Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Dólar reverte alta e fecha na maior queda em uma semana com exterior

Moedas21.07.2021 17:41
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Funcionário de casa de câmbio mostra notas de cem dólares dos EUA em Karachi, Paquistão 03/12/2018 REUTERS/Akhtar Soomro

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar voltou a registrar uma sessão de gangorra nesta quarta-feira, mas ao término dos negócios firmou queda e fechou abaixo de 5,20 reais, com investidores descontando na moeda a volta do apetite por risco no exterior, mas sem tirar do radar o noticiário de Brasília e dados econômicos locais.

O dólar à vista caiu 0,73%, a 5,1927 reais na venda, maior baixa diária desde 14 de julho (-1,87%).

A moeda oscilou de 5,279 reais (+0,92%) a 5,1811 reais (-0,95%).

Lá fora, o dólar recuava 0,2%, afastando-se ainda mais de máximas em três meses e meio alcançadas na véspera.

O mercado operou sob maior estresse na parte da manhã, quando o dólar ainda esboçava força contra vários pares. Aqui, a cotação bateu a máxima do dia por volta de 11h30, quando predominaram ruídos sobre esvaziamento do Ministério da Economia de Paulo Guedes.

No decorrer do pregão, porém, investidores ponderaram leitura de que a pequena reforma ministerial anunciada pelo presidente Jair Bolsonaro --que inclui ainda mudanças na Secretaria-Geral e na Casa Civil-- visa fortalecer a base de apoio do governo no Congresso, especialmente porque o cotado para assumir a Casa Civil, o senador Ciro Nogueira (PP-PI), é visto como nome-chave de suporte ao governo no Legislativo.

O sentimento positivo no Brasil com os fortes dados de arrecadação entrou na conta do alívio do dólar, por indicarem que a economia segue em trajetória de crescimento.

Ao mesmo tempo, a moeda entrou em rota descendente no exterior, com os mercados reduzindo prêmio de risco relacionado à Covid-19 enquanto monitoravam notícias sobre a recondução de Jerome Powell à chefia do banco central norte-americano, balanços corporativos otimistas nos EUA, política monetária na zona do euro e o pacote trilionário de infraestrutura nos Estados Unidos.

Veja gráfico intradiário da taxa de câmbio dólar/real (em laranja) e do índice do dólar frente a uma cesta de moedas:

No Brasil, o mercado voltou a comentar a amplitude das variações do dólar. A moeda caiu 0,35% na terça, depois de saltar 2,59% na segunda.

A diferença média entre máximas e mínimas do dólar futuro em relação a cada fechamento anterior vem em alta desde meados de junho, saindo de cerca de 1,22% para 1,75%. Outra medida de instabilidade, a volatilidade implícita nas opções de dólar/real de três meses desde o começo do mês voltou a ser a mais alta dentre os pares comparáveis do real, estando em 16,6% ao ano, contra 10,9% do peso mexicano,.

"É uma volatilidade que atrapalha qualquer (fundo) multimercado, qualquer 'case' construtivo para o Brasil", disse Roberto Motta, responsável pela mesa de derivativos da Genial Investimentos.

Para Luca Maia, estrategista de câmbio e juros para América Latina do BNP Paribas (PA:BNPP), o real seguirá com alta volatilidade até que o Banco Central complete o ciclo de normalização monetária.

"Achamos que isso (a alta recente do dólar) é um movimento mais técnico, já que o real vinha de uma valorização desde março e havia maior carregamento de posições vendidas em dólar quando o mercado começou a discutir mudanças no cenário de crescimento econômico global", disse Maia.

Por ora, a principal posição do BNP em real é contra o euro, escolha, segundo Maia, justificada pela expectativa de que a narrativa de redução de estímulos nos Estados Unidos enfraqueça a moeda comum europeia, o que a tornaria ideal para financiamento.

O euro chegou ao fim da tarde em queda de 0,5%, para 6,1181 reais.

Dólar reverte alta e fecha na maior queda em uma semana com exterior
 

Artigos Relacionados

Dólar fecha em alta de 2,53%, a R$5,2082
Dólar fecha em alta de 2,53%, a R$5,2082 Por Reuters - 30.07.2021

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar saltou mais de 2% nesta sexta-feira, praticamente zerando em apenas uma sessão a queda acumulada em toda a semana, puxado por um forte movimento de...

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (6)
tomaz viana
tomaz viana 22.07.2021 7:24
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Sensacionalismo... reverteu? ... maior queda em uma semana ou diária? a semana ainda não fechou.. rsrsrs.
Ottorino Cetti
Ottorino Cetti 21.07.2021 18:46
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Tranquilo, dolar e euro sào de alta nonproximos dias! Dolar, como da Focus do BC deve fechar 2021 perto de R% 5,30
Ed San
Ed San 21.07.2021 18:45
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
vej4m no Y0uTube ..a f4c4da no mito.. Adéli0 foi contr4tad0 para o te4tro da fac4d4.
Ed San
Ed San 21.07.2021 18:45
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
vej4m no Y0uTube ..a f4c4da no mito.. Adéli0 foi contr4tad0 para o te4tro da fac4d4.
Leonardo Martins
Leonardo Martins 21.07.2021 18:20
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Meu Deus, quanta coisa , em uma economia baseada em consumo e os estoques de petróleo abaixo do esperado ... 11:30 estoques de petróleo foi a gota pra queda
William de Almeida
William de Almeida 21.07.2021 17:58
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O PP, partido com mais acusados na Lava-Jato e um dos que mais cresceu nas eleições municipais, agora será dono do governo Bolsonaro. Corrupção sistêmica.
Mostrar respostas anteriores (2)
Pedro Rodrigues
Pedro Rodrigues 21.07.2021 17:58
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Democracia é isso aí, se o mito tivesse poder isso não aconteceria. Mas ele está limitado por  esse regime corrupto e medíocre.
Isaac Hill
Isaac Hill 21.07.2021 17:58
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Chama o teu lula que ele resolve a corrupção do país.
Mant Newmann
MaNve 21.07.2021 17:58
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Vitor Herrera  Primeiro? hahahahaha
Rosildo da Silva
Rosildo da Silva 21.07.2021 17:58
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
PP é o partido-raiz do Bolso, portanto, vai pro lugar certo.
Andre Tasoniero
Andre Tasoniero 21.07.2021 17:58
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Este governo acabou com a Lava-Jato logo após a prisão do Lula. O Brasil despencou no ranking de corrupção mundial, inclusive entre países da América do Sul. Este Bozo é um fanfarrão!
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail