Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Petrobras tem complicador na transição: nova regra e nomes que se dobrem a Bolsonaro

Ações 27.05.2022 17:40
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Logo da Petrobras em refinaria de Cubatão 24/02/2015 REUTERS/Paulo Whitaker

Por Sabrina Valle e Rodrigo Viga Gaier

(Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro vai ter de contar com o aval de quatro órgãos técnicos para ver aprovados possíveis indicados para o conselho de administração, no que, segundo quatro fontes ligadas à cúpula da estatal, seria o primeiro passo para a troca da diretoria.

Isso pode resultar em uma demora incomum no processo de indicação e aprovação dos nomes para o conselho da Petrobras (SA:PETR4), e ressalta uma dificuldade para se encontrar candidatos que sejam aprovados pela governança da petroleira e que se dobrem às vontades do presidente em questões em torno dos preços dos combustíveis, avaliaram pessoas próximas à empresa.

A nova regra para indicações de conselheiros para a estatal, publicada pelo próprio governo, promete complicar e alongar o processo de transição que levaria pelas normas internas ao menos 45 dias para seguir ritos de aprovação. Segundo as pessoas com conhecimento do assunto, o processo pode levar mais de 60 dias caso o Comitê de Pessoas, Elegibilidade, Sucessão e Remuneração (Celeg) tome tempo para a aprovação.

Um decreto assinado pelo próprio presidente Bolsonaro em abril determina que um comitê de pessoas e sucessão avalie os nomes antes que possa ser convocada uma assembleia geral. Esse órgão é composto por três integrantes do conselho de administração e mais dois membros externos.

Antes, quando o governo apontava um nome para a presidência da Petrobras, ele vinha acompanhado de indicações dos conselheiros, como aconteceu em recentes processos. Na última segunda-feira, contudo, o Ministério de Minas e Energia indicou apenas Caio Paes de Andrade para a terceira mudança no posto de CEO no governo Bolsonaro, e até a tarde de sexta-feira não havia apontamentos para o conselho.

Bolsonaro não esconde sua inclinação de mudar conselheiros e até diretores da companhia, conforme ressaltou na véspera.

Outras três pessoas próximas da cúpula da Petrobras também afirmaram que o presidente quer emplacar até oito conselheiros, versus seis que o governo conseguiu eleger na última assembleia, quando os acionistas minoritários ganharam um assento --ao todo são 11, incluindo representante dos funcionários.

Mas até esta sexta-feira a Petrobras não havia recebido os nomes dos indicados, muito menos informações sobre o apontado para ser o novo CEO, o que impedia o início da análise do nome de Andrade pelo chamado Comitê de Pessoas, que checa questões como integridade e o histórico profissional.

"Esse é mais um indicativo da dificuldade em achar nomes. Quanto mais demora, mais retarda a eventual posse dele. Hoje já se fala em algo que possa acontecer daqui uns 60 dias", disse uma fonte em condição de sigilo, sobre o prazo para que os novos conselheiros e o novo presidente estejam eleitos.

A empresa afirmou esta semana que as suas assembleias gerais, inclusive aquelas para eleger conselheiros, estão sujeitas ao prazo mínimo de 30 dias entre a convocação e a realização.

Para a assembleia ser convocada, os nomes dos conselheiros, além do novo CEO, precisam também ser avaliados antes pelo Celeg.

Isso, segundo pessoas com conhecimento da norma, deve resultar em mais 15 a 30 dias, além do prazo mínimo para a convocação da assembleia.

Ou seja, caso Bolsonaro consiga montar a lista de indicados rapidamente e ter os nomes aprovados, a reunião de acionistas poderia ocorrer em meados ou final de julho, poucos meses antes da eleição de 2 de outubro, na qual o presidente vai tentar reeleição.

O processo pode levar mais tempo dependendo dos comitês técnicos que emitem pareceres sobre o nome dos indicados.

Procurado, o Ministério de Minas Energia não respondeu imediatamente se já fez as indicações dos nomes dos conselheiros à Petrobras.

Outros três órgãos técnicos emitem pareceres sobre a possível troca de comando: Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (SEST), Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) e Procuradoria do Ministério de Minas e Energia.

Outros nomes

Além dos conselheiros, o presidente teria de encontrar outros oito nomes, se realmente quiser trocar também a diretoria.

"Não se arruma 15 nomes de uma hora para outra que queiram expor seu currículo, seu CPF e seu patrimônio", disse uma segunda fonte.

Além disso, mudanças na Petrobras trazem incertezas para a administração da empresa em um momento crucial de alta volatilidade no mercado de petróleo, por conta da guerra na Ucrânia, que gerou ainda preocupações sobre a escassez de diesel, combustível essencial para um país que tem a base de seu transporte no modal rodoviário.

"Estar na posição de conselheiro e na diretoria da empresa é estar na vitrine e exposto. A demora (nas indicações), embora não seja algo simples, é estranha sim. Conseguir tantas pessoas para fazer um trabalho novo que ninguém sabe exatamente como será, não há nada fácil", afirmou uma terceira pessoa.

"Não é fácil, não é simples nem trivial... Talvez o governo esteja com problema para achar esses tantos nomes. É muita gente de uma vez só e muito risco inerente", afirmou uma quarta pessoa.

O governo já foi informado que os nomes dos candidatos a conselheiros precisam passar pelos comitês internos de integridade e compliance da empresa.

Alguns dizem que o nome Andrade, formado em Comunicação Social e atual secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, poderia esbarrar na Lei das Estatais, que prevê que um candidato ao comando da Petrobras precisa ter experiência e credenciais necessárias na área de petróleo e gás.

Andrade não tem atuação no setor, mas também isso não foi um problema para o general Joaquim Silva e Luna assumir como CEO.

Essa questão da experiência, entretanto, pode ganhar peso na avaliação do Comitê de Pessoas em momento em que a própria empresa já alertou o governo e a agência reguladora ANP sobre o risco de desabastecimento de diesel no segundo semestre, conforme antecipou a Reuters esta semana.

 

(Edição de Roberto Samora)

Petrobras tem complicador na transição: nova regra e nomes que se dobrem a Bolsonaro
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (35)
roberto gadioli
roberto gadioli 29.05.2022 8:26
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
ex-estatal, pois já privatizou 2 refinarias e tb privatizou a "alma da empresa (lucro lucro pelo lucro) a Petrobrás já fala em racionamento de diesel. #governoDeM.E.R.D.A
Joao Baptista
Joao Baptista 28.05.2022 7:53
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Se faltar diesel, o PR, mais o Jegues e o Salsicha e o Lira serão os culpados, tudo por conta dessa instabilidade provocada por eles.
Wilton Silva Aguiar
Wilton Silva Aguiar 27.05.2022 23:15
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
ESSE IMBECIL DO JAIR-PRA-CADEIA NAO PEECEBE QUE VENDER AS REFINARIAS É A PIOR ESTRATÉGIA DE CONTENÇÃO DOS PREÇOS DOS COMBUSTÍVEIS ???
Chris Chris
Chris Chris 27.05.2022 21:26
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Maior recessão econômica da história do Brasil, tríplex do Guarujá, mensalão, petrolão, dívida da Petrobras, dívida do BNDES, propina da Odebrecht e investimentos em Cuba, Venezuela e Bolívia. Esse é o Lula e sua turminha vermelha hahahahaa.
Lucas Zimmer
Lucas Zimmer 27.05.2022 21:26
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
pois é...uns doentes apoiam o ladrão cachaceiro e outros apoiam o doido miliciano da rachadinha...e o Brasil se fo...de
Soco Soco
Soco Soco 27.05.2022 21:26
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
fontes???? de tanta asneira
Guilherme zz
Guilherme zz 27.05.2022 21:26
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
@Soco Soco Gado esquerdista, existe Google para pesquisar.
Allan KI
Allan KI 27.05.2022 21:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Pô...o Minto quer colocar uma manicure na presidência da PB e o gado bate palmas...kkkk
helder tavares
helder tavares 27.05.2022 21:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
vai ver onde esta a rampeira da tua mae, no lugar de ficar falando bobagem aqui, seu paspalho.
Allan KI
Allan KI 27.05.2022 21:17
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Na boa..imagina se não fosse essa governança...Petrolão seria fichinha perto do que o minto quer fazer na PB...rsrwrw
Chris Chris
Chris Chris 27.05.2022 21:17
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Maior recessão econômica da história do Brasil, tríplex do Guarujá, mensalão, petrolão, dívida da Petrobras, dívida do BNDES, investimentos em Cuba, Venezuela e Bolívia. Esse é o Lula e sua turminha vermelha hahahahaa.
Soco Soco
Soco Soco 27.05.2022 21:17
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Chris Chris fontes???? de tantas asneiras
Guilherme zz
Guilherme zz 27.05.2022 21:17
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Soco Soco @Soco Soco Gado esquerdista, existe Google para pesquisar.
Geraldo R Silva
LeoMoreira 27.05.2022 21:17
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Chris Chris  Por outro lado maior inflacao em 26 anos, menor salario minimo em decadas, orcamento secreto de 4bi, emendas congresso de mais de 6 bi, despesas de cartoes de credito, MEC 700milhoes de transporte, MSaude superfaturamento Covaxin,,, mansao do filhote de urubu de 6milhoes... so como contra-exemplo. Vc calada eh uma poeta.
welington felix
welington felix 27.05.2022 20:58
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
ôoo poderoso chefão! Essa foi surpreendente. "até tu Brutus!"
Andollinni Magalhães
Andollinni Magalhães 27.05.2022 20:56
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Começa a privatização disso logo e deixa o mercado regular o preço!
Allan KI
Allan KI 27.05.2022 20:56
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Cara...mas o mercado já faz isso... A Petrobras nem rede de postos de gasolina tem mais..kkkkk
welington felix
welington felix 27.05.2022 20:53
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mais um acordo bilionário a empresa pedirá pra estrangeiros não entrarem na justiça...o cronômetro já foi acionado.
welington felix
welington felix 27.05.2022 20:51
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Muitos já mandaram afiar a espada da justiça...como é fácil ganhar da petobras( versão lula).Normalmente a estatal apela pra um acordo.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail