Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Ouro Pode Voltar a Subir Apesar do Fed e da Incerteza com Estímulos

Por Investing.com (Barani Krishnan/Investing.com)Commodities15.12.2020 09:08
br.investing.com/analysis/ouro-pode-voltar-a-subir-apesar-do-fed-e-da-incerteza-com-estimulos-200438999
Ouro Pode Voltar a Subir Apesar do Fed e da Incerteza com Estímulos
Por Investing.com (Barani Krishnan/Investing.com)   |  15.12.2020 09:08
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

Publicado originalmente em inglês em 15/12/2020

Se já houve um momento de incerteza para os investidores do ouro, muito provavelmente é o que estamos vivendo agora.  O mais paradoxal de tudo é que o momento atual também está repleto de oportunidades para o metal subir, apesar dos obstáculos pelo caminho.

Tanto o mercado futuro quanto o à vista do ouro seguiam em um canal estreito de alta no pregão desta terça-feira na Ásia, depois de derraparem na sessão anterior por causa de notícias mistas sobre as campanhas de vacinação contra a covid-19, os anúncios de bloqueios econômicos e a falta de compromisso político para um pacote de auxílio fiscal nos EUA antes da reunião mensal do Federal Reserve.

LEIA MAIS: Fed será testado em 2021 à medida que vacinas impulsionam perspectivas econômicas dos EUA

Ouro diário
Ouro diário

Desde que despencou do nível de US$ 1.900 por onça no dia 5 de novembro, o ouro futuro ficou preso em uma consolidação entre US$ 1.830-1.850.

Após tocar a mínima de cinco meses a US$ 1.767,20 três semanas antes, a retomada até cerca de US$ 1.880, em 8 de dezembro, deu alguma força técnica aos futuros do ouro. Mas sua incapacidade dar continuidade à força inicial da semana passada também trouxe novos riscos para o metal amarelo.

Os investidores do ouro estavam tentando novamente fazer o metal atingir níveis mais altos nesta semana, mas deram de cara com a parede da resistência técnica a US$ 1.845.

Os fundamentos no ouro estão mais complexos do que nunca. Os republicanos no Senado e os democratas na Câmara dos EUA não conseguem chegar a um acordo sobre os detalhes dos planos de estímulo de cerca de US$ 900 bilhões, uma saga que já fez os preços do ouro cair 15% desde meados do ano. A chegada da vacina da Pfizer (NYSE:PFE) contra a covid-19 – um feito histórico –, combinada com novos lockdowns, criou um ambiente extremamente confuso para os investidores na maioria dos mercados.

Chance de disparada

Mesmo assim, o ouro pode tentar disparar novamente antes da reunião do Fed nesta semana, já que o Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc) do banco central pode aproveitar a única oportunidade do ano para ajustar a política monetária.

Não está previsto um corte de juros, já que a taxa referencial do Fed já está ancorada perto de zero.

Mas, entre as possibilidades do banco central, está a expansão das compras de títulos em US$ 120 bilhões por mês através do afrouxamento quantitativo, seja ajustando o vencimento dessas compras ou fornecendo diretrizes "baseadas em resultados” que a instituição precisará ver antes de fazer um aperto monetário dos estímulos historicamente elevados.

Fed pode gerar mais movimentação

O jogo do Fed, portanto, estará nas nuances e entrelinhas da política monetária, e não em medidas ousadas.

Diante das tentativas de dividir o pacote de alívio que está sob discussão agora no Congresso, pode ser que ocorram avanços concretos desta vez e um acordo antes do fim do pregão de sexta-feira.

As tratativas do grupo bipartidário já se estendem por duas semanas e podem abrir espaço para um pacote de US$ 748 bilhões, que inclui novos benefícios a desempregados e pequenas empresas, além de outros programas que receberam amplo apoio de ambos os partidos.

Uma lei de estímulo pode finalmente ser aprovada

A segunda lei contém dois artigos controversos entre os parlamentares: proteções a empresas contra obrigações legais e quase US$ 160 bilhões em auxílio a governos locais e estaduais. A expectativa é que ambos sejam excluídos do acordo final para garantir a aprovação dos artigos mais populares. Essa segunda lei pode acaba ficando de fora do acordo final, se não houver um consenso entre os parlamentares, em meio à ampla oposição dos democratas para aprovar a proteção contra obrigações legais.

Portanto, para onde o ouro pode ir em caso de um minirrali?

Bem, abaixo de US$ 1.900, o metal brilhante pode testar o pico de 8 de dezembro a US$ 1.879,80. Acima desse patamar, o metal terá pela frente a resistência de US$ 1.898 definida em 16 de dezembro.

Em seguida, será preciso romper e se firmar acima da consolidação de US$ 1.820-1.850, de acordo com Jeffrey Halley, analista da OANDA. O analista complementou:

“Os investidores na Ásia parecem estar se protegendo contra a perda de força nas ações, o Fomc e a falta de avanço nas negociações de estímulo nos EUA. O resultado é que o ouro continua consolidado entre US$ 1820 e US$ 1850 por onça”.

“A expectativa é que o Fomc continue com os estímulos, possivelmente não tanto quanto o mercado esperava, em vista da falta de progresso nas negociações para o estímulo fiscal. Qualquer movimento do Fomc para conter a alta dos rendimentos dos títulos mais longos do tesouro americano deve ser positivo para os preços do ouro”.

Minirrali pode fazer o ouro superar US$ 1.900

Se o ouro tiver mais espaço para subir, pode ser que supere US$ 1.900, de acordo com os aspectos técnicos do Investing.com.

O grafista Sunil Kumar Dixit, da SK Dixit Charting, concorda com esse cenário e explica:

“O ouro se segurou no suporte de US$ 1.822 e repicou para US$ 1.845. Para subir mais, é preciso ultrapassar a faixa de US$ 1.852-1.854, e o nível seguinte é o topo duplo a US$ 1.880 nos gráficos de quatro horas”.

“O otimismo pode fazer o metal atingir US$ 1.898-1.907. O Indicador Estocástico de Força Relativa dá suporte ao movimento de alta atual, que está condicionado à manutenção do suporte a US$ 1.822. Caso contrário, o metal pode ficar exposto a uma queda até a zona de US$ 1.800-1.790”.

O Indicador Técnico Diário do Investing.com indica neutralidade no ouro, com a resistência de nível três de Fibonacci a US$ 1.842,35, depois a US$ 1.848.39 e US$ 1.858,17.

Se a tendência mudar para baixa, o ouro provavelmente encontrará o primeiro suporte de Fibonacci a US$ 1.822,79, depois a US$ 1.816,97, e por fim a US$ 1.806,97.

O ponto de pivô entre essas faixas é US$ 1.832,57.

Como em todas as projeções, interprete as visões apresentadas com base nos fundamentos e opere com moderação – sempre que possível.

Aviso de isenção: Barani Krishnan utiliza diversas visões além da sua para oferecer aos leitores uma variedade de análises sobre os mercados. O analista não possui posições nos ativos e commodities sobre os quais escreve.

Ouro Pode Voltar a Subir Apesar do Fed e da Incerteza com Estímulos
 

Artigos Relacionados

Ouro Pode Voltar a Subir Apesar do Fed e da Incerteza com Estímulos

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (1)
Remela Gadoso
Remela Gadoso 15.12.2020 12:41
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Madeeeeeiiiiraaaa !
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail