Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

IPCA-15 sobe 0,72% em julho, maior alta para o mês em 17 anos

Dados Econômicos23.07.2021 11:10
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Vendedora segura ovos em um mercado de rua no Rio de Janeiro, Brasil 08/07/2021 REUTERS/Amanda Perobelli

BRASÍLIA (Reuters) - A prévia da inflação oficial brasileira desacelerou em julho, mas ainda assim teve a maior alta para o mês desde 2004, com a energia elétrica e a gasolina mantendo a pressão sobre os preços.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) subiu em julho 0,72%, após alta de 0,83% no mês anterior, de acordo com dados divulgados nesta sexta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em 12 meses, o avanço do índice chegou a 8,59%, contra alta acumulada de 8,13% em junho e bem acima do teto da meta do governo para este ano --3,75%, com margem de 1,5 ponto percentual para mais ou menos.

Os resultados ficaram acima da expectativa da Reuters, de altas de 0,64% no mês e de 8,50% em 12 meses.

(Por Isabel Versiani e Camila Moreira)

IPCA-15 sobe 0,72% em julho, maior alta para o mês em 17 anos
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (8)
Ivan zinho
Ivan zinho 23.07.2021 20:04
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
FIQUE EM CASA REUTERS A ECONOMIA A GENTE VÊ DEPOIS! A CONTA CHEGOU, MAS ATÉ QUE FOI BARATA.
daniel daniel
daniel daniel 23.07.2021 16:31
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Se não tem noção do que esta falando melhor ficar quieto. Sim poderia ser pior(BEM PIOR, só olha ARGENTINA) o mundo passa por isso e Brasil está bem longe de ser excelente na adm publica. Mas estamos no caminho, é difícil concertar 30anos de ROUBO E CORRUPÇÃO!!!
Rogerio Falha Sanches
Rogerio Falha Sanches 23.07.2021 16:31
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
E esse governo seu aí é que acabou com a corrupção? Affff
Alex Falcão
Alex Falcão 23.07.2021 16:31
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
a corrupção acabou?
Dinho Castelo Branco
Dinho Castelo Branco 23.07.2021 14:41
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ué, mas o Guedes não ia transformar o Brasil num Estados Unidos? Juros baixos, moeda forte, liberalismo inflação sob controle? kkkk
Sandro Edgar
Sandro Edgar 23.07.2021 12:25
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
🎵🎶 Um conto de FARDAS... E um Pai Zueiro 🎶🎵
Ana Paula Rope
Ana Paula Rope 23.07.2021 11:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Perto da inflação global até q Brasil vai bem. Pior é Argentina c 50.2% em 12 meses e só junho mais de 3%.
Mostrar respostas anteriores (1)
Gabriel Filipe
Gabriel Filipe 23.07.2021 11:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Vai bem??? para quem caralho????
João Jorge
João Jorge 23.07.2021 11:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Bem como ?? Igpm de 37%, incc de 18% aa e ipca chegando a 9% !!!
João Jorge
João Jorge 23.07.2021 11:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Palo Guedes : Dolar pra cima e juro pra baixa ai esta o resultado !!
Rogério de Camargo
Rogério de Camargo 23.07.2021 11:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Argentina??? Comparando com a Venezuela também estamos bem.
Dinho Castelo Branco
Dinho Castelo Branco 23.07.2021 11:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Na Argentina a inflação alta já é costumeira a muitos anos, bb. O problema é que o Guedes deve ter se inspirado neles, já já a gente chega no mesmo nível dos Hermanos kk
Milton Heyde de Macedo
Milton Heyde de Macedo 23.07.2021 10:59
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Caindo de 8,13 para 8,59 ?? O gado agora quer fazer "narrativa " com a matemática??? Não dá , né!!!!
Fabio Piloto
Fabio Piloto 23.07.2021 10:31
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O importante é que a inflação está decrescente no Brasil, e ao mesmo tempo reflete que a economia está acelerando, PIB a 6% esse ano.
Mant Newmann
MaNve 23.07.2021 9:37
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O BC e o desgoverno estão perdidos. Contam que a inflação irá cair de 9 para 6%. Se isso não acontecer, o Jegues terá que propor mais imposto para bancar a roubalheira do rei da rachadinha e o auxílio eleição.....
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail