📖 Guia da Temporada de Balanços: Saiba as melhores ações escolhidas por IA e lucre no pós-balançoLeia mais

Azul quer comprar operação da Latam Airlines no Brasil, diz fonte

Publicado 26.05.2021, 15:47
© Reuters. Aeronaves de Azul e Latam no aeroporto de Guarulhos (SP) 
19/05/2020
REUTERS/Amanda Perobelli
JBLU
-
GOLL4
-
LTM
-
AZUL4
-

Por Marcelo Rochabrun

SÃO PAULO (Reuters) - A companhia aérea Azul (SA:AZUL4) abordou a chilena Latam Airlines (SN:LTM) com o objetivo de comprar sua operação brasileira, disse à Reuters uma fonte a par da situação.

A Latam entrou com pedido de recuperação judicial nos EUA há um ano e, embora tenha garantido nova liquidez nesse processo, ainda não apresentou um plano formal de reestruturação.

A Azul, controlada pelo fundador da JetBlue Airways (NASDAQ:JBLU), David Neeleman, disse na quarta-feira que estava pronta para liderar uma onda de consolidação no setor aéreo brasileiro, que foi devastado pela pandemia.

Nesta quarta-feira, o jornal Valor Econômico também informou que a Azul está tentando atrair a Latam e conversando com seus locadores de aeronaves.

Uma porta-voz da Latam disse que a companhia aérea não recebeu nenhuma oferta da Azul, que as negociações não estavam em andamento e que a Latam não tinha intenção de vender nenhuma de suas partes.

© Reuters. Aeronaves de Azul e Latam no aeroporto de Guarulhos (SP) 
19/05/2020
REUTERS/Amanda Perobelli

Além de rotas internacionais, a Latam possui operações domésticas, não apenas no Brasil, mas também no Chile, Peru, Equador e Colômbia.

Durante a pandemia, a Azul e a Latam desenvolveram um programa de codeshare para evitar competir no Brasil à medida que o mercado encolhia. Mas esse programa terminou repentinamente nesta semana, o que a Azul disse ser uma reação aos seus planos de consolidação.

Analistas da indústria especularam ao longo de 2020 que a Azul poderia tentar comprar a Latam no Brasil. As duas companhias aéreas dividem o mercado brasileiro com a Gol (SA:GOLL4).

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.