Garanta 40% de desconto
🚀 6 ações que subiram +25% no 1º tri selecionadas pela nossa IA. Quais ações vão subir no 2º tri?Não perca a lista completa

Líderes europeus prometem em Kiev apoiar a Ucrânia

Publicado 24.02.2024, 13:36
Atualizado 24.02.2024, 13:40
© Reuters. A presidente da Comissão Europeia
23/02/2024
REUTERS/Kacper Pempel

Por Olena Harmash e Angelo Amante

KIEV (Reuters) - A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, prometeu que a Europa apoiará a Ucrânia até ela estar “finalmente livre”, e ela e outros três líderes de países do continente chegaram a Kiev para mostrar solidariedade à nação na data que marca o segundo ano da invasão russa.

A visita de Von der Leyen e dos primeiros-ministros de Itália, Canadá e Bélgica — Giorgia Meloni, Justin Trudeau e Alexander De Croo — foi uma demonstração de apoio em um momento no qual a Ucrânia sofre com escassez de suprimentos militares, algo que está pressionando o país no campo de batalha e dando ganhos territoriais a Moscou.

    "Mais do que nunca, estamos firmes ao lado da Ucrânia. Financeiramente, economicamente, militarmente, moralmente. Até este país estar finalmente livre", escreveu Von der Leyen, que chegou com os demais líderes em um trem noturno que veio da vizinha Polônia, na plataforma de redes sociais X.

    Os líderes visitaram o aeroporto Hostomel, local de uma feroz batalha no começo da invasão, quando a Rússia tentou lançar paraquedistas para tomar a capital, Kiev, que fica a alguns quilômetros de distância.

    "Estamos aqui hoje para agradecer aos homens e mulheres que em 24 de fevereiro, há dois anos, não fugiram, mas lutaram”, afirmou Meloni. "Este lugar é um símbolo das falhas de Moscou, um símbolo do orgulho ucraniano."

    O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskiy, abraçou os líderes ocidentais e discursou à frente de uma aeronave danificada.

    "Há dois anos, recebemos tropas inimigas aqui com fogo e, dois anos depois, estamos encontrando os nossos amigos e parceiros aqui", disse.

    “Qualquer pessoa normal quer que a guerra acabe. Mas nenhum de nós permitirá que nossa Ucrânia acabe", afirmou. "A palavra ‘independente’ sempre estará ao lado da palavra ‘Ucrânia’ na história futura."

    Fora de Kiev, a guerra continua. Drones russos atacaram o porto de Odessa pela segunda noite consecutiva, atingindo um edifício residencial e matando uma pessoa, de acordo com o governador regional. Em Dnipro, um drone russo atacou um apartamento, e as equipes de resgate retiraram dois corpos do local.

    Uma fonte em Kiev afirmou que drones ucranianos causaram um incêndio em uma usina siderúrgica russa, que uma autoridade do país disse ser em Lipetsk, a 400 quilômetros da Ucrânia e responsável por cerca de 18% da produção nacional.

    Meloni e Trudeau devem assinar acordos de segurança com Zelenskiy durante a visita, parecidos com aqueles já realizados com França e Alemanha, no valor de bilhões de dólares.

    Contudo, 61 bilhões de dólares prometidos pelo presidente norte-americano, Joe Biden, estão sendo bloqueados pelos republicanos do Congresso dos EUA, jogando sombras sobre os planos de Kiev de expulsar os militares russos, que têm número muito maior de efetivo e melhores equipamentos.

© Reuters. A presidente da Comissão Europeia
23/02/2024
REUTERS/Kacper Pempel

    Biden deve participar neste sábado de uma conferência por vídeo com líderes do G7, com Zelenskiy convidado a participar.

    O Ocidente vê a invasão como um ato injustificável de agressão que deve ser rechaçado. A Itália, atual presidente do G7, afirmou ser vital contestar a percepção de que as nações estão estafadas pelo conflito e que a Rússia o está vencendo. 

(Reportagem de Olena e Harmash Angelo Amante; reportagem adicional de Andrew Osborn e Mike Collett-White)

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.