Garanta 40% de desconto
⚠ Alerta de Balanço! Quais ações estão prontas para disparar?
Veja as ações no nosso radar ProPicks. Essas estratégias subiram 19,7% desde o início do ano.
Não perca a lista completa

F1 inicia temporada mais longa com Red Bull ainda como equipe a ser batida

Publicado 26.02.2024, 12:10
Atualizado 26.02.2024, 12:16
© Reuters. Andrea Stella, diretor da McLaren, no GP do Azerbaijão 
 28/4/2023   REUTERS/Maxim Shemetov

Por Alan Baldwin

LONDRES (Reuters) - A temporada mais longa da história da Fórmula 1, com um recorde de 24 corridas, começa no sábado no Barein e pode ser um longo caminho para os rivais que esperam diminuir a diferença e superar a equipe dominante Red Bull, de Max Verstappen.

Os três dias de testes no circuito de Sakhir, na semana passada, mostraram que os campeões, vencedores de 21 dos 22 grandes prêmios do ano passado, estão prontos para continuar de onde pararam.

Apesar de o diretor da equipe, Christian Horner, estar lutando por seu futuro diante das alegações, que ele nega, de uma funcionária sobre sua conduta, a Red Bull parece estar tranquila.

Ferrari, Mercedes, McLaren e Aston Martin fizeram os reparos certos em seus novos carros, confiantes de que os problemas foram eliminados e o desempenho melhorado, mas a prova real ainda está por vir.

A suspeita é que, quando der o sinal de início no sábado à noite, com as duas primeiras etapas da temporada no Oriente Médio realizadas um dia antes do habitual para acomodar o Ramadã, a Red Bull será a primeira a cruzar a linha de chegada.

Como disse o diretor da equipe McLaren, Andrea Stella, aos repórteres no Barein: "Há um carro que parece ter dado um grande passo. Infelizmente, (esse é) o carro que já era o mais rápido no ano passado."

A esperança, para os torcedores que querem corridas mais acirradas e anseiam por mudanças após a série de 38 vitórias da Red Bull nas últimas 44 corridas, é que a diferença - se for como se teme - diminua com o decorrer da temporada.

Os regulamentos estão estáveis há algum tempo, e isso, por si só, costuma provocar um estreitamento do pelotão.

"Há mais corridas agora, portanto, há mais tempo de pista, mais dados, mais compreensão, mais observação dos outros carros e mais desenvolvimento", disse o piloto australiano Daniel Ricciardo à Reuters.

"Não acho que ninguém esteja apertando nenhum botão de pânico. É uma longa temporada e os desenvolvimentos podem fazer grandes mudanças."

A Ferrari, única equipe a derrotar a Red Bull no ano passado, foi a mais rápida nos testes, mas a Mercedes também se animou com um carro muito menos "maldoso" do que seu antecessor.

© Reuters. Andrea Stella, diretor da McLaren, no GP do Azerbaijão 
 28/4/2023   REUTERS/Maxim Shemetov

"Estamos bem", disse o diretor técnico da Mercedes, James Allison, após o teste, acrescentando que não é surpresa que a Red Bull esteja à frente dos rivais.

"Mas acho que faremos um bom trabalho de perseguição e espero que nos desenvolvamos fortemente ao longo do ano."

A temporada será a despedida de Lewis Hamilton, heptacampeão mundial, da Mercedes, antes de o piloto mais bem-sucedido do esporte ir para a Ferrari em 2025 como substituto do espanhol Carlos Sainz.

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.