Últimas Notícias
Investing Pro 0
🚨 Nossos dados Pro revelam a melhor ação da temporada de balanços Acesse dados

Time de Lula tenta justificar divergências a empresários

Política 27.11.2022 10:32
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters Time de Lula tenta justificar divergências a empresários

Um hotel cinco estrelas no Guarujá (SP) foi o cenário para o encontro de nomes da transição do governo eleito, de Luiz Inácio Lula da Silva, com a classe empresarial. Durante dois dias, aliados do petista tentaram justificar a cacofonia divergente no grupo, enquanto empresários e executivos buscavam maior proximidade com cotados para a Esplanada dos Ministérios.

Braço direito do vice-presidente eleito Geraldo Alckmin (PSB) e um dos coordenadores da equipe de transição, Floriano Pesaro usou termos empresariais para tentar explicar as dificuldades enfrentadas em Brasília: "Estamos trocando o CEO desta empresa chamada Brasil", disse.

Emídio de Souza (PT-SP), deputado estadual eleito e amigo de Lula, emendou: "Floriano falou que é uma empresa constituída para funcionar 50 dias, o problema é que uma empresa, até funcionar redonda, demora um bocado". Ruídos entre os integrantes têm atrapalhado a articulação da PEC da Transição.

A ideia, disse Emídio, é fazer o diagnóstico e traçar o plano para os primeiros cem dias de governo. "Não é uma babel, é a frente que o Brasil precisa neste momento."

A escalação dos participantes incluiu o economista Gabriel Galípolo, o médico Roberto Kalil, os advogados Marco Aurélio Carvalho, Cristiano Zanin e Pierpaolo Bottini, a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), o governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), e o presidente do PSD, Gilberto Kassab.

Dividiram os corredores com ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Para evitar o que aconteceu em Nova York, quando ministros foram hostilizados por bolsonaristas, a calçada do hotel foi protegida por grades.

Guinada

Organizado pelo Esfera Brasil, think tank fundado pelo empresário João Camargo e atualmente comandado por sua filha, Camila, o evento mostrou a virada no posicionamento de parte da classe empresarial após a vitória de Lula. Considerado mais alinhado ao presidente Jair Bolsonaro, Camargo pediu, no palco, que empresários se juntem a ele para aplaudir os representantes do governo Lula. "A eleição foi democrática, ganhou honestamente, nós temos de apoiar."

O novo momento da política nacional permitiu a realização de uma conferência na qual as críticas à Operação Lava Jato dominaram o debate. Coube ao ministro do STF Luís Roberto Barroso levantar um óbice ao tom crítico do painel. Depois de ouvir de Zanin, que defendeu Lula, que a investigação tornou o sistema jurídico brasileiro instável, o ministro rebateu: "Não há segurança jurídica num quadro de corrupção sistêmica e institucionalizada. Precisamos enfrentar a naturalização das coisas erradas que havia no Brasil".

Outro ministro do STF presente, Ricardo Lewandowski chamou a atenção pelo tom político do discurso e por uma reunião reservada de quase 40 minutos com Alckmin. No pronunciamento público, defendeu a pacificação do País e se mostrou afinado com os principais pontos dos discursos de Lula. O vice, nome mais aguardado do evento, quase faltou. A decisão de não desistir da viagem ao Guarujá atendeu a um apelo de Lula.

Time de Lula tenta justificar divergências a empresários
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (32)
Moises Melnik
Moises Melnik 28.11.2022 18:55
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Não vi ninguém de destaque no mundo empresarial. O Dinheiro já foi embora. Muitas empresas pisaram no freio, um governo corrupto é a ruína para os negócios !
Theo Sck
Theo Sck 28.11.2022 10:34
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ja estao se preparando pra saquear novamente o Brasil
Jr ODue
Jr ODue 28.11.2022 6:25
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Lula é gigante os ministros do stf precisam cumprir a constituição e prender os lesa patria da equipe do paunojegues ministro do tcu q tem mina de diamante essas coisas q a gente ve no Brasil nazi q o bozo lixo trouxe
Ivan zinho
Ivan zinho 28.11.2022 6:05
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
POR UM ACASO ALGUÉM JÁ VIU UM LADRÃO CONSEGUIR JUSTIFICAR SEU ROUBO?
Manuel Netto
Manuel Netto 28.11.2022 5:39
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mas o L. Inácio parece, não me lembro bem, ter falado em dobradinha Haddad, Arida.
Marco Antonio Maluf Soler
Marco Antonio Maluf Soler 27.11.2022 19:22
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
kkkkkkk a única língua que falam igual é a da propina.
Jorge Oliveira
Jorge Oliveira 27.11.2022 17:47
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Qual é o hotel dos canalhas
PAULO HENRIQUE DE ALMEIDA
PAULO HENRIQUE DE ALMEIDA 27.11.2022 17:14
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Aja grade para botar tanto ladrão
Gabriel Papi
Gabriel Papi 27.11.2022 15:02
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Lula, ladrão (corrupto e quadrilheiro) roubou a eleição!
Paulo Pozo
Paulo Pozo 27.11.2022 14:46
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Geraldo . Voltando a cena do crime
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail