Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Atualize já

Últimas Notícias

FMI diz que espirais preços-salários são raras, mas há necessidade de subir juro

Bolsonaro reafirma que não irá aderir a sanções contra Rússia, apesar de conversa com Zelenskiy

Política 22.07.2022 12:45
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. 06/07/2022 REUTERS/Adriano Machado

Por Lisandra Paraguassu

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro reafirmou nesta sexta-feira que o Brasil não irá aderir a sanções contra a Rússia e que, na conversa com o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskiy, na última segunda-feira, informou que não atenderá seu pedido de uma posição mais firme contra a Rússia.

"O que eu estou fazendo não é o que ele quer. A Otan é o local adequado para buscar solucionar esse conflito", disse Bolsonaro a jornalistas durante uma visita que fez a um posto de combustíveis em Brasília.

Segundo o presidente, Zelenskiy "desabafou" durante a conversa, mas ele, Bolsonaro, manteve "a posição de estadista."

O presidente deixou claro que não irá aderir a sanções contra Rússia. No momento, apesar da guerra, o governo brasileiro fez uma compra de fertilizantes do país e negocia a aquisição de óleo diesel.

"Nós não vamos aderir a essas sanções econômicas, continuamos em equilíbrio. Se eu não tivesse mantido a posição de equilíbrio vocês acham que nós teríamos fertilizantes no Brasil? Como estaria nossa segurança alimentar e de mais de 1 bilhão de pessoas no mundo?", questionou.

Na segunda-feira, Zelenskiy disse em uma publicação no Twitter que informou Bolsonaro sobre a situação no front da guerra do país com a Rússia e fez um pedido para que todos se juntem na aplicação de sanções contra Moscou.

Em entrevista à TV Globo, divulgada na terça-feira, o presidente da Ucrânia criticou a posição de neutralidade de Bolsonaro diante da invasão russa.

Bolsonaro reafirma que não irá aderir a sanções contra Rússia, apesar de conversa com Zelenskiy
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (8)
Luis Silva Silva
Luis Silva Silva 23.07.2022 10:50
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mansur Staim
Mansur Staim 22.07.2022 15:40
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Bravata braquiara que o gado não cansa de engolir
Mario Jorge
Mario Jorge 22.07.2022 14:56
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
finalmente o Brasil tem um presidente de verdade.... um verdadeiro estadista!  É um sofrimento para a esquerdalha...
João Pedro Orleano
João Pedro Orleano 22.07.2022 14:56
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Não vi ainda esse presidente de verdade que vc comentou. Temos apenas um Bode velho no poder fazendo m
Mario Jorge
Mario Jorge 22.07.2022 14:56
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
João Pedro Orleano ....  nááááááh....  é o terror da esquerdalha... é o único na américa latina que defende o livre mercado, liberdades individuais, imprensa livre...
Mansur Staim
Mansur Staim 22.07.2022 14:43
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Legalmente temos que seguir o que foi determinado na legislação internacional caso contrário o Brasil será sancionado da mesma forma, bravatas e mais bravatas.
Geraldo Junior
Geraldo Junior 22.07.2022 14:32
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A Ucrânia fechou hoje um acordo com a Rússia sobre exportação de grãos. Ele pede mais sanções a Rússia e está negociando bilateralmente com Moscou um acordo de exportação de grãos.
Angelo Lattari
Angelo Lattari 22.07.2022 14:22
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Arre que pelo menos uma vez usou o bom senso  e a pouca inteligência que tem   ! Afinal tem-se que apoiar quem está se defendendo e garantindo a sua soberania e segurança e evitando uma invasão de suas fronteiras ! Os europeus estão tomando no rabo por seguir apoiando os cretinos dos gringos !  Vão passar um inverno geladinho, geladinho  !!!    KKKK
Rad AD
Rad AD 22.07.2022 14:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Infelizmente, essa guerra não começou agora e não vai terminar agora, isso vem desde o 'FIM' da 2ª guerra mundial. Peçam aos EUA para que os defendam, tudo começou por causa deles. Alguém tem que consumir produtos russos para desinflar a economia mundial, deixem a OTAN impor sansões e o resto do mundo consome o produto russo, dessa forma o ego dos aliados da OTAN ficam em dia com as sansões que não valerão de nada. A única coisa que vai acontecer é uma reorganização das parcerias ecoomicas e da logística mundial, parceiros da OTAN terão que consumir de outros países (tipo árabes e Venezuela) e o resto do mundo vai consumir da Rússia.
Guilherme zz
Guilherme zz 22.07.2022 14:02
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Certíssimo!!!
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail