Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

BC eleva Selic em 1,5 ponto para 7,75%; veja repercussão

Economia28.10.2021 10:18
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Banco Central em Brasília 4/10/2021 REUTERS/Adriano Machado

BRASÍLIA (Reuters) - O Banco Central aumentou o ritmo de aperto monetário nesta quarta-feira e promoveu uma alta de 1,5 ponto percentual na Selic, para 7,75% ao ano, numa tentativa de debelar as crescentes pressões inflacionárias.

Abaixo comentários de profissionais do mercado financeiro

JOSÉ MÁRCIO CAMARGO, ECONOMISTA-CHEFE, GENIAL INVESTIMENTOS

"Era basicamente o que uma boa parte do mercado estava esperando. Entretanto, dados os últimos acontecimentos na área fiscal, como a elevação no teto do gasto e todas as consequências que isso tem para o mercado, com desvalorização cambial, pressão sobre a taxa de juros, e pressão sobre a taxa de inflação, nossa avaliação é que esse aumento vai ser pouco efetivo no sentido de evitar uma deterioração ainda maior nas expectativas para inflação de 2022, 2023 e 2024. Na nossa avaliação, o Copom deveria ter dado pelo menos um comunicado um pouco mais duro, sinalizando que a política monetária vai ficar mais contracionista dado que a política fiscal está mais expansionista"

PATRÍCIA PEREIRA, ESTRATEGISTA-CHEFE, MAG INVESTIMENTOS

"Foi em linha com o que esperávamos, não faz o menor sentido imaginar que este BC fosse fazer 200 bps, 175 bps. Mas achei o comunicado bem econômico. A gente teve quebra fiscal relevante de uma métrica que todo mundo olhava, que tinha apuração fácil, era balizador de mercado e ele foi quebrado. Acho que a gente esperava um pouco mais de comunicação e eles foram bem econômicos."

CARLOS KAWALL, DIRETOR, ASA INVESTMENTS

"Nos parecia que era melhor ele ir para o ritmo de 200 (pontos-base de alta), repetir em dezembro, e depois alcançar 12% até março. Ao fazer em ritmo de 150 torna mais desafiador chegar perto da meta em 22. O Copom está dando uma sinalização de maior aperto monetário, minha dúvida é se isso é suficiente. A gente imagina que o risco para a próxima reunião é ele ter que subir mais o ritmo de alta. Tanto pelo movimento da inflação subjacente quanto pela incerteza fiscal. No comunicado, senti um pouco a falta de uma coisa mais dura em termos da inflação e mesmo do fiscal, embora aí eu reconheça que é extremamente delicado e o quadro é incerto, com as dúvidas em torno do avanço da PEC (dos Precatórios) no Congresso. Esperamos que a ata dessa vez traga mais novidades."

FELIPE SALLES, ECONOMISTA-CHEFE, C6 BANK

"Por ora, acreditamos que a comunicação do Copom é compatível com taxa Selic em dois dígitos ao final do ciclo de aperto monetário, ciclo mais intenso do que antecipávamos (atualmente temos 9,5% no cenário). Aguardamos a divulgação da ata da reunião para termos mais detalhes sobre os rumos futuros da política monetária e consequentemente rever nossas projeções."

RODOLFO MARGATO, ECONOMISTA, XP

"De forma geral, tanto magnitude do ajuste quanto sinalização do próprio Copom vieram com comunicação bem dentro do esperado. O que chama atenção é abordagem do balanço de risco com deterioração, com assimetria, mas não, por enquanto pelo menos, de reconhecimento de materialização de risco do lado fiscal. Em termos de cenário XP, como não houve surpresas, a gente manteve cenário de 9,25% no final de 2021, com mais uma alta de 1,5 ponto em dezembro, 1 ponto em fevereiro e última alta de 0,75 em março, com Selic chegando a 11% ao fim do ciclo de aperto monetário."

VICTOR BEYRUTI, ECONOMISTA, GUIDE INVESTIMENTOS

"Na medida em que a gente deve ter a PEC dos Precatórios avançando no Congresso e manutenção da incerteza do mercado com relação ao futuro das contas públicas, e até por sinalização do Banco Central, a gente espera nova alta de 1,5 ponto na reunião de dezembro, e não achamos que para por aí o ciclo de alta. A gente também acha que em fevereiro, na primeira reunião de 2022, a gente possa vir a ter mais uma alta de 1 ponto percentual, o que levaria a Selic para 10,25% ao ano, acima dos dois dígitos."

EMILY WEIS, ESTRATEGISTA MACRO, STATE STREET

"O BC tem sido um dos bancos centrais dos mercados emergentes mais agressivos e, ainda assim, tem pouco a mostrar em termos de convergência da inflação ou desempenho da moeda. Certamente, a política monetária atua com defasagem, mas, até o momento, as pressões sobre os preços têm sido mais persistentes do que o esperado e provavelmente receberão um impulso adicional com as medidas de estímulo propostas. A razão por trás do desempenho recente do real tem sido a incerteza política. É improvável que isso diminua tão cedo. Portanto, continuamos cautelosos quanto às perspectivas para o real no final do ano devido aos riscos em curso em torno da incerteza política e do potencial impacto sobre a inflação e a política monetária, que pode resultar em um aperto excessivo."

ALEXANDRE SCHWARTSMAN, SÓCIO-DIRETOR, SCHWARTSMAN & ASSOCIADOS

"Notamos que o BC retirou a expressão 'em menor grau' anteriormente associada a 2023 como parte do chamado horizonte relevante, ou seja, agora tanto 2022 quanto 2023 estão valorizados igualmente, lembrando que a projeção (de inflação) para este último caiu 10 pontos-base em relação à estimativa de setembro, e agora está um pouco abaixo da meta para aquele ano. Isso nos lembra que no início de 2022 o BC voltará suas armas para a inflação de 2023, portanto, as decisões de política monetária devem ser calibradas com isso em mente. Esperamos agora que a taxa básica de juros atinja mais de 10% no final do ciclo, em 10,25%-10,50% ao ano, com riscos inclinados para cima."

 

(Por Marcela Ayres; edição de Isabel Versiani)

BC eleva Selic em 1,5 ponto para 7,75%; veja repercussão
 

Artigos Relacionados

Preços e atrasos de insumos pressionam indústria
Preços e atrasos de insumos pressionam indústria Por Estadão Conteúdo - 02.12.2021

Diretor da fábrica de cadeiras e poltronas Flexform, Rogério Teixeira diz que, para cumprir os contratos após o salto no preço dos insumos nacionais e importados, foi preciso...

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (11)
Joao Coelho
jcoelho 28.10.2021 12:37
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
"juros baixos, dolar alto" =>  +inflacao => +juros => -pib => +(div/pib) =>. +dolar =>  +inflacao => ...
Elizete Oliveira
Elizete Oliveira 28.10.2021 12:37
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mant Neuman
BombeiroAristide 28.10.2021 12:06
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Acho que o mercado continua nervosinho.... Bolsa em 106k pontos, o Rei da Rachadinha assumiu com 91k. Desconta a inflação e vê quanto sobra....  Bolsa em dolares no mesmo nível de 2005!!!  La fora batendo recorde histórico atrás de recorde. Este desgoverno é um fenômeno.  Mais burro do que a Dilma e mais ladrão do que o Lula. Quando azedar lá fora, sai de baixo!
Mario Jorge
Mario Jorge 28.10.2021 12:06
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
cai fora, micróbio! Teu lugar é no brasil247.... Vaza daqui!!!
Mant Neuman
BombeiroAristide 28.10.2021 12:06
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Henrique Daros
Henrique Daros 28.10.2021 11:45
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Renda fixa a 13% 🥰
Samir Ourives
Samir Ourives 28.10.2021 11:45
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
pode esperar que vai chegar a mais de 15%
Felipe Moreira
Felipe Moreira 28.10.2021 11:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
SCHWARTSMAN é um comédia, ele fica tentando achar nas entrelinhas algum risco de queda do juros... kkkk agora que o freio de mão ja foi pro espaço tudo é narrativa.
FRANCISCO ATAIDE
FRANCISCO ATAIDE 28.10.2021 11:15
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Cada um puxando a sardinha para sua brasa. Os chantagistas não tem limite. Vamos ver se Roberto Campos deixa de ser conduzido e passe a conduzir. Esta do outro lado agora e seus amiguinhos de mercado, como eles mesmos dizem, só tem uma mandato: "ganhar dinheiro". Dane-se o país.
Mant Neuman
BombeiroAristide 28.10.2021 10:22
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Maior taxa de juros reais do mundo, 3a maior taxa de juros nominais do mundo entre as maiores taxas de inflacao, desemprego e mortes do mundo. Bozo é um fenômeno. Mais burro do que a Dilma e mais ladrão do que o Lula
Mario Jorge
Mario Jorge 28.10.2021 10:22
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
cai fora, micróbio! Teu lugar é no brasil247.... Vaza daqui!!!
Mant Neuman
BombeiroAristide 28.10.2021 10:22
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mario Jorge  chegou o robozinho
Sidnei Alves
Sidnei Alves 28.10.2021 10:22
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Inflação está alta no mundo inteiro.
Nelson Sousa
Nelson Sousa 28.10.2021 10:22
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Esse tal "bombeiro amigo", deveria mudar o nick para "Incendiario Inimigo", muito mais adequado pra ele!
Mant Neuman
BombeiroAristide 28.10.2021 10:22
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A Bozolandia não sabe ler ou interpretar texto.... Esta ruim no mundo todo, mas por aqui esta muiiiiiiito pior.. Os números nào mentem.
Milton Heyde de Macedo
Milton Heyde de Macedo 28.10.2021 1:45
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Milhões de pessoas com financiamento imobiliário de 4% + selic ou ipca vão ter que suar sangue para pagar as próximas parcelas, em um ambiente de 13 7 Milhões de desempregados desestimulando os aumentos salariais, tempestade perfeita, ou melhor, cilada perfeita.
Leandro Arrotinho
Leandro Arrotinho 28.10.2021 1:45
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Isso foi feito de proposito pois sabiam que a inflacao ia comer solta…cilada bino…cairam direitinho
Milton Heyde de Macedo
Milton Heyde de Macedo 28.10.2021 1:40
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
9,25% em LCA LCI vão estimular muitos CPF a sair da bolsa1 Apertem os cintos pois o tio do obov pode ser feio!!!
Mamoru Uehara
Mamoru Uehara 27.10.2021 22:41
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
naquele ano selic juros baixos as vendas financiamentos foram recordes...mas agora nao podem parar de pagar se nao perde tudo...e os bancos rindo. jegues genio...carne mensal pagando juros mais que o dobro na epoca.
luiz bruno
luiz bruno 27.10.2021 22:13
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Bancos e Seguradoras agradecem !
juliano andriollo
juliano andriollo 27.10.2021 21:02
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Já está precificado, amanhã é alta!
ADRIANO SANTOS
ADRIANO SANTOS 27.10.2021 21:02
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ja esta precificado : rumo aos 94 mil pontos
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail