Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

No Brasil, número de investidores de criptomoedas deve dobrar em 2022

Cripto 22.03.2022 14:34
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
No Brasil, número de investidores de criptomoedas deve dobrar em 2022

Que os brasileiros estão mais propensos as criptomoedas isso não é mais uma novidade, mas agora a informação foi confirmada por estudos!

De acordo com o “Relatório Blockchain – Latam 2022”, encomendado pela Sherlock Communications, a quantidade de investidores de criptomoedas brasileiros pode dobrar ao longo de 2022.

A pesquisa na qual fundamentou o relatório apontou que 13% da população brasileira já tem investimentos em criptomoedas. Além disso, outros 25% dos entrevistados esperam comprar criptomoedas nos próximos 12 meses.

Ou seja, estamos vendo um aumento de 91%. Vale destacar que as informações acima foram divulgadas pela Valor Investe, em uma reportagem publicada nesta última segunda-feira (21).

A porcentagem se baseia nos 143 milhões de brasileiros em idade ativa. Portanto, de acordo com o relatório, ao menos 36 milhões de brasileiros pretendem se tornar investidores de criptomoedas este ano.

CONFIRA: Cotações das criptomoedas

Investidores de criptomoedas da América Latina aumentando

Além do Brasil, o estudo se estendeu a Argentina, Colômbia, México, Peru e Chile. Todas as informações foram levantadas através do preenchimento de formulários online.

Agora, falando de ativos digitais, o Brasil é o país em que a adoção está em estágio mais avançado. Logo depois vemos a Colômbia, onde a população ativa demonstrou bastante interesse em investir em criptomoedas em 2022.

Vale destacar que o país conta, atualmente, com apenas 5,2% de habitantes já investidores de ativos digitais. Portanto, considerando a confirmação da projeção, o mercado de criptomoedas da Colômbia pode crescer 208% até o final do ano.

Já no Peru, onde a quantidade de investidores de criptomoedas se resume a 1%, o relatório estima um crescimento de 1.100% este ano. México, Argentina e Chile estimam crescimento em torno de 345%, 235% e 208%, respectivamente.

Ainda existem barreiras

Patrick O’Neill, sócio-gerente da Sherlock Comunicações, mostrou otimismo com o crescimento dos investidores de criptomoedas na América Latina.

Entretanto, o mesmo ressaltou as diversas barreiras existentes nas quais dificultam uma expansão ainda mais significativa nos países citados.

Os principais, inclusive, são a insegurança jurídica e a falta de conhecimento especializado.

“… a pesquisa também revela que os entrevistados estão lutando com preocupações sobre segurança cibernética em relação a exchanges e tokens, bem como frustração com a disponibilidade de análises independentes e educação sobre essa área emergente de investimento”

O desconhecimento é um dos principais motivos que desestimulam possíveis investidores em entrar no mercado cripto.

É fato que a América Latina pode se tornar um terreno fértil no que diz respeito ao uso de criptomoedas e tecnologias descentralizadas.

Entretanto, para isso acontecer de forma ampla, igualitária e efetiva é preciso que iniciativas educacionais sejam adotadas por parte de empreendedores e governos. Apenas assim será possível romper a barreira de entrada nesse mercado.

Mesmo o Brasil sendo o país no qual mais pessoas afirmaram ter algum tipo de conhecimento sobre blockchain, 68% das pessoas ainda não sabe do que se trata.

Por Criptonizando

No Brasil, número de investidores de criptomoedas deve dobrar em 2022
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail