Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Yellen rebatiza agenda econômica dos EUA de "economia moderna do lado da oferta"

Dados Econômicos21.01.2022 15:50
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Janet Yellen, secretária do Tesouro dos EUA 19/01/2022 REUTERS/Jonathan Ernst

(Reuters) - A secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, rebatizou nesta sexta-feira a agenda econômica do governo Biden de "economia moderna do lado da oferta" que pretende elevar a disponibilidade de mão de obra, melhorar a infraestrutura, educação e pesquisa para impulsionar o crescimento econômico dos EUA e aliviar pressões inflacionárias.

Em declarações a sessão virtual do Fórum Econômico Mundial, Yellen disse ver a nova estratégia como algo superior à definição tradicional de economia pelo lado da oferta, cuja postura prioriza cortes de impostos e desregulação agressiva.

"Nossa nova abordagem é muito mais promissora do que a antiga economia do lado da oferta, que vejo como uma estratégia falha para aumentar o crescimento", disse Yellen.

"Os cortes significativos de impostos sobre capital não alcançaram os ganhos prometidos, e a desregulação tem um histórico igualmente ruim em geral e a respeito das políticas ambientais, especialmente no que se refere à redução das emissões de CO2."

A mudança na estratégia e na nomenclatura enfatiza os esforços do gabinete do presidente norte-americano para expandir a força de trabalho dos EUA e aumentar a produtividade, elementos que podem ajudar a conter pressões inflacionárias e, ao mesmo tempo, apoiar uma taxa de crescimento mais forte.

A troca ocorre no momento em que a administração Biden procura persuadir norte-americanos e democratas moderados no Congresso a apoiar uma versão reduzida de seu plano de gastos sociais e investimentos climáticos chamado "Reconstruir Melhor", que está parado desde dezembro.

Yellen identificou dois anos de educação infantil universal e um crédito de imposto de renda expandido como componentes "centrais" do projeto daqui para frente.

O governo tem tentado atenuar as consequências políticas da alta inflação no ano passado --que atingiu 7% em meio à escassez de mão de obra, habitação e bens, maior aumento anual em quase 40 anos-- e rebater alegações de que mais gastos alimentariam mais inflação.

"A economia moderna do lado da oferta procura estimular o crescimento econômico, impulsionando a oferta de trabalho e aumentando a produtividade, ao mesmo tempo que reduz a desigualdade e os danos ambientais", afirmou Yellen. "Essencialmente, não estamos apenas focados em alcançar um número alto de crescimento que seja insustentável --estamos buscando um crescimento inclusivo e verde."

Ela disse que o crescimento potencial do Produto Interno Bruto (PIB) nos Estados Unidos tem sido contido por uma força de trabalho em declínio, enquanto o crescimento da produtividade vem sendo prejudicado pelo subinvestimento em infraestrutura pública e educação.

Yellen disse que licenças remuneradas inadequadas e altos custos com cuidados infantis têm mantido muitas pessoas fora da força de trabalho, o que poderia ser remediado pelos dois anos propostos pelo governo de educação infantil universal e gastos ampliados com cuidados voltados para crianças e idosos.

(Reportagem de David Lawder e Andrea Shalal)

Yellen rebatiza agenda econômica dos EUA de "economia moderna do lado da oferta"
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (4)
Antônio Leão bandeira d
Antônio Leão bandeira d 23.01.2022 19:22
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
palavras, vazias, que buscam apenas um efeito de propaganda.
Felipe Moreira
Felipe Moreira 23.01.2022 15:13
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
old lady is getting numb... I mean, dumb... better said, both.
welington felix
welington felix 21.01.2022 19:00
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Falta combinar com os URSS(os)
Eliezer Stefanello
Eliezer Stefanello 21.01.2022 14:43
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Resumindo: vou aumentar impostos para melhorar meu salário e pressionar a renda de todos pra baixo
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail