😎 Promoção de meio de ano - Até 50% de desconto em ações selecionadas por IA no InvestingProGARANTA JÁ SUA OFERTA

Astronautas da Nasa expressam confiança que Starliner, da Boeing, os trará de volta à Terra

Publicado 10.07.2024, 21:37
Atualizado 10.07.2024, 21:40
© Reuters. Astronautas da Nasa Butch Wilmore e Suni Williams antes de lançamento da nave Starliner, da Boeing, na Flórida, EUAn25/4/2024 REUTERS/Joe Skipper/Arquivo
BA
-

Por Joey Roulette

WASHINGTON (Reuters) - Os dois primeiros astronautas que voaram na cápsula Starliner, da Boeing (NYSE:BA), disseram nesta quarta-feira da Estação Espacial Internacional (ISS) que estão confiantes com a capacidade da espaçonave de trazê-los de volta para a Terra quando a empresa e a Nasa resolverem os problemas de propulsores que têm os mantido no espaço por mais tempo que o esperado. 

“Eu tenho um sentimento muito bom no meu coração de que esta nave nos trará de volta, sem problema”, disse a astronauta da Nasa Sunita “Suni” Williams durante a primeira entrevista coletiva da tripulação de teste desde a chegada à ISS, mais de um mês atrás. 

Williams e Barry “Butch” Wilmore, dois astronautas veteranos da Nasa e pilotos de teste da Marinha dos Estados Unidos, foram lançados a bordo da nave Starliner da Flórida em 5 de junho e, no dia seguinte, atracaram à ISS, onde, pela programação inicial, passariam cerca de oito dias. 

Vários problemas com o sistema de propulsão do jato Starliner estenderam a missão indefinidamente. Cinco dos 28 propulsores de manobra da espaçonave falharam durante a jornada à estação, uma válvula de propulsor não fechou adequadamente e houve pelo menos cinco vazamentos de hélio, que é usado para pressurizar os propulsores. 

“Estamos absolutamente confiantes”, disse Wilmore a repórteres. “Aquele mantra que você ouviu, o fracasso não é uma opção”. 

© Reuters. Astronautas da Nasa Butch Wilmore e Suni Williams antes de lançamento da nave Starliner, da Boeing, na Flórida, EUA
25/4/2024 REUTERS/Joe Skipper/Arquivo

“E é por isso que estamos ficando, porque vamos testar. É isso que fazemos”, afirmou Wilmore, reconhecendo que a investigação em andamento da agência espacial dos EUA e da Boeing sobre os testes de propulsores na Terra é fundamental para que eles retornem. 

A atual missão de teste é o último passo da Boeing antes da espaçonave receber certificação da Nasa para voos rotineiros de astronautas, tornando-se a segunda cápsula orbital dos EUA, ao lado da Crew Dragon, da SpaceX, que tem dominado o mercado de voos espaciais tripulados em meio aos atrasos no desenvolvimento da nave Starliner.

(Reportagem de Joey Roulette)

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.