Garanta 40% de desconto
⚠ Alerta de Balanço! Quais ações estão prontas para disparar?
Veja as ações no nosso radar ProPicks. Essas estratégias subiram 19,7% desde o início do ano.
Não perca a lista completa

Com espaçonave particular, EUA se aproximam da primeira tentativa de pouso na Lua em meio século

Publicado 22.02.2024, 15:33
Atualizado 22.02.2024, 15:35
© Reuters. Módulo lunar da Intuitive Machines na sede da empresa em Houston, Texas
03/01/2023
REUTERS/Evan Garcia

Por Steve Gorman e Joey Roulette

(Reuters) - Uma espaçonave construída e pilotada pela empresa particular Intuitive Machines, sediada em Houston, orbitou ao redor da Lua nesta quinta-feira rumo à tentativa do primeiro pouso dos Estados Unidos na superfície lunar em mais de meio século, e o primeiro feito inteiramente pelo setor privado.

O módulo robótico de pouso de seis pernas, batizado de Odysseus, deveria iniciar a descida final da órbita lunar com uma explosão de seu motor principal cerca de uma hora antes do pouso, com a chegada planejada para as 19h30 (horário de Brasília) desta quinta-feira em uma cratera chamada Malapert A, próxima ao polo sul da Lua.

O veículo está carregando um conjunto de instrumentos científicos e demonstrações de tecnologia para a Nasa e vários clientes comerciais projetados para operar por sete dias com energia solar antes que o Sol se ponha sobre o local de pouso.

A carga útil da Nasa se concentrará na coleta de dados sobre as interações do clima espacial com a superfície da Lua, radioastronomia e outros aspectos do ambiente lunar para futuros pousos e o retorno planejado de astronautas da Nasa no final da década.

A espaçonave sem tripulação está circulando a Lua a cerca de 92 km acima da superfície lunar desde que entrou em órbita na quarta-feira, seis dias após ter sido lançada por um foguete SpaceX Falcon 9 do Centro Espacial Kennedy da Nasa em Cabo Canaveral, na Flórida.

A Odysseus permaneceu "em excelente estado de saúde" enquanto continuava a orbitar a Lua, a cerca de 384.000 km da Terra, transmitindo dados de voo e imagens lunares para o centro de controle de missão da Intuitive Machines em Houston, informou a empresa na quarta-feira.

Se o pouso for bem-sucedido, a missão IM-1 representará a primeira descida controlada à superfície lunar por uma espaçonave dos EUA desde a Apollo 17 em 1972, quando a última missão lunar tripulada da Nasa pousou lá com os astronautas Gene Cernan e Harrison Schmitt.

Até hoje, naves espaciais de apenas quatro outros países já pousaram na Lua: a antiga União Soviética, a China, a Índia e, mais recentemente, no mês passado, o Japão. Os Estados Unidos são os únicos que já enviaram seres humanos à superfície lunar.

© Reuters. Módulo lunar da Intuitive Machines na sede da empresa em Houston, Texas
03/01/2023
REUTERS/Evan Garcia

O sucesso do Odysseus também seria o primeiro "pouso suave" na Lua por um veículo fabricado e operado por uma empresa particular e o primeiro sob o programa lunar Artemis da Nasa, uma vez que os EUA correm para levar astronautas de volta ao satélite natural da Terra antes que a China pouse sua própria espaçonave tripulada lá.

A Nasa pretende pousar sua primeira missão Artemis tripulada na Lua no final de 2026 como parte de uma exploração lunar sustentada de longo prazo e um trampolim para eventuais voos humanos para Marte. A iniciativa se concentra no polo sul da Lua, em parte porque há uma suposta abundância de água congelada que pode ser usada para suporte à vida e produção de combustível de foguete.

(Reportagem de Steve Gorman, em Los Angeles, e Joey Roulette, em Washington)

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.