🔥 Ações selecionadas por IA com InvestingPro Agora com até 50% de descontoGARANTA JÁ SUA OFERTA

Curva invertida, você sabe o que significa?

Publicado 05.09.2022, 23:50
Atualizado 09.07.2023, 07:32

curva

A curva de juros, também conhecida como curva a termo ou yield curve, pode ser compreendida como as expectativas dos rendimentos médios de títulos públicos prefixados sem cupom, a partir dos contratos futuros de juros (ou DI), sendo assim temos várias curvas de juros (DI2023, 2024... 2031).

Se você conhece a curva de juros, sabe que o prêmio pelo risco tende a ser maior no longo prazo, isso ocorre porque no longo prazo as situações adversas envolvendo a economia são mais imprevisíveis e logo precisam ter um prêmio maior para compensar esse risco, mas o que acontece quando temos um prêmio maior sendo ofertado no curto prazo e um prêmio menor sendo ofertado no longo prazo? Isso é o que chamamos de curva de juros invertida.

Aqui no Brasil, no final do ano passado tivemos a inversão da curva de juros, motivo: furo do teto de gastos fizeram com que as preocupações em relação a parte fiscal do país colocassem em cheque a confiança na nossa economia. Segundo o INFOMONEY (2022) esse evento aconteceu no dia 28/03/2022 na economia considerada a mais estável do planeta, os EUA, pela primeira vez em 16 anos os rendimentos dos treasuries com vencimento em até 5 anos superou os rendimentos dos treasuries com até 30 anos, títulos com prazo até 2 anos também pagavam mais que os papéis com vencimento em até 10 anos.

Historicamente, ainda nos EUA, toda vez que o país passava por uma inversão na curva de juros, logo após vinha um período de recessão, e esse comportamento passou a alertar uma preocupação dos especialistas e economistas, temendo que esse período de recessão pudesse ser replicado por outras economias.

Segundo o boletim Focus e os economistas chefes das grandes instituições financeiras aqui no país, teremos um crescimento significativo da nossa economia em 2022 (no início do ano nosso PIB cresceria em torno de 0,5%, porém agora no segundo semestre, as projeções já apontam para um crescimento de 2,5%) .

Já Erin Browne, gestora de fundos na Pimco (2022), acredita que desta vez esse conceito de inversão das curvas de juros não significa exatamente que uma recessão esteja perto dos nossos países, uma vez que as políticas de afrouxamento na injeção de dinheiro para estimular as economias (compra de títulos públicos nos EUA, por exemplo, programas sociais para conservação do poder de compra de alguns brasileiros na pandemia) pode ter mudado essa dinâmica da curva de juros.

“Há razões para acreditar que, desta vez, a inversão da curva de juros pode não ser um indicador tão bom quanto no passado, principalmente devido ao enorme afrouxamento quantitativo realizada pelos bancos centrais globais”, disse a gestora da Pimco. “O que provavelmente é mais crítico agora é realmente ver o porquê de a curva de juros estar se invertendo e algumas das peculiaridades em torno dessa inversão em relação aos períodos anteriores”, completou.

Últimos comentários

Carregando o próximo artigo...
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.