Últimas Notícias
Garanta 40% de desconto 0
🔎 Confira as ProTips completas de NVDA e descubra riscos e retornos DESCONTO de 40%

127 lojas de shoppings encerram operações em agosto

Publicado 04.10.2023 06:00 Atualizado 04.10.2023 06:11
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
127 lojas de shoppings encerram operações em agosto
 
AMZN
-0,68%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
POLL
+6,44%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
AMAR3
-0,44%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
AMER3
+4,00%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
SLED4
0,00%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 

Os shoppings brasileiros tiveram uma baixa no número de lojas em agosto. O saldo de estabelecimentos fechados e abertos terminou o mês no negativo. Foram 127 lojas descontinuadas nos centros comerciais, segundo um relatório do Bank of America (NYSE:BAC). Eis a íntegra (em inglês, PDF – 7 MB)

No acumulado do ano, 363 lojas foram fechadas. Empresas de varejo foram as mais afetadas. A Polishop descontinuou 22 pontos de vendas e lidera o ranking. A marca de itens retrô e estilizados Imaginarium fica em 2º lugar com 18 fechamentos. Em seguida estão Piticas (15) e Maybeline (14).

O levantamento do Bank of America analisou 146 shoppings com cerca de 28.000 lojas. Incluem nomes como Iguatemi (BVMF:IGTA3) e Multiplan (BVMF:MULT3). A instituição financeira disse não haver dados referentes ao ano de 2022. Nesse caso, não dá para saber se a situação quanto ao fechamento de lojas está melhor ou pior na comparação anual.

Leia o ranking das empresas que mais fecharam lojas em shoppings em 2023:

Muitas dessas empresas se encontram em processos de mudança:

  • Polishop – passa por uma reestruturação. As vendas de itens domésticos diminuíram desde 2021 e a estratégia é cortar gastos para retomar a rentabilidade;
  • Imaginarium – é ligada a Americanas (BVMF:AMER3), em recuperação judicial desde janeiro depois de revelar um rombo de R$ 40 bilhões nos balanços financeiros. A empresa já iniciou tratativas para tentar vender a loja parceira;
  • Saraiva (BVMF:SLED4) – o setor de livrarias ficou prejudicado ao longo dos últimos anos. Precisaram lidar com a concorrência no meio digital em plataformas como Amazon (NASDAQ:AMZN), que oferecem livros com descontos para atrair mais clientes. Em setembro, a corporação encerrou todas as lojas físicas;
  • Marisa – a companhia também está em reestruturação para corte de gastos. Em julho, anunciou que o objetivo é encerrar a operação de 88 lojas.

O setor de varejo tem sido um dos mais afetados pelos juros altos. As taxas elevadas diminuem o poder de compra da população e, consequentemente, as vendas das empresas do ramo.

Os cortes na Selic aparentam não ser suficientes para reverter os resultados. O Copom (Comitê de Política Monetária) realizou duas reduções de 0,5 ponto percentual na taxa básica, que está em 12,75% ao ano. O ritmo deve seguir dessa forma.

O varejo também sofreu com o impacto do rombo das Americanas no começo do ano. Os bancos se mostraram mais resistentes à concessão de crédito por desconfiarem de possíveis calotes dos segmentos.

Para as marcas de moda, as vendas foram menores que o esperado nas coleções de verão. Não conseguiram quitar as dívidas adquiridas no período da pandemia, que precisaram tomar para continuar em operação. Além disso, precisam concorrer com lojas estrangeiras que vendem roupas com preços mais baratos.

Leia mais em Poder360

127 lojas de shoppings encerram operações em agosto
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir esse gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por esse motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (3)
Allan Gomes de Faria
Allan Gomes de Faria 05.10.2023 7:15
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Edmilson Morais
Edmilson Morais 04.10.2023 9:36
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Isso só comprova um fato, quem gera emprego é a demanda e não as empresas.
Mat Newman
Mat Newman 04.10.2023 8:17
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
RCN dizimou o varejo brasileiro. Errou nos 2% e errou no maior juro real do mundo. Quem ganhou com toda está volatilidade? Empresário depende de previsibilidade e especuladores adoram volatilidade!
 
Tem certeza que deseja excluir esse gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar esse comentário

Diga-nos o que achou desse comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail