🚀 Ações escolhidas por IA em alta. PRFT com alta de +55% em 16 dias. Não perca as ações de junho!Acessar lista completa

Defesa diz que enviará relatório de fiscalização das urnas ao TSE na quarta-feira

Publicado 07.11.2022, 21:03
Atualizado 07.11.2022, 21:05
© Reuters. 23/09/2022
REUTERS/Diego Vara

BRASÍLIA (Reuters) - O Ministério da Defesa informou nesta segunda-feira que irá enviar na quarta-feira à Justiça Eleitoral um relatório de fiscalização do sistema eletrônico de votação, apontado pelo presidente Jair Bolsonaro antes das eleições como fundamental para atestar a segurança do pleito, no qual foi derrotado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Bolsonaro e seus apoiadores passaram meses fazendo ataques sem provas sobre a segurança e a inviolabilidade das urnas eletrônicas, que, no entanto, nunca foram alvo de fraude desde que foram usadas pela primeira vez em 1996.

Nesse cenário, Bolsonaro passou a citar a fiscalização das Forças Armadas como primordial para concordar com a segurança da eleição. O presidente ainda não reconheceu a derrota para Lula, apesar de ter autorizado o início da transição de governo.

"O Ministério da Defesa informa que, no próximo dia 9 novembro, quarta-feira, será encaminhado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o relatório do trabalho de fiscalização do sistema eletrônico de votação, realizado pela equipe de técnicos militares das Forças Armadas", diz a nota da Defesa divulgada nesta segunda.

Em outubro, a Defesa informou o tribunal que as Forças Armadas iriam divulgar um relatório sobre a fiscalização do processo eleitoral, incluindo a análise da segurança das urnas eletrônicas, somente depois do segundo turno das eleições.

© Reuters. 23/09/2022
REUTERS/Diego Vara

O presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes, havia dado prazo de 48 horas para que a pasta prestasse informações e apresentasse, se houvesse, cópia do resultado de eventual auditoria das urnas eletrônicas feira no primeiro turno.

A falta de reconhecimento direto da derrota por Bolsonaro, aliada à desinformação pulverizada via redes sociais e mensagens, alimentou manifestações pelo país, muitas delas com mote antidemocrático, questionando o resultado das eleições.

 

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.