Últimas Notícias
Investing Pro 0
OFERTA Cyber Monday: Até -54% no InvestingPro+ GARANTA A OFERTA

Ucranianos sofrem com frio e escuridão; presidente implora à ONU para punir Rússia

Gerais 24.11.2022 09:30
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Zelenskiy falando para Otan 21/11/2022 REUTERS/Juan Medina

Por Pavel Polityuk e Tom Balmforth

KIEV (Reuters) - O presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskiy, pediu que a Organização das Nações Unidas puna os ataques aéreos russos contra a infraestrutura civil, depois que uma série de mísseis causou os piores cortes de energia em todo o país até agora, mergulhando as cidades na escuridão congelante.

Com milhões de ucranianos enfrentando temperaturas abaixo de zero, as autoridades trabalhavam duro nesta quinta-feira para reativar as luzes e o aquecimento. O mais recente bombardeio de mísseis da Rússia matou 10 pessoas, desligou as usinas nucleares da Ucrânia e deixou grande parte do país sem energia.

Na manhã de quinta-feira, as autoridades regionais em Kiev disseram que a energia havia sido restaurada em três quartos da capital e que a água estava funcionando novamente em algumas áreas. O transporte também voltou a funcionar na capital.

As autoridades esperavam reiniciar as três usinas nucleares no território controlado pela Ucrânia até o final do dia.

Desde o início de outubro, a Rússia tem lançado enormes ataques aéreos cerca de uma vez por semana em alvos de energia em toda a Ucrânia.

Moscou reconhece atacar a infraestrutura básica, dizendo que seu objetivo é reduzir a capacidade de combate da Ucrânia e pressioná-la a negociar. Kiev diz que tais ataques têm claramente a intenção de ferir civis, tornando-os um crime de guerra.

"Hoje é apenas um dia, mas recebemos 70 mísseis. Essa é a fórmula russa do terror. Tudo isso contra nossa infraestrutura energética", disse Zelenskiy durante a noite por meio de um link de vídeo para a câmara do Conselho de Segurança da ONU.

"Hospitais, escolas, transportes, bairros residenciais, todos sofreram", afirmou ele, pedindo às Nações Unidas que atuem para deter os ataques.

Não havia perspectiva de ação do Conselho de Segurança, onde a Rússia tem poder de veto. O embaixador de Moscou na ONU, Vasily Nebenzya, disse que era contra as regras do conselho que Zelenskiy aparecesse por vídeo e rejeitou o que chamou de "ameaças e ultimatos imprudentes" da Ucrânia e de seus apoiadores no Ocidente.

Em um discurso noturno aos ucranianos, Zelenskiy declarou: "Vamos reconstruir tudo e superar tudo isso porque somos um povo indestrutível".

A Ucrânia diz que está derrubando a maioria dos mísseis e restaurando a maior parte da energia em um dia, mas que cada um desses ataques causa danos piores e maior dificuldade aos civis.

"Se Moscou realmente acredita que a falta de energia fará com que os ucranianos derrubem o governo e implorem por misericórdia, então, depois de nove meses de guerra, o Kremlin ainda não sabe absolutamente nada sobre a Ucrânia", tuitou o conselheiro de Zelenskiy, Mykhailo Podolyak.

O inverno chegou abruptamente na Ucrânia e as temperaturas estavam bem abaixo de zero na capital, uma cidade de três milhões de habitantes. A embaixadora dos EUA na ONU, Linda Thomas-Greenfield, disse que o presidente russo, Vladimir Putin, estava "claramente usando o inverno como arma para infligir imenso sofrimento ao povo ucraniano".

O presidente russo "tentará congelar o país até a submissão", acrescentou ela.

Ucranianos sofrem com frio e escuridão; presidente implora à ONU para punir Rússia
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (3)
Dom Luiz
Dom Luiz 25.11.2022 9:06
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
FAÇAM ACORDOS!!! COM A RÚSSIA NÃO SE DÁ PARA IR ATÉ O FINAL!!! ELES SÃO DESCENDENTES DE ESLAVOS E VIKINGS...
ADEMIR BELARMINO DE SOUZA
ADEMIR BELARMINO DE SOUZA 25.11.2022 1:43
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Está caindo a ficha do presidente da Ucrânia: se apoiou na lança afiada dos EUA, e agora viu que sua mão está sendo furada.
ADEMIR BELARMINO DE SOUZA
ADEMIR BELARMINO DE SOUZA 25.11.2022 1:40
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Está caindo a ficha de Zelensky: se apoiou na lança afiada dos EUA e agora viu que sua mão está sendo furada.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail