Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta terça-feira

Economia12.01.2016 08:55
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado financeiro de hoje

Investing.com - As cinco principais notícias desta terça-feira, 12 de janeiro, sobre os mercados financeiros são:

1. Preços do petróleo caem para US$ 30

Os preços do petróleo caíram para US$ 30 por barril nesta terça-feira, uma vez que as atuais dúvidas com a saúde da economia da China alimentaram as preocupações de que um excesso de oferta mundial pode durar mais tempo do que o previsto.

A China é o segundo maior consumidor de petróleo do mundo depois dos EUA e tem sido o motor do fortalecimento da demanda.

O petróleo Brent caiu 22 centavos, ou 0,71%, para US$ 31,66 por barril, às 10h35min. GMT, ou às 05h35min. ET, após ter recuado para uma baixa da sessão de US$ 30,77, um nível não visto desde abril de 2004.

O petróleo dos EUA caiu para US$ 30,42, o nível mais baixo desde dezembro de 2003, antes de ficar em US$ 31,06, uma queda de 35 centavos, ou 1,1%.

2. Ações da China se recuperam, ao passo que Nikkei despenca

Os mercados de ações chineses apresentaram recuperação nas agitadas negociações desta terça-feira, uma vez que o yuan ficou estável pelo terceiro dia consecutivo. As autoridades chinesas corrigiram o yuan em 6,5628 por dólar norte-americano (USD/CNY), semelhante à correção de 6,5626 de segunda-feira.

O resto da Ásia fechou na maior parte em baixa, em meio à queda dos preços do petróleo. O Nikkei 225 do Japão fechou no nível mais baixo em um ano, ao passo que os mercados em Hong Kong e na Austrália fecharam no vermelho.

3. Mercados da Europa e dos EUA se desvencilham da queda mais recente do petróleo

As ações europeias operaram em alta nesta terça-feira, uma vez que o DAX da Alemanha subiu 2%, uma vez que os investidores optaram por ignorar a tendência de queda nos futuros de petróleo.

Em outros lugares, os futuros norte-americanos de ações subiram entre 0,5% e 0,6%, sugerindo uma abertura mais forte em Wall Street mais tarde. Os mercados norte-americanos fecharam mistos nesta segunda-feira, uma vez que as quedas nos preços das commodities pesaram.

4. Cobre opera em nova baixa de 6 anos e meio

O cobre operou em uma nova baixa de seis anos nesta terça-feira, uma vez que os investidores continuaram cortando as participações do metal vermelho em meio às persistentes preocupações sobre a demanda futura do maior consumidor que é a China.

Os preços do metal vermelho caíram quase 8% até agora em 2016, uma vez que um colapso no mercado de ações da China e uma rápida depreciação do yuan atingiram o sentimento dos investidores.

A nação asiática é a maior consumidora mundial de cobre, respondendo por quase 45% do consumo mundial.

5. Libra britânica despenca após dados fracos

A libra operou em novas baixas de cinco anos em relação ao dólar dos EUA nesta terça-feira, após dados terem mostrado que a produção industrial e manufatureira do Reino Unido caiu drasticamente em novembro, somando-se evidências de que a economia desacelerou no final do ano passado.

A libra tem estado sob pressão nos últimos dias devido à diminuição das expectativas para um aumento de taxas pelo Banco da Inglaterra, bem como a incerteza sobre um referendo sobre a possibilidade de a Grã-Bretanha permanecer na União Europeia.

Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta terça-feira
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (1)
Ricardo Junior Stoppe
Ricardo Junior Stoppe 21.05.2019 6:14
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O Mercado do Credito de Carbono esta subindo muito no mundo , isto se da pela obrigacao das empresas ja cumprir o tratado de Paris COP 21 ou a falta do produto mesmo?
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail