🚀 Ações escolhidas por IA em alta. PRFT com alta de +55% em 16 dias. Não perca as ações de junho!Acessar lista completa

Grupos de direitos humanos abrem nova ação contra exportação de armas alemãs a Israel

Publicado 12.04.2024, 17:45
Atualizado 12.04.2024, 17:51
© Reuters. Manifestação pró-palestinos em Berlim, Alemanha
0/04/2024
REUTERS/Lisi Niesner

Por Riham Alkousaa

© Reuters. Manifestação pró-palestinos em Berlim, Alemanha
0/04/2024
REUTERS/Lisi Niesner

BERLIM (Reuters) - Advogados defensores dos direitos humanos entraram com processo contra a decisão do governo alemão de aprovar a exportação de 3.000 armamentos antitanque para Israel, a segunda ação neste mês contra o apoio de Berlim aos israelenses e sua guerra na Faixa de Gaza.    Na semana passada, advogados de Berlim disseram ter protocolado um recurso urgente para interromper exportações de armas de guerra para Israel, afirmando que há razões para crer que elas estão sendo usadas de formas que podem violar a lei humanitária internacional na Faixa de Gaza.    O caso mais recente, levado por cinco palestinos da Faixa de Gaza, recebeu o apoio de advogados do Centro Europeu para Direitos Constitucionais e Humanos (ECCHR, na sigla em inglês), em Berlim, e organizações palestinas de direitos humanos, afirmou o ECCHR.

Segundo o ECCHR, o governo liberou a exportação de 3.000 armamentos antitanques para Israel após o ataque do Hamas, em 7 de outubro, mas um pedido de exportação de 10.000 cartuchos de munição ainda precisa de aprovação.    "A Alemanha não pode permanecer coerente com seus valores se exportar armas para uma guerra na qual sérias violações da lei humanitária internacional estão óbvias", afirmou o secretário-geral da ECCHR, Wolfgang Kaleck, em comunicado.

O Ministério da Economia, responsável pela permissão de exportação de armas, confirmou que um processo sobre armamento para Israel foi impetrado, mas não teceu comentário sobre o caso.    Mais de 33 mil palestinos morreram na ofensiva Israelense, diz o Ministério da Saúde da Faixa de Gaza, após 1.200 israelenses serem mortos em um ataque do Hamas, no sul de Israel, em 7 de outubro, segundo contagem israelense.    (Reportagem de Riham Alkousaa)

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.