⌛ Perdeu a alta de 13% da ProPicks em maio? Assine agora e receba mais cedo as ações de Junho.Desbloquear ações

Fluxo em shopping centers recua em setembro pelo 3º mês seguido, diz pesquisa

Publicado 05.10.2016, 09:08
Atualizado 05.10.2016, 09:10
Fluxo em shopping centers recua em setembro pelo 3º mês seguido, diz pesquisa

SÃO PAULO (Reuters) - O fluxo de clientes em shopping centers caiu 3,5 por cento em setembro ante setembro de 2015, terceira queda mensal seguida e segundo pior resultado do ano, mostrou o Iflux, índice específico do mercado de shoppings, desenvolvido pelo Ibope Inteligência e pela Mais Fluxo.

Em números absolutos, tal resultado representa menos 7,5 milhões de visitas a esses centros de compras do país, de acordo com a pesquisa publicada nesta quarta-feira.

Conforme especialistas do setor ouvidos pela Reuters recentemente, apesar da melhora recente em indicadores de confiança tanto do consumidor como do empresariado, ainda são escassos os sinais de retomada efetiva do consumo dado o quadro ainda desafiador da economia brasileira.

Ainda assim, um terço dos shoppings apresentaram aumento de fluxo na comparação com setembro do ano passado, com aqueles considerados dominantes em seus mercados se mostrando mais resistentes à perda no trânsito de pessoas.

Nesse grupo estão os empreendimentos com mais de 45 mil m2 de Área Bruta Locável ( ABL), mais de quatro anos de operação, que atuam em mercados onde há concorrência e apresentam diferencial competitivo claro em relação aos demais shoppings do mercado.

Conforme a pesquisa do Ibope Inteligência e da Mais Fluxo, 69 por cento dos shoppings com essas características registram alta no fluxo de clientes, o que resulta em um crescimento médio nesse grupo de 2,8 por cento em setembro na base anual.

(Por Paula Arend Laier)

Últimos comentários

Carregando o próximo artigo...
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.