😎 Promoção de meio de ano - Até 50% de desconto em ações selecionadas por IA no InvestingProGARANTA JÁ SUA OFERTA

Sob pressão, Haddad acena com cortes

Publicado 14.06.2024, 04:25
© Reuters Sob pressão, Haddad acena com cortes
USD/BRL
-
BR10YT=XX
-

Em um momento de desconfiança do mercado com os rumos da política fiscal - que levou o dólar a R$ 5,40 na quarta-feira, 12 -, os ministros da Fazenda, Fernando Haddad, e do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet, fizeram um discurso mais assertivo em defesa de uma agenda de revisão e corte de gastos nesta quinta-feira, 13. Haddad falou em adotar "um ritmo mais intenso de trabalho" em torno da pauta e fazer uma "revisão ampla, geral e irrestrita"das propostas para reduzir despesas.

A reação do mercado não demorou a aparecer, com recuo das cotações do dólar e dos juros no mercado futuro. Depois de acumular valorização de mais de 2% nos últimos quatro dias, o dólar fechou ontem em queda de 0,70% (mais informações na pág. B2).

"A equipe já está montada; o que pedimos foi intensificação dos trabalhos, para que, até o fim de junho, possamos ter clareza do Orçamento de 2025, estruturalmente bem montado, para passar tranquilidade sobre o endereçamento das questões fiscais do País", disse o ministro, depois de reunião com Tebet. O projeto orçamentário tem de ser enviado até agosto ao Congresso.

Haddad ainda afirmou que o governo está "botando bastante força" nas revisões para acomodar "as várias pretensões legítimas do Congresso, do Executivo". "Mas, sobretudo, para garantir que tenhamos tranquilidade no ano que vem."

Tebet endossou o discurso de Haddad e acrescentou que, diferentemente do ajuste via receitas - que começou a se exaurir, diante da dificuldade de o governo aprovar novas medidas arrecadatórias no Congresso -, existe hoje margem para rever despesas. O cardápio de alternativas, segundo ela, ainda não foi fechado, mas em última instância vai depender da aprovação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Tebet voltou a criticar o uso indiscriminado de desonerações. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.