manteve a taxa Selic na mínima histórica de 2%, decisão que veio dentro das expectativas dos mercados e marcou uma pausa em um prolongado ciclo de redução de juros pela autoridade monetária.

O patamar extremamente baixo da Selic, além de preocupações com a saúde das contas públicas brasileiras e incertezas políticas locais, é apontado por analistas como um dos principais fatores para a disparada do dólar em 2020, que já supera os 36%, em termos nominais.

"O real é uma das piores moedas do pacote de pares do dólar e o preço (do dólar) está exagerado", comentou Vanei Nagem, responsável pela mesa de câmbio da Terra Investimentos, destacando que esse contexto pode levar a eventuais ajustes no patamar da moeda brasileira, que parece estar resistindo ao nível 5,50 reais.

O último fechamento do dólar interbancário acima desse patamar foi em 27 de agosto, quando encerrou o pregão cotado a 5,5789 reais na venda.

Na véspera, o dólar à vista registrou alta de 0,43% no fechamento, a 5,4000 reais na venda.

(Edição de José de Castro)

Dólar engata alta ante real após sinalizações do Fed sobre economia
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir esse gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por esse motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (5)
Rogerio Soares
Rogerio Soares 23.09.2020 0:08
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
ouro e dólar minha gente.
Ottorino Cetti Brasileiro
Ottorino Cetti Brasileiro 22.09.2020 16:43
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O Brasil está com os dias contatos. Déficit fiscal explosivo, desvalorização cambial, um dos países com mais contaminados por COVID, baixos salários, pobreza etc. Quem puder se agarre num terreno, imóvel ou dólar porque nem os investimentos "sofisticados" como ações vai segurar o tranco se for denominado em Real.
olavo cunha
olavo cunha 22.09.2020 16:38
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
fora dilma fora pt fora lula quero meu dolar a 2 reais novamente!!! quero ir para a disney....kkk
Marcelo Peralta
Marcelo Peralta 22.09.2020 16:38
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Bons tempos de comunismo, com o Brasil em grau de investimento, dólar baixo, fundos de renda fixa atrativos e os estrangeiros investindo no país. Aí veio o capitalismo...
leonel Antonio Gusberti
leonel Antonio Gusberti 22.09.2020 16:38
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
talvez se o povo da esquerda parar de baderna podemos ter um real mais.
Fernando Bassani
Fernando Bassani 22.09.2020 12:57
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Nem deveriam publicar uma notícia dessa essas horas da manhã, deveriam esperar o final do dia.
Magno Ricardo Moreira
Magno Ricardo Moreira 22.09.2020 12:46
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
22 09 2020 às 12:45 cotação 5,46....Más, é verdade esse BILHETE kkk
 
Tem certeza que deseja excluir esse gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar esse comentário

Diga-nos o que achou desse comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail