Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Últimas Notícias

Promulgada lei que simplifica regras trabalhistas em novas calamidades

Atingido por escândalos, Boris Johnson renuncia ao cargo de premiê do Reino Unido

Ações 07.07.2022 09:20
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, deixa residência oficial de Downing Street, em Londres 06/07/2022 REUTERS/Phil Noble

Por Kate Holton e Elizabeth Piper

LONDRES (Reuters) - Boris Johnson anunciou sua demissão do cargo de primeiro-ministro do Reino Unido nesta quinta-feira, após ter sido abandonado por ministros e pela maioria dos parlamentares de seu Partido Conservador.

Cedendo ao inevitável depois que mais de 50 ministros renunciaram e parlamentares disseram que ele deveria sair, um isolado e impotente Johnson fez um pronunciamento do lado de fora de seu gabinete em Downing Street para confirmar que renunciaria.

"O processo de escolha desse novo líder deve começar agora. E hoje nomeei um gabinete para atuar, como farei até que um novo líder esteja no cargo", disse Johnson.

Após dias de luta por seu cargo, Johnson foi abandonado por todos, exceto por um punhado de aliados, diante do último de uma série de escândalos que quebrou a vontade de correligionários de apoiá-lo.

"Sua renúncia era inevitável", disse no Twitter Justin Tomlinson, vice-presidente do Partido Conservador. "Como partido, devemos nos unir rapidamente e nos concentrar no que importa. Estes são tempos graves em muitas frentes."

Os conservadores terão agora que eleger um novo líder, um processo que poderá levar cerca de dois meses.

Uma pesquisa do YouGov mostrou que o ministro da Defesa, Ben Wallace, era o favorito entre os membros do Partido Conservador para substituir Johnson, seguido pela ministra júnior do Comércio, Penny Mordaunt, e pelo ex-ministro das Finanças Rishi Sunak.

Muitos disseram que Johnson deveria deixar o posto imediatamente e entregá-lo ao seu vice, Dominic Raab, dizendo que ele perdeu a confiança de seu partido.

Keir Starmer, líder da principal legenda de oposição, o Partido Trabalhista, disse que convocaria um voto de confiança parlamentar se os conservadores não removerem Johnson imediatamente.

"Se eles não se livrarem dele, então os trabalhistas vão intensificar o interesse nacional e trazer um voto de desconfiança, porque não podemos continuar com este primeiro-ministro por meses e meses", afirmou.

A crise ocorre quando os britânicos enfrentam o aperto mais forte em suas finanças em décadas, em meio à pandemia de Covid-19, com inflação crescente e a economia prevista para ser a mais fraca entre as principais nações em 2023, além da crise envolvendo a Rússia.

Também vem depois de anos de divisão interna desencadeada pela estreita votação de 2016 para deixar a União Europeia e ameaças ao próprio Reino Unido com demandas por outro referendo de independência da Escócia, o segundo em uma década.

O apoio a Johnson evaporou durante uma das 24 horas mais turbulentas da história política britânica recente, sintetizada pelo ministro das finanças, Nadhim Zahawi, nomeado para o cargo na terça-feira, pedindo pela saída do premiê.

Zahawi e outros ministros do gabinete foram para Downing Street na quarta-feira à noite, junto com um representante de alto escalão dos parlamentares da sigla que não estão no governo, para dizer a Johnson que o jogo havia acabado.

Inicialmente, Johnson se recusou a deixar o cargo e pareceu pronto para resistir, demitindo Michael Gove --um membro de sua equipe ministerial de alto escalão que foi um dos primeiros a dizer-lhe que precisava renunciar-- em uma tentativa de reafirmar sua autoridade.

Um aliado havia dito ao jornal Sun que os rebeldes do partido teriam que "mergulhar suas mãos em sangue" para se livrar de Johnson.

Mas na manhã desta quinta-feira, quando uma série de demissões chegou, ficou claro que a posição de Johnson era insustentável.

"Isto não é sustentável e só vai piorar: para você, para o Partido Conservador e o mais importante, para todo o país", disse Zahawi no Twitter. "Você deve fazer a coisa certa e ir agora."

Atingido por escândalos, Boris Johnson renuncia ao cargo de premiê do Reino Unido
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (9)
Mannt Neumann
Mannt Neumann 07.07.2022 11:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Menos um vagabundo da direita extremista que se diz conservador para enganar idiotas. As viúvas do Trump choram a morte de mais um vagabundo.
Lucas Nacif
Lucas Nacif 07.07.2022 10:26
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mais um bunda mole, desse jeito tá fácil pra Rússia, Macron já foi humilhado, Alemanha tá em recessão. Por isso ninguém respeita esses "líderes".
carlos siqueira
carlos siqueira 07.07.2022 9:39
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
comparado com o de lá o que o daqui fez e faz dava p ter saído umas mil vezes kkk estamos há anos luz de distância de uma democracia proba, ética e moral
Ricardo Benedito Pereira
Ricardo Benedito Pereira 07.07.2022 9:39
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
-Algumas realizações notáveis do Governo Federal nos últimos anos:-Compartilhe a verdade!01) Redução recorde de homicídios e crimes violentos;02) Apreensão recorde de drogas;03) Maior programa de privatização da história (R$ 402 bilhões em privatizações, concessões e desestatizações);04) Extinção de 27 mil cargos públicos;05) Redução do desemprego de 14% p/ 9%;06) Lei da Liberdade Econômica;07) Criação do PIX;08) Reforma da Previdência;09) Marco do Saneamento Básico;10) Marco das Ferrovias;11) Marco do Gás;12) Marco das Startups;13) Sistema Balcão Único (abertura de empresas em poucas horas);14) Nova Lei de Falências;15) Melhora de 124ª para 65ª no Ranking Doing Business do Banco Mundial;16) Digitalização de Serviços (redução de burocracia e mais celeridade no atendimento à população);17) Digitalização dos cartórios;18) Revogação de 23 mil atos normativos (corte de burocracia e gastos);19) Venda de Imóveis da União (arrecadação de mais de 100 bil
Nelson Ribeiro
Nelson Ribeiro 07.07.2022 9:19
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Se governasse para o reino unido e não dedicasse recursos e tempo para fazer politicagem com a ucrania somente para agradar os estados unidos, teria apoio do povo.
Cristian cts
Cristian cts 07.07.2022 9:19
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A perda de apoio tem nada a ver com a guerra da Ucrânia
Rafael Sabbag
Rafael Sabbag 07.07.2022 9:19
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
É verdade… Por: Nelson Ribeiro kkkkkkk
Mannt Neumann
Mannt Neumann 07.07.2022 9:08
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Menos um vagabundo da direita extremista que se diz conservador para enganar idiotas. As viúvas do Trump choram a morte de mais um vagabundo.
Andollinni Magalhães
Andollinni Magalhães 07.07.2022 8:08
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Esse ai é a cara da hipocrisia da Esquerda. Fala para os outros “Fiquem em Casa” enquanto eu faço festas na minha.
Mostrar respostas anteriores (2)
Samdro Machado da Costa
Samdro Machado da Costa 07.07.2022 8:08
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Andollinni Magalhães, os exemplos da política brasileira e cópia tbm, mas em países com educação e caráter não funciona...Apenas isso, rsrsrs
Cristian cts
Cristian cts 07.07.2022 8:08
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Quando as pessoas que seguem o Bozo, (tipo você) não tem o que dizer, dizem que tudo e todos são de esquerda kkkkk... Sugiro a vocês que se tratem 🤡
Andollinni Magalhães
Andollinni Magalhães 07.07.2022 8:08
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Samdro Machado da Costa sim. A Esquerda faz exatamente isso. Um exemplo é o Lula com os clubes de leitura mas com seguranças armados com sub-metralhadora.
Andollinni Magalhães
Andollinni Magalhães 07.07.2022 8:08
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Cristian cts a hipocrisia da esquerda está em toda parte. Defendem desarmamento mas só andam com seguranças armados, defendem a taxação de grandes fortunas desde que não as deles, e por ai vai…
Ricardo Benedito Pereira
Ricardo Benedito Pereira 07.07.2022 8:08
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
-Algumas realizações notáveis do Governo Federal nos últimos anos:-Compartilhe a verdade!01) Redução recorde de homicídios e crimes violentos;02) Apreensão recorde de drogas;03) Maior programa de privatização da história (R$ 402 bilhões em privatizações, concessões e desestatizações);04) Extinção de 27 mil cargos públicos;05) Redução do desemprego de 14% p/ 9%;06) Lei da Liberdade Econômica;07) Criação do PIX;08) Reforma da Previdência;09) Marco do Saneamento Básico;10) Marco das Ferrovias;11) Marco do Gás;12) Marco das Startups;13) Sistema Balcão Único (abertura de empresas em poucas horas);14) Nova Lei de Falências;15) Melhora de 124ª para 65ª no Ranking Doing Business do Banco Mundial;16) Digitalização de Serviços (redução de burocracia e mais celeridade no atendimento à população);17) Digitalização dos cartórios;18) Revogação de 23 mil atos normativos (corte de burocracia e gastos);19) Venda de Imóveis da União (arrecadação de mais de 100 bil
Alexandre Lima
Alexandre Lima 07.07.2022 8:02
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Enquanto isso por aqui o condenado em 3a instância é libertado para concorrer as eleições.
Cristian cts
Cristian cts 07.07.2022 7:55
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Inglaterra heim... Nada como um país civilizado. Não deu certo? Cai fora e dá lugar pra outro. Aqui em terras tupiniquins, a gente é obrigado a casar com o "eleito" por um mínimo de 4 anos. É ridículo!
nuno nogueira
nuno nogueira 07.07.2022 7:41
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
eh so o primeiro de muitos lideres europeus q irao cair
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail