Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Fique por dentro de 5 principais notícias do mercado desta quarta-feira

Economia05.09.2018 06:30
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Fique por dentro de 5 principais notícias do mercado financeiro

Investing.com - Confira as cinco principais notícias desta quarta-feira, 05 de setembro, sobre os mercados financeiros:

1. Negociações comerciais entre EUA e Canadá recomeçam

As negociações entre os Estados Unidos e o Canadá, com o objetivo de chegar a um acordo para reformar o Tratado Norte-Americano de Livre Comércio (Nafta, na sigla em inglês) serão retomadas hoje, depois que os dois lados terminaram as tensas negociações na semana passada sem uma definição.

O governo Trump quer desfazer um mecanismo de resolução de disputas que o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, considera crucial. Os dois lados também estão discutindo as demandas norte-americanas por mais acesso ao fechado mercado de laticínios do Canadá.

Os vizinhos deixaram as negociações na sexta-feira passada - prazo da Casa Branca para o Canadá se unir a um acordo que os EUA fizeram com o México no final do mês passado - sem resolver os pontos críticos.

Enquanto isso, os investidores continuaram monitorando a ameaça de novas tarifas dos EUA sobre US$ 200 bilhões em produtos chineses deve entrar em vigor no final de setembro, após o término do período de comentários públicos em 5 de setembro.

2. Futuros dos EUA indica abertura em baixa.

O mercado futuro dos EUA apontava para uma abertura em baixa em Wall Street, uma vez que a continuidade das tensões comerciais e a disseminação das preocupações sobre as moedas de mercados emergentes reduzem o apetite dos investidores por ativos de risco.

Às 6h30, o índice blue chip futuros do Dow caía 110 pontos, ou cerca de 0,4%, os futuros do S&P 500 cedia 10 pontos, ou quase 0,4%, enquanto o índice futuro de tecnologia Nasdaq 100 indicava queda de 235 pontos, ou aproximadamente 0,5%.

Já na Europa, quase todas as principais bolsas da região estavam em baixa no meio da manhã, com a maioria dos setores no vermelho.

Entre os índices nacionais, o DAX da Alemanha, com forte presença de exportadores, caía 0,9%, enquanto o CAC 40 da França cedia 1,2%. O índice do Reino Unico FTSE 100 recuava 0,5%.

Mais cedo, na Ásia, os mercados da região fecharam majoritariamente em baixa.

O Shanghai Composite caiu 1,7%, para 2.704, recuando para a baixa de dois anos e meio de 2.653 marcada no mês passado.

3. Dólar sobe enquanto a novela dos mercados emergentes continuam

O dólar norte-americano foi negociado em nova máxima de uma semana e meia em relação a uma cesta de moedas, já que a demanda pelo dólar continuou a ser sustentada por preocupações persistentes sobre as tensões nos mercados emergentes.

O índice do dólar, que mede a força do dólar norte-americano em comparação com a cesta das seis principais moedas, ficou um pouco acima de 95,50, não muito longe das máximas de uma semana e meia da semana, de 95,68.

Nos mercados emergentes, moedas como a lira turca, peso argentino, rand sul-africano, real brasileiro, rupia indonésia e rúpia indiana ficaram todas em baixa.

As moedas dos mercados emergentes têm sido duramente atingidas por preocupações de que taxas de juros mais altas dos EUA pressionariam países que tomaram grandes empréstimos em dólares nos últimos anos.

4. Os preços do petróleo caem à medida que a ameaça da tempestade diminui.

No mercado de commodities, os preços do petróleo caíram já que a tempestade tropical que atingiu a costa do Golfo dos Estados Unidos enfraqueceu e teve um impacto menor na produção do que o inicialmente esperado.

Os contratos futuros de WTI estavam em US$ 69,17 por barril, com queda de 70 centavos, ou 1%, em relação ao último acordo.

Os futuros internacionais de petróleo Brent caíram 51 centavos, ou 0,7%, para 77,66 dólares o barril.

Os preços saltaram no dia anterior, já que dezenas de plataformas de petróleo e gás dos EUA no Golfo do México foram fechadas em antecipação aos danos causados ​​pela tempestade tropical Gordon.

Entretanto, a tempestade havia virado para o leste na manhã de quarta-feira e estava diminuindo sua ameaça para os produtores no lado ocidental do Golfo.

5. Grandes da tecnologia testemunham no Senado

Os principais executivos do Twitter (NYSE:TWTR) e do Facebook (NASDAQ:FB) defenderão suas empresas perante os legisladores norte-americanos nesta manhã, com o Facebook insistindo que leva a possibilidade de interferência eleitoral a sério e o Twitter negando que suas operações são influenciados pela política.

A diretora de operações do Facebook, Sheryl Sandberg, ao lado do executivo-chefe do Twitter, Jack Dorsey, afirmará que os esforços de sua empresa para combater os esforços de influência estrangeira aumentaram desde a eleição de 2016, segundo um discurso escrito divulgado na terça-feira.

Mas nenhum executivo do Google (NASDAQ:GOOGL) deve testemunhar, depois que a empresa recusou o pedido do Comitê de Inteligência do Senado de enviar um de seus executivos mais importantes, frustrando os legisladores.

O Google ofereceu para enviar seu chefe jurídico, Kent Walker, à audiência de quarta-feira, mas foi rejeitado pelo comitê, que disse querer ouvir os responsáveis ​​pelas decisões corporativas.

A audiência começará às 10h30.

Executivos de tecnologia testemunharam várias vezes no Congresso no ano passado, defendendo suas empresas sobre a atividade de influência política em seus sites, bem como preocupações com a privacidade do usuário.

Fique por dentro de 5 principais notícias do mercado desta quarta-feira
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail