Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Últimas Notícias

Encomendas à indústria dos EUA superam expectativas em junho

Qual a Causa da Apreciação do Real? Tendência Eleitoral ou Especulação?

Por NGO Associados Corretora de Câmbio (Sidnei Nehme)Resumo do Mercado20.08.2014 07:00
br.investing.com/analysis/qual-a-causa-da-aprecia%EF%BF%BD%EF%BF%BD%EF%BF%BD%EF%BF%BDo-do-real-tend%EF%BF%BD%EF%BF%BDncia-eleitoral-ou-especula%EF%BF%BD%EF%BF%BD%EF%BF%BD%EF%BF%BDo-9631
Qual a Causa da Apreciação do Real? Tendência Eleitoral ou Especulação?
Por NGO Associados Corretora de Câmbio (Sidnei Nehme)   |  20.08.2014 07:00
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

A economia americana evidenciou outra rodada de indicadores positivos, em especial no segmento imobiliário, e as moedas dos países latinos atualmente considerados em melhor momento que o Brasil sofreram desvalorização frente à moeda americana.

Então, porque o nosso real que vem estaqueado por um lastro de sustentação da ordem de US$ 91,0 Bi de contratos de swaps cambiais para manter a sua credibilidade perante investidores e detentores de posicionamentos expostos em moeda americana resistiu bravamente, mostrando uma sustentabilidade que não encontra bons fundamentos na realidade presente.

Enquanto o peso mexicano desvalorizava 0,03% ante o dólar; o peso chileno 0,69%; o peso colombiano 0,72% e o new sol do Peru 0,36%, o nosso real se valorizava 0,32% e sinalizava poder romper para baixo o piso de R$ 2,25.

Há coerência? Claro que não! A perspectiva para o 2º semestre na área cambial é de carência de fluxos cambiais favoráveis, intensificação de saída de recursos especulativos adentrados ao inicio do ano e retração dos IED´s em decorrência do baixo crescimento e inflação sugerirem postura cautelar por parte dos investidores estrangeiros em conta capital, por ser prudencial em ano eleitoral conhecer os novos planos do novo governo, assim considerado o atual se reeleito ou o novo que for eleito, pois mudanças deverão ocorrer por se tratar de algo imperativo.

Temos destacado que os comportamentos do câmbio e da Bovespa e juros longos não devem evidenciar simetria.

O câmbio tem antes de tudo superar os obstáculos de curto/curtíssimo prazo dentro deste semestre, que vai pressionar gerando alta do preço, para depois na medida em que o país reconquiste atratividade perante o mercado internacional, promova o desmonte do “front de defesa” do preço do real desde agosto de 2013, para então voltar a operar com baixíssima intervenção da autoridade monetária.

A Bolsa se movimenta agora com foco na perspectiva de médio/longo prazo de que o país reencontre o caminho para o desenvolvimento e assim ações de segmentos estratégicos e que vinham tendo o preço afetado por compressão dos preços, etc. voltando a serem grandes geradores de resultados, assim como outros com a retomada do crescimento.

O dólar tenderá ao que acreditamos, primeiramente ter seu preço apreciado durante a superação dos obstáculos que se configuram inevitáveis antes do processo recuperatório de fluxos cambiais positivos que permitirão gradualmente a reversão da intervenção promovida pelo BC.

Atipicidades da natureza que estamos presenciando sem fundamentos, até porque nem os eleitorais sustentam este movimento no curto prazo, sugerem que possa estar ocorrendo um movimento especulativo indutor à apreciação do real contra todos os fatores para que sejam aumentadas as apostas numa forte apreciação do dólar dentro deste semestre.

A oferta continua do BC dos contratos de “swaps cambiais” para rolagem e adicionalmente mais 4.000 contratos pode estar sendo estrategicamente utilizado pelos especuladores.

É preciso que a autoridade monetária fique atenta para que não surja um novo problema além dos desafios que se pressupõe encontrará à frente no mercado cambial.

A divulgação do ganho de R$ 20,0 Bi pela autoridade monetária nas operações de “swaps cambiais” é algo puramente pontual e só foi possível com a manutenção do preço da moeda americano em estado de depreciação fomentado pela própria colocação destes instrumentos financeiros e, também e não menos importante, o relevante fluxo de ingressos absolutamente fortuito e não previsto de capitais especulativos direcionados aos mercados de renda fixa e variável para ganhos de oportunidade, em razão do espaço aberto pela manifestação época do FED de que postergaria as medidas de mudança da politica monetária americana.

A autoridade tem US$ 91,0 Bi destes contratos de “swaps cambiais” “em ser” no mercado e o volume tende a superar os US$ 100,0 Bi, até porque não se vê forma de reversão no quadro atual. Assim, uma mudança no preço da moeda americana de R$ 2,25 para R$ 2,40 poderá custar muito ao caixa da autoridade monetária.

No câmbio para colocar-se a “casa em ordem” dependemos muito mais da reação dos estrangeiros em relação ao Brasil, o que mesmo assim não poupará a necessidade de um período considerável para reacomodar toda a intervenção havida pelo BC no mercado, enquanto que na Bovespa dependemos mais de atitudes internas e dependentes dos próprios governantes.

Portanto, entendemos que não há absolutamente nenhuma razão para este movimento de apreciação do real num contexto global em que as moedas latinas dos países que estão à nossa frente nas análises de seus “status” atuais sofrem depreciação frente à moeda americana.

Há evidência bastante crível que ocorre movimento de especulação.

Qual a Causa da Apreciação do Real? Tendência Eleitoral ou Especulação?
 

Artigos Relacionados

Julio Hegedus Netto
Foco na Reunião do Copom Por Julio Hegedus Netto - 03.08.2021 8

Os americanos se assustaram nesta segunda-feira, depois que o Tesouro retornou com o “teto de gastos” e operações emergenciais e um presidente do Fed colocou na conta a hipótese do...

Qual a Causa da Apreciação do Real? Tendência Eleitoral ou Especulação?

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail