Garanta 40% de desconto
💰 Buffett investe US$ 6,7 bi na Chubb. Copie toda a carteira de Buffett gratuitamente com InvestingProCopiar carteira

Elétrica Energisa busca expandir 'fintech' Voltz com aposta em promoções e Pix

Publicado 28.05.2021, 12:07
© Reuters. 07/08/2015. REUTERS/Nacho Doce
ENGI4
-

Por Luciano Costa

SÃO PAULO (Reuters) - A Energisa (SA:ENGI4), que controla 11 distribuidoras de energia nas diferentes regiões do Brasil, pretende utilizar sua ampla base de consumidores para expandir uma recém-lançada start-up de serviços financeiros, a Voltz.

A "fintech", criada pelo grupo do setor elétrico em meados de 2020, apostará neste ano em promoções para ampliar o número de clientes em seu site e aplicativo para celulares, enquanto prepara também o lançamento de novos produtos, inclusive soluções de crédito para pessoas físicas, disse à Reuters o co-CEO da empresa, Tiago Compagnoni.

Após começar oferecendo operações de antecipação de recebíveis com foco em fornecedores da Energisa e uma conta digital com cartão associado para o público em geral, a Voltz mira uma meta de alcançar 5 milhões de usuários em cinco anos, incluindo não-clientes da elétrica, em todos Estados do Brasil.

"Essas operações de recebíveis com fornecedores começamos em setembro, outubro do ano passado. O que podemos abrir é que nesse produto já passamos de 100 milhões de reais (movimentados)", disse Compagnoni, em conversa por vídeo.

A Energisa possui mais de 20 mil fornecedores --com os quais movimenta cerca de 5,5 bilhões de reais por ano, o que abre para a Voltz oportunidades de operações como as com recebíveis--, além de um universo de 8 milhões de consumidores atendidos por suas distribuidoras em todas regiões do país, destacou ele.

De olho nesse potencial mercado, a fintech está lançando uma promoção pela qual clientes de distribuidoras Energisa que utilizarem a Voltz pagar as contas de luz geradas com QR-Code do Pix terão 10% desconto na primeira fatura, limitado a 20 reais.

Anúncio de terceiros. Não é uma oferta ou recomendação do Investing.com. Leia as nossas diretrizes aqui ou remova os anúncios .

Os descontos, já válidos para consumidores de empresas do grupo na Paraíba, Tocantins e Minas Gerais, devem ser estendidos para todo o Brasil nas próximas semanas, e serão concedidos com recursos do orçamento da Voltz, dentro de uma estratégia de aquisição de usuários, sem afetar a receita da Energisa.

A elétrica, no entanto, vai se beneficiar com reduções de custos caso os clientes passem a adotar os pagamentos via Pix com maior frequência, ao invés de boletos, pontuou Compagnoni.

"Estamos trabalhando com produtos financeiros que façam sentido dentro do próprio 'ecossistema Energisa'", disse ele.

Nesse sentido, a Voltz vê potencial importante na oferta de crédito aos usuários, que abriria caminho para produtos que poderiam ser desenhados com objetivo também de reduzir a inadimplência enfrentada pela Energisa junto a clientes.

Segundo Compagnoni, um dos chefes da Voltz, a Energisa "saiu na frente" ao explorar complementaridades entre seu negócio no setor de energia, a área de tecnologia e serviços financeiros.

A fintech também quer lançar brevemente uma conta digital pessoa jurídica, e estuda ainda serviços de educação financeira.

(Por Luciano Costa)

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.