Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Petróleo cai com restrições da China contra a Covid em foco

Commodities 17.05.2022 15:18
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters.

Por Peter Nurse   

Investing.com -- Os preços do petróleo negociam em queda na tarde desta terça-feira, após subirem para os níveis mais elevados em sete semanas pela manhã. O mercado avaliava a esperança de que os lockdowns contra a Covid da China possam ser suspensos em breve, o que impulsionaria a procura do maior importador de petróleo bruto do mundo.

Às 15h17, os contratos futuros do petróleo WTI, negociado em Nova York e referência de preços para os EUA, eram negociados com queda de 1,48%, a US$ 110,17 por barril, enquanto o contrato do Brent, cotado em Londres e referência mundial de preço, caía 1,57%, para US$ 112,45 por barril, depois de ter avançado até US$ 115,68 por barril, seu maior nível desde o dia 28 de março.

Os futuros da gasolina RBOB dos EUA apresentavam baixa de 1,60%, a US$ 3,9584 por galão.

Xangai alcançou seu aguardado marco de três dias consecutivos sem novos casos de Covid-19 fora das zonas de quarentena na terça-feira, período que geralmente significa status de "COVID zero" e o início da suspensão das restrições.

Na segunda-feira, o centro financeiro anunciou planos para o término de um lockdown que já dura mais de seis semanas, com retorno a uma vida mais normal a partir do começo de junho.

Este período de lockdown teve um impacto significativo no crescimento da segunda maior economia do mundo, com a China processando 11% menos de petróleo em abril do que um ano antes, e aumenta o otimismo de que a procura poderá acelerar o ritmo rapidamente.

Dito isto, os ganhos são limitados na terça-feira, depois que os ministros das Relações Exteriores da UE terem falhado na segunda-feira em seu esforço para pressionar a Hungria a suspender seu veto ao embargo do petróleo da Rússia.

De acordo com dados da Agência Internacional da Energia, a Hungria importou 70.000 barris por dia, ou 58%, do total das suas importações de petróleo em 2021, a partir Rússia, ilustrando o seu grau de dependência em relação a Moscou quanto às suas necessidades energéticas.

"A remoção deste fator de medo específico no preço do petróleo permitirá que os preços da commodity retomem a trajetória deste ano, até o nível em que se encontravam antes de o "prêmio da guerra" entre Rússia e Ucrânia começar a ser precificado pelo dinheiro inteligente em setembro de 2021, que era em torno de US$ 65 por barril de Brent,” segundo a pesquisa do site OilPrice.com, em relatório.

As atenções agora se voltam para os dados de oferta de petróleo bruto dos EUA do American Petroleum Institute, que devem ser divulgados mais tarde no pregão de hoje.

Os inventários da Reserva Estratégica do Petróleo caíram para 538 milhões de barris, o menor nível desde 1987, de acordo com os dados do Departamento de Energia dos EUA publicados na segunda-feira, pois o governo Biden vem usando a REP para tentar aumentar a oferta global e limitar os aumentos de preços.

"A retirada contínua do inventário nas últimas semanas forçou as reservas de gasolina dos EUA a níveis significativamente inferiores à média de cinco anos nesta época do ano, e reflete a forte tensão de abastecimento", afirmaram os analistas do ING em relatório.

Dito isto, os dados mais recentes da Baker Hughes mostraram que a contagem de plataformas de petróleo nos EUA aumentaram em 6 unidades, para 563 plataformas na última semana, a oitava semana consecutiva de acréscimo de plataformas.

Petróleo cai com restrições da China contra a Covid em foco
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail