Últimas Notícias
Investing Pro 0
❤️ Ajude as vítimas do terremoto na Síria e na Turquia Doar

Inflação: Copa do Mundo pode diminuir efeitos da Black Friday no IPCA em novembro

Dados Econômicos 07.12.2022 16:27
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters
 
EUR/BRL
+0,19%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
USD/BRL
0,01%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
BPAC11
+5,17%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
WDOc1
-0,29%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
DOLc1
-0,27%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
XPBR31
+0,34%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 

Por Jessica Bahia Melo

Investing.com – Em um mês de início da Copa do Mundo e promoções da Black Friday, economistas esperam que o indicador oficial de inflação continue em alta em novembro, possivelmente levando a mais um ano de estouro da meta. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulga os dados do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) nesta sexta-feira, 09. Após três meses de deflação, o IPCA avançou 0,59% em outubro, atingindo 6,47% em doze meses. A média das estimativas de analistas compiladas pelo Investing.com é de uma alta de 0,55% no mês de novembro, levando o indicador anual a 6,01%.

Nesta quarta-feira, 07, o Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) decidiu manter a taxa de juros no patamar atual, em 13,75%, visando trazer o IPCA à meta de 3,5% definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), com tolerância de um ponto e meio percentual para mais ou para menos.

Considerado a prévia da inflação, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) de novembro foi de 0,53%, 0,37 ponto percentual (p.p.) acima do registrado no mês de outubro, em 0,16%. Segundo o IBGE, o IPCA-15 acumula alta de 5,35% neste ano. Em doze meses, a elevação é de 6,17%.

O que pode pesar no indicador

A XP Investimentos (BVMF:XPBR31) projeta uma variação mensal de 0,5%. De acordo com Tatiana Nogueira, economista da XP, a prévia já havia mostrado aceleração na inflação de alimentos. “Já a alimentação fora de casa e artigos de residência devem mostrar deflação por causa dos efeitos da Black Friday. Os descontos acabam impactando no mês fechado. Mas esses efeitos na inflação vão ser menores neste ano do que foram nos anos anteriores”, detalha. O início da Copa do Mundo afetou esse resultado, pondera a economista.

O BTG (BVMF:BPAC11) estima alta mensal de 0,59% em novembro. Álvaro Frasson, economista do banco, avalia que a taxa de inflação é mais branda do que nos últimos doze meses, com impactos nos preços administrados devido às isenções fiscais aprovadas pelo governo. “Quando olhamos os núcleos dos índices de inflação, serviços e preços livres, eles estão acima do IPCA cheio, mostrando que a batalha contra a inflação está longe de ser vencida”, pondera. Sinais de enfraquecimento da economia devem trazer os preços para mais próximo da meta, segundo Frasson, que vê como principais riscos para o ano que vem as mudanças no cenário fiscal.

Para novembro, Mauricio Nakahodo, economista sênior do banco MUFG Brasil, projeta alta de 0,50%. “Esperamos um patamar parecido com IPCA-15. Os destaques seriam combustíveis, com alta, ainda que modesta, e alimentação. Tomate, batata e cebola continuam pressionando. Além disso, a alimentação fora de casa ainda deve impactar, assim como o efeito da Copa do Mundo deve ter pressão também. Por outro lado, há uma questão sazonal. As passagens aéreas devem mostrar baixas importantes e o efeito da Black Friday pode auxiliar em artigos de vestuário”.

Raone Costa, economista-chefe da Alphatree Capital, acredita que o IPCA mensal deve ser de 0,57%. “O número deve ter uma composição bem agradável para o Banco Central, com serviços baixos a julgar com o que que aconteceu com o IPCA-15, que normalmente é a parte que o Banco Central mais olha. Alimentação e administrados, que são um pouco mais voláteis, puxando para cima. E a parte de industriais no meio a meio”.

Na visão de Igor Cavaca, head de gestão de investimentos da Warren, o indicador de inflação deve ser positivo e afetado pela sazonalidade. A projeção é alta de 0,55% em novembro. “O IPCA tende a não atingir a meta estipulada neste ano. Desde a crise de covid-19, observamos uma série de problemas que afetaram intensamente o lado da oferta na economia mundial. Isso teve por consequência o aumento de preço de uma série de bens e serviços e continuidade de uma oferta menor durante os últimos anos. Em 2022, começamos a observar uma normalização, com redução do preço de uma série de commodities, mesmo com a eclosão da guerra entre Rússia e Ucrânia”, detalha.  Cavaca considera a atuação da autoridade monetária brasileira como bastante agressiva no cenário contracionista diante da persistência inflacionária. “Já começamos a observar os primeiros efeitos e acreditamos que o patamar de juros atual tem impactado os índices inflacionários. Agora surge no cenário a expectativa do novo governo que pode vir a impactar o nível de preços dos próximos anos”, completa.

Inflação: Copa do Mundo pode diminuir efeitos da Black Friday no IPCA em novembro
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (3)
Inocêncio da Silva
Inocêncio da Silva 08.12.2022 9:34
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Novembro pode ter alta da inflação, porém dezembro terá efeito da redução do preço do diesel que tem um peso muito grande na inflação.
Ivanildo Araújo
Ivanildo Araújo 08.12.2022 8:37
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
AVISEM AO JORNALISTA MEDÍOCRE QUE A PEC DO ROMBO VAI EXPLODIR A INFLAÇÃO, MAS ELE FINGE QUE NÃO ACONTECEU NADA. ESSA IMPRENSA MORREU.
Felippe Soares
Felippe Soares 08.12.2022 8:06
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Futuro presidente ilegítimo, em qualquer lugar do mundo sério LooLa estaria preso. Nosso judiciário se assemelha mais a um poder politico do que técnico responsável por guardar a constituição. A grande maioria lúcida do povo brasileiro está atordoada, com medo. Isso não é liberdade, não é democracia. Vamos virar!
Cristian cts
Cristian cts 08.12.2022 8:06
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Relaxa amiga! Pela sua lógica judiciária então, Bozo vai ser preso, e logo a justiça solta ele, e daqui 4 anos vc pode tentar eleger esse lixo de novo. kkkkk
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail