😎 Promoção de meio de ano - Até 50% de desconto em ações selecionadas por IA no InvestingProGARANTA JÁ SUA OFERTA

BC britânico mantém taxa de juros em 5,25% antes de eleições no Reino Unido

Publicado 20.06.2024, 08:07
© Reuters. Sede do Banco da Inglaterra em Londresn08/05/2024. REUTERS/Carlos Jasso/File Photo
GBP/USD
-

Por David Milliken e Suban Abdulla

LONDRES (Reuters) - O Banco da Inglaterra manteve nesta quinta-feira a taxa de juros no maior nível em 16 anos, a 5,25, e algumas autoridades disseram que sua decisão de não reduzir os custos de empréstimos está agora "finamente equilibrada".

O Comitê de Política Monetária banco central votou por 7 a 2 para manter os juros antes da eleição em 4 de julho, em linha com as expectativas dos economistas em uma pesquisa da Reuters.

O vice-presidente Dave Ramsden e Swati Dhingra continuaram sendo os únicos a defender um corte para 5%.

O presidente do Banco da Inglaterra, Andrew Bailey, disse em um comunicado junto com a decisão ser "boa notícia" que os dados mais recentes sobre a inflação tenham mostrado que a inflação está de volta à sua meta de 2%, mas que é muito cedo para cortar as taxas.

"Precisamos ter certeza de que a inflação permanecerá baixa e é por isso que decidimos manter os juros em 5,25% por enquanto", disse ele.

A declaração de Bailey foi diferente da do mês passado, quando ele disse que estava "otimista" de que os dados caminhavam na direção certa para um corte nos juros.

A votação do banco central britânico acontece após decisão do Banco Central Europeu neste mês de começar a cortar as taxas de juros, enquanto os mercados financeiros não esperam que o Federal Reserve faça cortes até o final deste ano.

Os mercados consideraram improvável nesta quinta-feira um corte pelo Banco da Inglaterra antes de setembro ou novembro, embora uma pesquisa da Reuters com economistas publicada na semana passada tenha mostrado que a maioria esperava redução nos juros em 1º de agosto.

É provável que qualquer corte seja tarde demais para o primeiro-ministro Rishi Sunak, cujo Partido Conservador está cerca de 20 pontos atrás do Partido Trabalhista, de oposição, nas pesquisas pré-eleitorais.

Embora Sunak tenha buscado crédito pela queda da inflação desde que assumiu o cargo em outubro de 2022, quando ela estava no maior nível em 41 anos de 11,1%, os trabalhistas culpam a má administração econômica da líder anterior dos conservadores, Liz Truss, pelas taxas de hipotecas altas.

O Banco da Inglaterra disse que a eleição não teve impacto em sua decisão.

© Reuters. Sede do Banco da Inglaterra em Londres
08/05/2024. REUTERS/Carlos Jasso/File Photo

O banco central prevê que a inflação irá acima da meta conforme o efeito das quedas nos preços da energia é eliminado dos dados anuais de inflação, e repetiu sua previsão de maio de que a inflação será de cerca de 2,5% no segundo semestre de 2024.

Em um sinal de que o banco central pode estar mais próximo de cortar os juros, a ata mostrou que a decisão de manter os juros foi "finamente equilibrada" para alguns membros do comitê.

O Banco da Inglaterra disse que indicadores de persistência da inflação - principalmente o crescimento dos salários e a inflação de serviços - haviam se moderado desde a reunião de maio, mas continuavam altos.

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.