Garanta 40% de desconto
⚠ Alerta de Balanço! Quais ações estão prontas para disparar?
Veja as ações no nosso radar ProPicks. Essas estratégias subiram 19,7% desde o início do ano.
Não perca a lista completa

Apple: iPhone deve ter forte demanda nos próximos anos, aponta BofA; entenda

Publicado 28.02.2024, 16:18
Atualizado 28.02.2024, 16:18
© Reuters.

Investing.com – O Bank of America (BofA) afirmou que espera um “forte ciclo de renovação” para o iPhone nos próximos anos, com base em sua pesquisa global sobre smartphones.

O levantamento, feito em quatro países (EUA, Reino Unido, China e Índia), mostrou que o prazo de troca do iPhone aumentou, com 41% dos entrevistados em fevereiro de 2024 (contra 36% em fevereiro de 2022) planejando trocar seus aparelhos a cada quatro anos ou mais.

LEIA TAMBÉM: Apple cancela projeto de carro elétrico, diz fonte

O banco também destacou que uma parcela significativa dos usuários ainda tem modelos antigos: 28% possuem um iPhone 13, 14% possuem um iPhone 12 e mais de 35% possuem um iPhone 11 ou anterior, segundo o BofA.

Para o futuro, porém, o BofA projeta uma mudança expressiva.

“Acreditamos que a base instalada está madura para uma renovação e antevemos um forte ciclo de demanda nos próximos dois anos, à medida que os recursos de Inteligência Artificial Generativa se tornarem mais presentes nos smartphones,” escreveram os analistas em um relatório.

Eles mantiveram a recomendação de compra, considerando o ciclo de longo prazo do iPhone impulsionado pela IA gerativa, o forte crescimento dos serviços e a melhora da margem.

Quer ter sucesso nas suas estratégias para as ações da Apple?

Acesse o mesmo nível de informações e dados financeiros dos profissionais com os insights e recursos de inteligência artificial disponíveis no InvestingPro.

Use o cupom INVESTIR e tenha um desconto especial nas assinaturas anuais e de 2 anos do Pro e Pro+!

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.