Garanta 40% de desconto
🚀 6 ações que subiram +25% no 1º tri selecionadas pela nossa IA. Quais ações vão subir no 2º tri?Não perca a lista completa

Príncipe Harry recorrerá após derrota em ação sobre sua proteção policial no Reino Unido

Publicado 28.02.2024, 10:59
Atualizado 28.02.2024, 11:01
© Reuters. Príncipe Harry em Londres
 6/6/2023   REUTERS/Toby Melville

Por Michael Holden

LONDRES (Reuters) - O príncipe Harry anunciou na quarta-feira que entrará com um recurso depois de ser derrotado em ação judicial contra a decisão do governo britânico de retirar sua proteção policial quando ele estiver no Reino Unido.

Harry, filho mais novo do rei Charles, entrou com a ação contra o governo na Alta Corte de Londres depois que o Home Office - o ministério responsável pelo policiamento - decidiu em fevereiro de 2020 que ele deixaria de receber automaticamente segurança policial pessoal enquanto estivesse no Reino Unido.

Harry, juntamente com outros membros da realeza sênior, recebia proteção total de segurança com financiamento público fornecida pelo Estado antes de se afastar de seus deveres reais e se mudar para a Califórnia com a esposa norte-americana Meghan em março de 2020.

Seus advogados disseram em uma audiência em dezembro que a decisão de retirar essa proteção o submetia a um tratamento ilegal, injusto e injustificável.

Mas a equipe jurídica do governo disse que o Comitê Executivo para a Proteção da Realeza e Figuras Públicas, conhecido como Ravec, não havia decidido que Harry não deveria receber proteção, mas que ele não deveria tê-la na mesma base.

A Alta Corte concordou, concluindo que não houve ilegalidade na decisão.

"Estamos satisfeitos que o tribunal tenha decidido a favor da posição do governo neste caso e estamos considerando cuidadosamente nossos próximos passos. Seria inapropriado fazer mais comentários", disse um porta-voz do Home Office, acrescentando que o sistema de segurança de proteção era "rigoroso e proporcional".

O porta-voz jurídico de Harry afirmou em um comunicado que ele pretende entrar com um recurso.

© Reuters. Príncipe Harry em Londres
 6/6/2023   REUTERS/Toby Melville

"O Duque não está pedindo um tratamento preferencial, mas uma aplicação justa e legal das próprias regras da Ravec, garantindo que ele receba a mesma consideração que os outros, de acordo com a própria política escrita da Ravec", disseram eles.

Harry esteve no Reino Unido pela última vez no início deste mês, quando fez uma visita rápida para ver seu pai, depois que foi revelado que o rei havia sido diagnosticado com uma forma não especificada de câncer.

O príncipe, que se afastou da família desde que se mudou para os Estados Unidos, disse que esperava que a doença de Charles pudesse unir a família.

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.