Garanta 40% de desconto
⚠ Alerta de Balanço! Quais ações estão prontas para disparar?
Veja as ações no nosso radar ProPicks. Essas estratégias subiram 19,7% desde o início do ano.
Não perca a lista completa

Dirigente do Fed não espera ter informação suficiente sobre trajetória da inflação até maio

Publicado 02.04.2024, 10:41
Atualizado 02.04.2024, 14:11
© Reuters Dirigente do Fed não espera ter informação suficiente sobre trajetória da inflação até maio

A presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) de Cleveland, Loretta Mester, afirmou nesta terça-feira, 2, que é preciso ter mais informações sobre a trajetória da inflação, antes de decidir por corte de juros nos Estados Unidos. E acrescentou que não espera ter o nível de informação necessário para essa decisão até a próxima decisão do Fed, marcada para 1º de maio.

Durante evento em Cleveland, ela disse que tem havido "progresso substancial" rumo à meta de inflação de 2% do Fed, mas ponderou que esta segue acima dessa meta.

Com direito a voto nas decisões de política monetária neste ano, Loretta Mester afirmou que os números de inflação de janeiro e fevereiro são um lembrete de que o caminho rumo à meta não será "tranquilo", com potenciais sobressaltos nessa trajetória. Ela disse que continua a avaliar que o cenário mais provável é que a inflação continue a caminhar para os 2%, mas acrescentou que precisa ter mais dados para ter certeza sobre essa rota.

Ela disse que reviu para cima sua projeção para o avanço do Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA neste ano, a "pouco mais de 2%". O mercado de trabalho, por sua vez, deve continuar a se equilibrar melhor neste ano. Caso o cenário previsto se confirme, os cortes de juros começam em 2024, afirmou.

Esses cortes devem ser vistos como passos rumo à normalização da política monetária, mas a dirigente insistiu que essa trajetória dependerá dos dados. Ela mencionou riscos às projeções, como tensões geopolíticas, o crescimento "lento" da China, potencial deterioração nos mercados imobiliários comerciais ou novos estresses financeiros. Do lado positivo, poderia haver crescimento mais forte que o esperado na produtividade, apontou.

A presidente do Fed de Cleveland afirmou que reviu para cima sua projeção para as taxas dos Fed funds no mais longo prazo, de 2,5% a 3%. Para ela, o risco maior, no quadro atual, seria cortar os juros cedo demais.

Com o quadro econômico positivo atual, o Fed não precisa ter pressa e correr esse risco, ponderou. Caso a inflação pareça ficar estagnada em nível acima da meta, os dirigentes poderiam manter a postura restritiva por mais tempo que o previsto. Mas ela também disse que, caso o mercado de trabalho se deteriore, os juros podem ser cortados mais cedo ou mais rápido que o antes previsto.

Últimos comentários

Huumm.. Ja é uma boa informação para extrair dados e operar! 🔥
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.