Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Atualize já

BB-BI: acordo com Boeing permite que Embraer conduza estratégia de longo prazo

Ações 31.01.2019 13:52
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. BB-BI: acordo com Boeing permite que Embraer conduza estratégia de longo prazo
 
BBAS3
-4,62%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
EMBR3
-1,50%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 

Investing.com - Após a assinatura do acordo entre a Boeing e a Embraer (SA:EMBR3), no dia 24 de janeiro, o Banco do Brasil (SA:BBAS3) Investimentos divulgou nesta quinta-feira (31) uma análise sobre a operação. Para a equipe, o otimismo segue em relação à companhia brasileira, que permitirá conduzir sua estratégia de longo prazo, considerando também a expertise da administração de um dos maiores produtores de aeronaves do mundo.

Como a gestão do segmento comercial (Nova Embraer) ficará a cargo dos executivos da Boeing, os analistas acreditam que a administração da Embraer poderá se concentrar em estratégias para os segmentos de aviação executiva, Segurança & Defesa e suporte e serviços.

O Master Transaction Agreement, um acordo de parceria estratégica na aviação comercial e um Contrato de Contribuição, foi firmado na semana passada, que concluiu os termos e condições para a criação de uma joint venture para promover e desenvolver novos mercados e aplicações para o avião multi-missão KC-390.

O BB-BI destaca que a transação será concluída após deliberação e aprovação pelos acionistas da Embraer em Assembleia Geral Extraordinária; a aprovação pelas autoridades brasileiras, pelos Estados Unidos e outras jurisdições aplicáveis; e também a satisfação de outras condições usuais em operações desta natureza. A Assembleia Geral Extraordinária será realizada em 26 de fevereiro de 2019.

Pelo acordo, a Boeing adquirirá uma participação de 80% no segmento de aviação comercial por US$ 4,2 bilhões. Segundo a Embraer, a separação dos negócios e a criação da nova empresa vão gerar custos em torno de US$ 1,2 bilhão. Como resultado, a receita líquida da Embraer será de US$ 3,0 bilhões. A fabricante brasileira também concordou com o direito de vender os 20% restantes ao preço de compra ajustado pela inflação ao longo de um período de 10 anos. Depois disso, a Embraer terá o direito de vender sua participação de 20% ao valor de mercado.

Além da parceria no segmento de aviação comercial, as negociações incluem a criação de uma parceria no projeto KC-390, onde a Embraer terá 51% e a Boeing e 49%. Destaque para o fato de que a Boeing já tinha o direito de vender a aeronave KC-390 com o recebimento de taxas de comissionamento. No entanto, a joint venture criada trará benefícios de sinergias de custos entre as empresas e contará com a contribuição da Boeing para os novos investimentos proporcionalmente à parceria. Além disso, o projeto KC-390 poderia se beneficiar do poder de barganha da Boeing com os países relevantes na aquisição de equipamentos de guerra, como os EUA.

A transação deve ser concluída até o final de 2019. Após a conclusão do negócio, a "nova" Embraer receberá US$ 3,0 bilhões, dos quais US$ 400 milhões serão usados ​​para cobrir passivos operacionais e financeiros, e US$ 1,6 bilhão ser distribuído via dividendos.

BB-BI: acordo com Boeing permite que Embraer conduza estratégia de longo prazo
 

Artigos Relacionados

CVM confirma possibilidade de assembleias no metaverso
CVM confirma possibilidade de assembleias no metaverso Por Estadão Conteúdo - 26.09.2022 1

As companhias abertas no Brasil poderão realizar as suas assembleias no metaverso, espaço virtual que recria espaços e permite a interação entre usuários conectados. Em resposta a...

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail